0 Big Wall in Little Cayman - Blog da Ana - 1000 dias

Big Wall in Little Cayman - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Big Wall in Little Cayman

Ilhas Caiman, Little Cayman

Mergulhando no Randy's Gazeboo, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Mergulhando no Randy's Gazeboo, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


O dia começou cedo. Já tínhamos reservado duas saídas, ou três mergulhos, com operadora do Beach Resort Little Cayman. Paul nos serviu o café da manhã e levou até lá ainda antes das 8h, a tempo de prepararmos nosso equipamento de mergulho e nos unirmos ao grupo. Após o briefing do barco, saímos em direção à famosa Bloddy Bay, onde estão localizados os principais pontos de mergulho, no norte da ilha.

Pronto para mergulhar, de sunga e meias! (em Little Cayman, nas Ilhas Caiman)

Pronto para mergulhar, de sunga e meias! (em Little Cayman, nas Ilhas Caiman)


Para a nossa surpresa a nossa dive master era uma brasileira! Roxane na verdade possui 3 cidadanias, cidadã do mundo tem pais europeus (belga e alemão, senão me engano), que viveram na Zaire (antigo Congo Belga) e que se mudaram para o Brasil, vivendo em Curitiba e depois no Rio de Janeiro, onde ela nasceu. Ainda pequena mudou-se com os pais para os EUA, falando então fluentemente inglês, francês, alemão e o português!

Muita cor nos corais de Marilyn's Cut, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Muita cor nos corais de Marilyn"s Cut, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


A estrutura e o serviço da operadora são ótimos! Recebemos um briefing detalhado de cada ponto de mergulho e podemos escolher nos unir ou não ao dive master que vai guiando o grupo. Eu e o Rodrigo decidimos fugir da muvuca e nos aventurar sozinhos nas águas da baía sangrenta. Quase todos os pontos estão à beira do abismo submarino, paredão vertical (e as vezes negativa) de mais de 4.000m de profundidade!

Acompanhando as impressionantes paredes do Marilyn's Cut, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Acompanhando as impressionantes paredes do Marilyn"s Cut, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


O primeiro ponto da manhã foi o Marilyns Cut. Começamos o mergulho descendo por um cânion coralíneo e já demos de cara com um caranguejo gigante, com quase 30cm de carapaça e patolas nada amigas! Saindo do cânion flutuamos sobre o abismo infinito e a linda imensidão azul. Cruzamos muita vida, todos os tipos de peixes e algumas tartarugas simpáticas.

Voando sobre um penhasco de mais de 2 km no Marilyn's Cut, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Voando sobre um penhasco de mais de 2 km no Marilyn"s Cut, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


O segundo mergulho foi no Randy´s Gazebo, o gazebo que dá nome ao local está abaixo dos 30m, após o primeiro mergulho profundo, deixamos o gazebo pra lá e seguimos o perfil mais conservador, indo no máximo aos 25m.

A inconfundível silhueta de uma tartaruga durante mergulho no Marilyn's Cut, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

A inconfundível silhueta de uma tartaruga durante mergulho no Marilyn"s Cut, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


Logo no início do mergulho, saindo de algumas pequenas cavernas coralíneas, demos de cara com um Caribbean Reef Shark. O tubarão tinha pouco menos de 2m e estava entre 30 e 33m, cruzamos com ele na ida e na volta do seu “passeio” pela parede. Lindo!

Encontro com um tubarão no Randy's Gazeboo, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Encontro com um tubarão no Randy's Gazeboo, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


Voltamos à base de operações para um intervalo, almoçamos uma saladinha light e pegamos uma prainha básica, lugar perfeito para liberar todo o nitrogênio residual do organismo! Rsrs!

Muito sol e pouco vento no segundo dia em em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Muito sol e pouco vento no segundo dia em em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


Praia paradisíaca em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Praia paradisíaca em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


À tarde seguimos para o terceiro mergulho, já na parte sul da baía, em um ponto chamado Gay´s Reefs. A profundidade não passa dos 14m entre formações de corais entrecortados por corredores de areias.

Peixe se esconde na areia em mergulho no Gay's Reef, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Peixe se esconde na areia em mergulho no Gay's Reef, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


Imensos moluscos protegidos por suas conchas deixam rastros na areia em suas longas peregrinações, enquanto duas arraias (stingrays) voam apressadas para algum compromisso inadiável. Cardumes de peixes e lagostas solitárias nos fazem companhia nesse imenso mundo submarino.

Concha do mar habitada! (no Gay's Reef, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman)

Concha do mar habitada! (no Gay's Reef, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman)


Terminado nosso primeiro dia de mergulho, Paul estava lá para nos buscar para o idílico final da tarde no Sunset Cove. Animei ainda a dar uma longa remada de caiaque até os arrecifes que protegem a baía, onde as garças se alimentam no final de tarde cada vez mais rosado, enquanto o sol se põe no nosso quintal. Foi perfeita para uma relaxada após um dia embaixo d´água.

A Ana aproveita o fim de tarde para remar na baía em frente ao nosso hotel em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

A Ana aproveita o fim de tarde para remar na baía em frente ao nosso hotel em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


Voltando à terra firme depois de remar pelo entardecer na baía em frente ao nosso hotel em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Voltando à terra firme depois de remar pelo entardecer na baía em frente ao nosso hotel em Little Cayman, nas Ilhas Caiman


Assim que o sol se pôs, nossos anfitriões ainda prepararam um churrasco ao estilo americano. Ao pé da fogueira trocamos histórias de nossas vidas, como começou o romance de Paul e Isabelle em um encontro pela internet que se concretizou em Londres e continua como um sonho neste pedaço de paraíso na terra. Noite estrelada, boa companhia e dia perfeito na mais exclusiva ilha Cayman.

Fim de tarde e início de fogueira no Sunset Cove, nosso hotel em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Fim de tarde e início de fogueira no Sunset Cove, nosso hotel em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Ilhas Caiman, Little Cayman, Mergulho, Cayman Islands

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior A pequena praia de nossa deliciosa pousada em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Little Cayman

Post seguinte Grandes esponjas nas pareds do Randy's Gazeboo, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Huuuge Wall

Blog do Rodrigo Incrível mergulho no Marilyn's Cut, em Little Cayman, nas Ilhas Caiman

Mergulho Top no Caribe

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 09/09/2012 | 07:32 por Paulinha Ribas

    Qta poesia!
    Caribe te inspira amiga!

    Resposta:
    O mar me inspira... o mar do Caribe então!?! Inspira demais! hahaha!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet