0 Mompós - Blog da Ana - 1000 dias

Mompós - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Mompós

Colômbia, Mompós

Orla do Rio Magdalena em Mompós, na Colômbia

Orla do Rio Magdalena em Mompós, na Colômbia


Mompós, uma das cidades que teria inspirado a cidade de Macondo, na obra de realismo fantástico de Gabriel Garcia Marquez, 100 anos de solidão. Uma ilha no meio das planícies alagadas pelo Rio Magdalena, entre os estados de Magdalena, Cesar e Bolívar, na Colômbia.

Transporte por burro, muito comum na estrada entre Astrea e Mompós, na Colômbia

Transporte por burro, muito comum na estrada entre Astrea e Mompós, na Colômbia


Mompós é aquela cidade onde sentimos que o tempo parou. As casas de arquitetura colonial, as ruas de pedra e o lento passo de seus moradores nos fazem pensar que entramos em algum tipo de máquina do tempo.

Rua do centro histórico de Mompós, na Colômbia

Rua do centro histórico de Mompós, na Colômbia


Às margens do Rio Magdalena, assistimos barcos indo e vindo, pescadores, moradores ribeirinhos, patos mergulhões, peixes saltitantes e garças rasantes.

Garça nos pântanos do Rio Magdalena, no caminho à Mompós, na Colômbia

Garça nos pântanos do Rio Magdalena, no caminho à Mompós, na Colômbia


Edifícios esquecidos, praças sombreadas e a igreja fechada em um dia escaldante onde a única saída é sentar à beira do rio e se refrescar com um bom copo de cerveja e uma conversa interessante com os passantes, turistas e moradores.

Construção histórica com grande porta para o Rio Magdalena, em Mompós, na Colômbia

Construção histórica com grande porta para o Rio Magdalena, em Mompós, na Colômbia


Aos que tem sede de mais, um barco parte as 14h30 para um tour ensolarado para o avisamento de vida silvestre. Macacos, jacarés, pássaros de todos os tipos. Para os que passaram as últimas três horas desatolando carros, atravessando lagos que cruzaram a estrada e que finalmente chegaram à pacata Mompós, resta entrar no mesmo compasso e observar as borboletas amarelas de Gabriel e imaginar Malquíades pelas ruas de Macondo.

Essa é a estrada à nossa frente, no caminho à Mompós, na Colômbia

Essa é a estrada à nossa frente, no caminho à Mompós, na Colômbia



DICAS

Onde ficar
Há vários hotéis na cidade, mas o hostal mais conhecido e muito bacana é a “Casa Amarilla”, na Calle Albarrada, em frente ao rio. O delicioso café da manhã com frutas com vista para o jardim florido faz sentir-nos em um verdadeiro oásis.

A Casa Amarilla, nosso hostal em Mompós, na Colômbia

A Casa Amarilla, nosso hostal em Mompós, na Colômbia


Tours
Um guia muito simpático está na casa do Doce de Limão, acabamos não utilizando seus serviços, mas nos pareceu muito bacana e prestativo. Ele faz tours pelo centro histórico e de barco pelo Rio Magdalena.

Um dos braços do Rio Magdalena, em Mompós, na Colômbia

Um dos braços do Rio Magdalena, em Mompós, na Colômbia


Música
Vale tentar um encontro com os famosos Gaiteiros de Sangacito, que fazem uma música folclórica tradicional da região. Não sei se custa, quanto custa, pois não conseguimos organizar o encontro. Mas amigos nos garantiram, vale à pena conferir.

Conversando com a suiça Lili e o alemão Gandolf na orla do rio Magdalena, em Mompós, na Colômbia

Conversando com a suiça Lili e o alemão Gandolf na orla do rio Magdalena, em Mompós, na Colômbia

Colômbia, Mompós, Rio, Rio Magdalena, Macondo, 100 anos de solidão

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior Muito barro no caminho à Mompós, na Colômbia

Aventura?

Post seguinte A linda paisagem na viagem de ferry sobre o Rio Magdalena, em Mompós - Colômbia

A La Costa!

Blog do Rodrigo Muito estressado com a vida em Mompós, na Colômbia

Vida Mansa em Mompós

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 16/11/2011 | 21:30 por Luz Elena Cuentas May

    HOla Ana y Rodrigo,
    Les deseo un feliz viaje y espero verlos pronto por acá en Cartagena...
    Un fuerte abrazo..
    Cuidense mucho...
    Luz Elena (Naves)

    Resposta:
    Hola Luz!!! Muuucha gracias por todo!
    Nos vemos pronto en Cartagena! =)
    Besos,
    Ana