0 Monumento Chavín - Blog da Ana - 1000 dias

Monumento Chavín - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Monumento Chavín

Peru, Huaraz

A incrível escultura 'El Lanzón', no templo subterrâneo de Chavin, na região de Huaraz, no Peru

A incrível escultura "El Lanzón", no templo subterrâneo de Chavin, na região de Huaraz, no Peru


A Cultura Chavín existiu na região norte do Perú de 1500a.C a 500d.C e consistia em uma das culturas mais longevas da história da civilização pré-incaica nesta região. O seu templo foi um dos mais importantes centros religiosos da América do Sul durante quase 1000 anos, podendo ser comparado com as grandes mecas religiosas da atualidade.

Relato espanhol do início do séc XVII sobre as ruínas de Chavin, na região de Huaraz, no Peru

Relato espanhol do início do séc XVII sobre as ruínas de Chavin, na região de Huaraz, no Peru


A sua arquitetura se distingue por ser majoritariamente subterrânea, formando imensos labirintos de uma complexidade estrutural espantosa. Todos os corredores e cômodos possuíam um canal de ventilação através de dutos de água, que faziam a circulação do ar funcionar como um ar condicionado até nos andares mais profundos, há mais de 10m abaixo da superfície.

O incrível templo subterrâneo de Chavin, na região de Huaraz, no Peru

O incrível templo subterrâneo de Chavin, na região de Huaraz, no Peru


As escavações começaram na década de 30, quando alguns arqueólogos encontraram algumas máscaras e esculturas próximas de um cemitério mais recente. A área foi isolada e iniciaram um trabalho de pesquisa, guardando todos as peças descobertas dentro de uma pequena capela. Em 1942 uma das lagoas de degelo que localizada morro acima, rompeu sua barreira natural e abateu toda a vila em uma imensa inundação, levando embora todo o trabalho dos últimso 12 anos de escavações, inclusive essas máscaras, peças importantíssimas no quebra-cabeça arqueológico desta civilização.

Ruínas da cultura Chavin, na região de Huaraz, no Peru

Ruínas da cultura Chavin, na região de Huaraz, no Peru


Os Chavínes possuíam três principais divindades, representadas pelos animais jaguar, harpia (uma ave como o condor) e o jacaré, outra curiosidade... será que eles tinham jacarés naquela época por aqui? As máscaras que foram perdidas demonstravam que, de alguma forma, os líderes religiosos participavam de cerimônias utilizando São Pedro e alguma outra substância que era inalada, deixando-os com os olhos esbugalhados (São Pedro) e as narinas dilatadas e com muito muco escorrendo (pó inalante). As esculturas aparentemente eram feitas durante as cerimônias e representavam estas expressões, assim como os prováveis estágios de transformação destes sacerdotes, já com traços felinos, de ave, ou jacaré.

A incrível escultura 'El Lanzón', no templo subterrâneo de Chavin, na região de Huaraz, no Peru

A incrível escultura "El Lanzón", no templo subterrâneo de Chavin, na região de Huaraz, no Peru


A principal galeria do monumento já encontrada é a Galeria do Lanzón, que representa a divindade principal da sociedade Chavín, que possui traços humanos misturados com os traços dos animais. É uma escultura com aproximadamente 4m de altura, colocada no centro de uma sala em forma de cruz, antigamente acessada nas cerimônias apenas por sacerdotes e pessoas autorizadas.

Ruínas da cultura Chavin, na região de Huaraz, no Peru

Ruínas da cultura Chavin, na região de Huaraz, no Peru


O sítio ainda possui uma infinidade de espaços, a praça circular, a praça quadrada e a imensa fachada externa do edifício principal. Os trabalhos estão em andamento e para que continuem dependem de patrocínio e apoios institucionais batalhados pelos próprios arqueólogos responsáveis. Mais uma civilização que nos deixa pensativos sobre como, de índios nômades e caçadores, passaram a se fixar e construir imensos templos para cultuar divindades. O que terá se passado para que houvesse esta mudança? Por que será que no Brasil não tivemos o mesmo processo? São perguntas que continuam instigando os historiadores e arqueólogos e não sabemos se um dia conseguirão responder.

Caminhando pelo templo subterrâneo de Chavin, na região de Huaraz, no Peru

Caminhando pelo templo subterrâneo de Chavin, na região de Huaraz, no Peru

Peru, Huaraz, arqueologia, Chavin, Cilização Chavín

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior Com o Tiburço, na passagem pelo paso de 4.750 metros no último dia do trekking Santa Cruz, na Cordillera Blanca, região de Huaraz - Peru

3° dia - Punta Unión

Post seguinte A cidade de Huaraz, no Peru, vista do alto da Cordillera Negra

Bacteria Peruana

Blog do Rodrigo Relato espanhol do início do séc XVII sobre as ruínas de Chavin, na região de Huaraz, no Peru

Chavin

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet