0 Um Ano Depois... - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Um Ano Depois... - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Ubersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jido)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro

Um Ano Depois...

Suriname, Paramaribo, Trinidad e Tobago, Port of Spain

Chegada ao aeroporto de Port of Spain, em Trinidad e Tobago

Chegada ao aeroporto de Port of Spain, em Trinidad e Tobago


Duas horas de sono e o nosso telefone já tocou. Era a portaria do hotel nos acordando, conforme combinado, para que não perdêssemos o ônibus para o aeroporto. Trinta minutos mais tarde, uma última olhada na Fiona que ficava e estávamos entrando no microônibus, cara de sono, não muito diferente dos outros passageiros. Ainda passamos em outros dois hotéis para depois seguirmos ao aeroporto, uma hora de viagem onde ganhamos mais uma hora para dormir.

Todo esse esforço para lá chegar e descobrir que o avião da Surinam Airlines estava com problemas técnicos, sem previsão de horário para partida. Saudades instantâneas da Fiona e da liberdade que ela nos proporciona. Bem, muita reclamação, enrolação e enfim vem a informação do novo horário de decolagem: 10:00.

Longa espera no aeroporto de Paramaribo, no Suriname. Deu até para dormir ou trabalhar...

Longa espera no aeroporto de Paramaribo, no Suriname. Deu até para dormir ou trabalhar...


Era seis e meia quando conseguimos fazer o check-in e entrar na área de embarque do pouco movimentado aeroporto. Ali, boa parte dos passageiros se aboleta nos bancos e dorme. Alguns, como a Ana, profundamente. Eu também durmo um pouco. Mas também consigo trabalhar um pouco tentando aproveitar o tempo perdido.

O avião decola um pouco antes das onze. Deixamos a América do Sul para trás em direção ao Caribe. Por coincidência, quase um ano mais tarde, iniciamos nosso segundo tour por essas ilhas entre as américas. O engraçado é que lembro que no meu atlas das aulas de geografia do ginásio, Trinidad e Tobago fazia parte da América do Sul. Nunca entendi porque, talvez pela proximidade, mas o fato é que estavam no nosso continente. Bom, tecnicamente, até podem ser, mas na prática, são tão Caribe como Bahamas ou Martinica.

Decoração de carnaval no aeroporto de Port of Spain, em Trinidad e Tobago

Decoração de carnaval no aeroporto de Port of Spain, em Trinidad e Tobago


Pouco mais de uma hora depois, aterrisamos no aeroporto internacional de Port of Spain, capital do país. Trinidad, a maior das duas ilhas, foi colônia espanhola até o finalzinho do século XVIII. Daí o nome do país e da capital também. Aí, foi tomada pelos ingleses que permaneceram por aqui até a década de 60. Por isso, a língua falada no país é o inglês, e náo o espanhol.

No aeroporto, muitas estátuas carnavalescas. A cidade tem o carnaval mais agitado do Caribe e nós chegamos com duas semanas de atraso. Bom, teria sido muito mais difícil e caro achar um hotel... Viemos para o Monique's Guest House. No caminho, o taxista afirma que estamos na estação seca, que não há perigo de chuva. É, ele não nos conhece... Chove a tarde inteira. Tempo ideal para dormirmos um pouco, sono atrasado de alguns dias.

Decoração de carnaval no aeroporto de Port of Spain, em Trinidad e Tobago

Decoração de carnaval no aeroporto de Port of Spain, em Trinidad e Tobago


De noite, aqui perto, com muita fome, vamos comer num lugar com Karaokê. A gente só ouve os profissionais. Incrível a voz desse povo. A melanina faz muito bem às cordas vocais, isso é indiscutível! Amanhã é dia de explorar a cidade e planejar nossos dez dias por aqui, entre Trinidad e Tobago. E, aos poucos, vamos nos acostumar com o sotaque deles. Por enquanto, não está muito fácil entender esse inglês pela metade...

Suriname, Paramaribo, Trinidad e Tobago, Port of Spain, Trinidad

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior Com o Sven e a Karen no Witti Creek, na Reserva Natural de Brownsberg, no Suriname

Witti Creek

Post seguinte Mapa de Trinidad e Tobago.

Em Port of Spain

Blog da Ana Longa espera no aeroporto de Paramaribo, no Suriname. Deu até para dormir ou trabalhar...

Suriname Airways

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet