0 Barco de Linha - Blog da Ana - 1000 dias

Barco de Linha - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Barco de Linha

Brasil, Maranhão, Barreirinhas

Região de Vassouras, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

Região de Vassouras, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses foi criado em 2 de junho de 1981, possui 155 mil hectares e fica localizado no litoral do Maranhão. As grandes atrações do parque são suas dunas de mais de 40m e lagoas, que começam a aparecer no início do período chuvoso e preenchem cada funil deixado pelas dunas, formando uma paisagem sensacional entre os meses de maio a agosto.

As primeiras dunas a aparecer, em Vassouras, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

As primeiras dunas a aparecer, em Vassouras, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


Algumas pequenas comunidades ficam localizadas às margens de lagoas permanentes no meio do parque, como a Queimada dos Britos e Baixa Grande, mas estas estão distantes e sem muita infra-estrutura turística, precisando de pelo menos dois dias de caminhada para alcançá-las. Nosso plano inicial era fazer esta caminhada, porém nosso tempo está curto e ainda não estamos no período em que as lagoas estão mais cheias. Assim escolhemos uma base alternativa à agitada cidade de Barreirinhas, que nos desse acesso a algumas das melhores atrações do parque, o vilarejo de Atins.

Pássaros dormem ao sol, durante viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

Pássaros dormem ao sol, durante viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


As fronteiras do parque nacional são, basicamente, o mar ao norte, a cidade de Barreirinhas ao Sul, o Rio Preguiças ao leste e a cidade de Santo Amaro a oeste. O Rio Preguiças, portanto, é um dos pontos chaves para a exploração dos Grandes Lençóis Maranhenses. Ele margeia a cidade de Barreirinhas e possui algumas comunidades daí em direção à sua foz, as duas principais são o Caburé e o Atins.

Margem e vegetação ao longo do rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

Margem e vegetação ao longo do rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


Há duas formas de chegar até Atins, descendo o rio de barco ou de toyota pela estradão de areia. Este carro possui dois horários e leva em torno de duas horas até lá, por 13 reais. As lanchas rápidas cobram em torno de 50 reais por pessoa (mín. 4 passageiros) para o passeio até a foz, conhecendo as comunidades e te deixando no Caburé ou Atins, última comunidade ribeirinha. Você também pode pegar o barco de linha, que funciona como o ônibus local, custa 10 reais por pessoa, vai parando em todas as comunidades e leva quatro horas para chegar até o destino final. Foi nessa que escolhemos embarcar, pois além de gastar menos, aproveitamos o passeio e vamos nos entrosando na comunidade, entendendo como são a vida e a cultura locais.

Pequena venda em Mandacaru, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

Pequena venda em Mandacaru, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


A aventura já começou no cais, com um atraso de uma hora já que o mestre da embarcação teve que esperar a maré subir para facilitar o carregamento de materiais de construção no porão da embarcação. Sacos de cimento e várias ripas de madeira que se encaixaram perfeitamente no chão do barco sob os nossos pés. Com jeitinho coube tudo e todos os passageiros conseguiram viajar confortavelmente em seus bancos de madeira. Além dos moradores e locais, havia 5 turistas: 3 paulistas de férias e um casal ela brasileira e ele italiano que acabara de vir para o Brasil de mala e cuia depois de uma temporada em Londres.

viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


Eu fiquei mesmo interessada foi em um menininho de 12 anos que estava desacompanhado dos pais. Ele tinha uma corrente no pescoço com um pingente que imitava uma arma. Estava tão sério, com uma cara amarrada e eu olhando para ele pensei: “nossa, não é possível que com esta idade já tenha tanta pose de mal. Arma no pescoço e cara de poucos amigos, mó pinta de futuro bandido.” A curiosidade foi me corroendo por dentro, até que puxei assunto para entender qual era a do menino, até por que eu queria muito estar errada.

No barco, durante viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

No barco, durante viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


Ele continuou sério, de início, mas aos poucos foi se soltando e nós passamos as quatro horas do passeio conversando sobre tudo o que vocês podem imaginar! Devanilson é uma criança normal, feliz, que vive na comunidade de Bardaora, às margens do rio. Ele havia ido passar uma temporada com o tio em Barreirinhas e estava voltando para casa, onde suas principais atividades são estudar, brincar e sanar sua imensa curiosidade do mundo em vídeos sobre o mundo animal, medicina, história, que ele encontra na televisão. Tudo o que você perguntar ele sabe, dinossauros, pássaros, frutas, peixes, etc. É bom aluno e sua matéria preferida na escola é ciências sociais. Adivinhem o que quer ser quando crescer? Médico, de crianças. Ele quer estudar e voltar para Barreirinhas, onde ele poderá pegar o barco para cuidar das crianças das comunidades.

'Ambulancha' em Mandacaru, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

"Ambulancha" em Mandacaru, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


Adora viver lá, é muito bom por que não tem carro, não tem poluição e é muito bonito. Lá pelas tantas achei que já poderia perguntar sobre aquela arma no seu pescoço e ele, sem enxergar maldade alguma naquilo respondeu, “era a única que tinha para comprar”. “Ahhh bom, por que eu fiquei com muito medo de você quando te vi sério e com isso no pescoço”, falei, “tire isso daí menino! Rsrs”

Com o Devanilson, durante viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

Com o Devanilson, durante viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


Nós falamos tanto que logo um outro menino que estava no barco quis se juntar a nós, louco para conversar e dividir conosco suas peripécias. Luciano tem 13 anos, já está indo para a oitava série e sua matéria preferida é a matemática. Ele também mora em Bardaora e conhece Devanilson. Ainda não sabe bem o que quer ser quando crescer, mas quer fazer faculdade. Provavelmente será engenharia, já que é bom com números. É uma simpatia, está sempre sorrindo, principalmente com o olhar. Adora conversar com turistas e disse que vários já o fotografaram durante a viagem, por que será?

O Luciiano, em viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

O Luciiano, em viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


Enquanto eu estava entretida com os meus novos amiguinhos, Rodrigo curtia a paisagem lá da frente do barco e descia em cada parada para comprar cervejas geladinhas que nos alimentaram durante o passeio. Sobe gente, desce gente, até que chegou a hora dos meus companheiros irem embora, felizes para suas casas, não sem antes me darem um abraço gostoso e tirarem uma foto de recordação.

Despedindo-se do Luciano e Devanilson, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

Despedindo-se do Luciano e Devanilson, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)


Chegamos à Atins e o Buna estava nos esperando para levar-nos até a pousada. O tempo estava fechando, mas mesmo assim não desistimos de desbravar um pouco a foz deste rio, preguiçoso por natureza. O rio forma várias baias, lagoas e penínsulas antes de chegar ao mar, o que torna a nossa caminhada mais emocionante, já que é uma geografia diferente e um pouco complexa para dois iniciantes em geografia maranhense. Tínhamos uma primeira expectativa de chegar ao mar e o Buna já nos advertiu, vocês teriam que andar uns 8 km. Já eram 5 da tarde, então saímos em direção ao mar, parecia que conseguiríamos, mas quanto mais andávamos mais longe ele ficava. Paramos ali mesmo, em uma das baias, tomamos banho nas águas de Oxum e Yemanjá e ainda tivemos uma visitinha de Oxumaré, com uma chuva daquelas que resistiu a parar. Que venha a chuva! Queremos todas as lagoas bem cheias, garantia de belas paisagens nos mosaicos e dunas dos Lençóis Maranhenses.

Brasil, Maranhão, Barreirinhas, Lençóis Maranhenses, Vassouras, parque nacional, bardaora

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Rio Preguiças, em Barreirinhas - MA

Adentrando os Lençóis

Post seguinte Lagoas começam a aparecer entre as dunas nos Lençóis Maranhenses - MA

Paisagens e Personagens dos Lençóis Maranhenses

Blog do Rodrigo No barco, durante viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

Descendo o Rio Preguiças

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 01/07/2011 | 15:01 por Karolina

    Ana, adorei as imagens e textos, pretendo agora no final do ano fazer uma viagem, vamos de carro em 4 pessoas, vamos sair de São José do Rio Preto, SP. Sabe me indicar, onde posso achar uns sites que me ajude a montar uma boa viagem... ou mesmo vc me dar algumas dicas...vamos passar no minimo uns 15 dias assim com apenas um destino...

    desde já...

    obrigada

    Resposta:
    Olá Karolina! Que tipo de ambiente você prefere? Praia, montanha ou cidade? Aì pertinho Minas Gerais tem lugares maravilhosos (montanhas e cachoeiras) ou se quiser ir mais longe, a divisa do Espírito Santo com a Bahia tem praias incríveis! Vc tem que definir qto tempo quer pegar de estrada, pois ficando 15 dias em um só lugar é bacana escolher um lugar que tenha diversas opções... Ilha Grande - RJ (praia) ou Chapada Diamantina (BA).. enfim, opções não faltam! Se quiser me manda um email e trocamos mais ideias. ana@1000dias.com. Beijos!

  • 15/02/2011 | 08:30 por clenilça alves da silva(cleo)

    Bom dia Ana, que lindo essa interação com as crianças, os lençois heim e maravilhoso !!!olha fico babando os lugares,poucas pessoas imaginam lugares como esses na região nordeste e fantástico!!!!Ana sou super fã desse blog .parabéns,Deus abençõe vocês,estou aguardando sua volta pelo Rio heim!!!

    Resposta:
    Oi Cleo! O nordeste é fantástico mesmo, do litoral ao sertão, passando pelas serras, chapadas e lençóis, é impressionante! Eu voltarei ao Rio, depois dos 1000dias, mas voltarei! =) Beijos!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet