0 Monte Liamuiga - Blog da Ana - 1000 dias

Monte Liamuiga - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Monte Liamuiga

Saint Kitts E Neves, Basseterre, Charlestown, Liamuiga

Cratera do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe

Cratera do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe


É chegado o dia! Hoje o programa do dia é um trekking para o alto da montanha mais alta de St. Kitts e Nevis. O Monte Liamuiga está localizado na cordilheira noroeste da ilha e possui 1138m de altitude.

Árvore com enormes raízes na trilha do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe

Árvore com enormes raízes na trilha do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe


Liamuiga significa “ilha de terras férteis”, nome dado não só ao monte como à própria ilha pelos índios caribes que habitavam esta região. Este vulcão adormecido há mais de 1800 anos, foi o responsável pela formação geológica da ilha, assim como por suas terras férteis. Hoje o vulcão está coberto por uma densa e rica floresta tropical e ainda pode-se observar no alto a sua cratera e imaginar de perto a sua força e potencia nos tempos passados.

Cogumelo gigante, do tamanho de uma pia, na trilha do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe

Cogumelo gigante, do tamanho de uma pia, na trilha do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe


A indicação que recebemos aqui e no nosso guia de viagens é que contratássemos um guia. Greg´s Safari é o mais conhecido na região, através deles conhecemos o nosso guia, Sylvester. A trilha tem seu início perto do vilarejo de St. Paul, em uma estrada de terra que contorna as terras da Rawlins Plantation. No caminho um grande hotel, campo de golfe e spa estão sendo construídos, único empreendimento deste porte que vimos nesta região da ilha. Não existe nenhuma sinalização no início ou durante a trilha, mas ela está bem pisada, não é fácil se perder.

Vegetação no monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe

Vegetação no monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe


A caminhada leva de duas a três horas, dependendo do preparo físico. Muitas pedras e raízes ajudam a formar o caminho que nos leva dos 500m de altitude, onde deixamos o carro, até a boca do vulcão, a pouco mais de 1000m. Encontramos outros grupos, algumas pessoas ficaram no caminho, mal informadas sobre o preparo necessário e o quão íngreme a trilha poderia ficar. Encontramos também uma família com uma menininha de uns 3 anos de idade e um bebê no colo da mãe, e era a menininha que estava liderando o grupo, super determinada!

Na cratera do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe

Na cratera do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe


Nós alcançamos a cratera do vulcão em pouco menos de uma hora e meia, subimos rápido, o que nos garantiu ainda uma vista da magnífica cratera. Cinco minutos depois a paisagem foi tomada pelas nuvens e uma fina garoa. Eu já tinha visto vulcões quando fui para a Indonésia, alguns deles ativos, mas só avistei de longe. Esta, porém, foi a primeira vez que estive no topo de um vulcão! Sua cratera é extraordinária, para chegar ao fundo da boca são necessárias mais duas horas de caminhada e o uso de técnicas verticais em alguns trechos. Mesmo assim, só chegar ali na beiradinha e ver aquele buraco imenso, já é sensacional!

No topo do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe

No topo do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe


É fácil imaginá-lo cuspindo lava e borbulhando, com jeitinho e sorte também conseguimos avistar o mar e a ilha de St. Eustatius lá do alto. O pico fica do outro lado da cratera e não existe uma trilha que siga a crista para alcançá-la. Segundo Sylvester ninguém chegou até o ponto mais alto do Liamuiga ainda, mas se o quisera provavelmente subiria por outra trilha do outro lado da montanha. Se tivéssemos tempo iríamos ficar por aqui explorando, voltar para fazer o trekking até o fundo da cratera e quem sabe até achar algum maluco para chegar ao cume, ficou para uma próxima.

Vista do topo do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe

Vista do topo do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe


Tínhamos que voltar para pegar o ferry-boat para Nevis, ilha irmã de St. Kitts. Conseguimos chegar a tempo de um banho rápido e pegamos o ferry das 15h. 45 minutos de navegação, praticamente o tempo todo protegida pela própria ilha, então não chega a enjoar.

Viagem de balsa entre St. Kitts e Nevis

Viagem de balsa entre St. Kitts e Nevis


Chegamos lá e caminhamos uns 2km até o nosso hotel. Nossa primeira opção, o Sea Spawn, fechou há 2 anos, pois o dono faleceu, foi vendido e deve retomar as atividades talvez ainda este ano.

Nevis, com seu pico sempre coberto por nuvens

Nevis, com seu pico sempre coberto por nuvens


Acabamos indo para o Pinneys Hotel a tempo de um final de tarde delicioso a beira mar, no deck da piscina. O sol se punha enquanto eu matava as saudades da irmã pelo skype, observava as técnicas de pesca do rasta e o Rodrigo caminhando na praia. Não agüentei de saudades e fui até a praia atrás dele, a água quentinha e transparente foi irresistível, demos aquele mergulho delicioso de final de tarde, cuca-fresca e alma lavada para entrar no clima sereno e tranquilo de Nevis.

Belo pôr-do-sol em Pinney's Beach, na ilha de Nevis

Belo pôr-do-sol em Pinney's Beach, na ilha de Nevis

Saint Kitts E Neves, Basseterre, Charlestown, Liamuiga, Praia, mar, beach, Nevis, Caribbean, sea, Saint Kitts E Nevis, vulcão, Saint Kitts and Nevis, St Kitts, Wellington Road, Mt Liamiuga, volcano, Pinneys Beach

Veja todas as fotos do dia!

A nossa viagem fica melhor ainda se você participar. Comente!

Post anterior Magnífico final de tarde em Brimstone Hill, na ilha de St. Kitts - Caribe

St. Cristopher Histórica

Post seguinte O característico vulcão encoberto de Nevis - Caribe

Nevis, de bem com a vida

Blog do Rodrigo Admirando a enorme cratera do monte Liamuiga, o vulcão da ilha de St. Kitts - Caribe

Na Boca do Vulcão

Comentários (3)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 05/06/2013 | 11:11 por Paulo Pereira

    Para além dos cenários paradisíacos e o mergulho em culturas tºao diferentes, alguém (presumo que o Rodrigo) vai ficar com mais uma bela história para contar: conhecer o paladar de cervejas de (quase) todo o Mundo:)

    Resposta:
    Como assim? Eu também adoro cervejas Paulo! rsrs! Nossa coleção de fotos de cervejas de todos estes lugares continua! Beijos!

  • 12/04/2011 | 15:38 por Paula Ribas

    Essa foto do por do sol parece de mentira! Meu Deus, tudo é lindo aí!

    Resposta:
    Nem em fale, esse por-do-sol foi de longe um dos mais bonitos que tivemos nos últimos meses de viagem, tempo totalmente claro, fim de tarde animal! =) Bjooos

  • 10/04/2011 | 21:04 por clenilça alves da silva(cleo)

    Oi Ana, tudo bem com vocês? que maravilha fico babando a cada vez que vejo o blog ,viajo literalmente,kkkkkkk.estão realmente de parabèns.

    Resposta:
    Desculpa a demora para responder Cleo! Demorei justo pq não estava tudo tão bem, Rodrigo doente (quase 42°C de febre) mas agora ele já está melhor. Ufa... Eu tb fico impressionada com essa viagem, esse Caribe é uma caixinha de surpresas. Um lugar mais lindo e diferente que o outro! =) Continue viajando com a gente! Bjooos

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet