0 Despedida e Passagem por Cancún - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Despedida e Passagem por Cancún - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Despedida e Passagem por Cancún

México, Cancún

skyline formada por grandes hoteis, em Cancún, no sul do México

skyline formada por grandes hoteis, em Cancún, no sul do México


Logo cedo, depois das últimas fotos de Playa (ainda vamos voltar para cá!), fomos levar a Val para o aeroporto de Cancún. Despedida da nossa querida amiga e madrinha que nos brindou com sua companhia nessas últimas duas semanas. Até a Fiona estava triste com a partida dela, seu banco de trás mais vazio do que nunca. Mas, enfim, ela tinha de voltar para sua vida no Brasil e nós, nos reacostumarmos com nossa rotina dividida entre dois. Val, um super beijo para você! Sua passagem pelos 1000dias foi inesquecível para nós!

Chegando ao aeroporto de Cancún, no México, para a despedida da Val

Chegando ao aeroporto de Cancún, no México, para a despedida da Val


Despedida da Val no aeroporto de Cancún, no México

Despedida da Val no aeroporto de Cancún, no México


Depois da despedida, seguimos também o nosso caminho. Depois de semanas tão intensas, que vem desde lá o Hawaii, eu e a Ana resolvemos tirar umas “férias das férias”, diminuir um pouco o ritmo, respirar um pouco, tentar tirar o enorme atraso dos blogs. O litoral caribenho aqui da península do Yucatán parecia o lugar ideal para isso, então, vamos aproveitar! A ideia é passar alguns dias em Isla Mujeres e outros mais em Holbox, outra ilha paradisíaca ainda mais calma que a primeira.

Praça central da cidade de Cancún, no México

Praça central da cidade de Cancún, no México


Mas, antes disso, como já estávamos aqui em Cancún, fomos conhecer um pouco da cidade. Por mais incrível que possa parecer hoje, nem sempre essa cidade foi uma meca do turismo organizado e de pacotes. Não, Cancún também já foi um lugar tranquilo...

Praia em Cancún, no sul do México

Praia em Cancún, no sul do México


Pois é, a tranquilidade durou até 1970. Nessa época, a população daqui era exatamente de 3 pessoas, todos responsáveis em tomar conta dos coqueirais de uma fazenda que aqui existia, cujo proprietário morava em Isla Mujeres. Mas o governo mexicano, junto com o empresariado, tinha decidido transformar essa região de areias claras, corais virgens e águas de cor esmeralda no maior empreendimento turístico da época. É claro que, sem ter certeza do sucesso, os empresários só entraram com as ideias e boas intenções, o dinheiro todo vindo dos cofres estatais.

Pelicano posa (e pousa) para fotos, em Cancún, no México

Pelicano posa (e pousa) para fotos, em Cancún, no México


Pelicano descansa em pier em Cancún, no sul do México

Pelicano descansa em pier em Cancún, no sul do México


Dez anos mais tarde e já eram dezenas de hotéis. Vinte anos depois, centenas. Tudo para atender os milhões de turistas anuais, atrás de vida boa em resorts all-inclusive e do conto de fadas de um mundo perfeito, desde que se possa pagar por isso. Devidamente empacotado, passagens aéreas, hospedagem e passeios, economia de escala para tanta gente que vem, os preços ficam bem convidativos. Para quem gosta de conforto e de já ter tudo preparado e organizado, sem ter de se preocupar com nada, difícil imaginar melhor lugar.

hotel em Cancún, no sul do México

hotel em Cancún, no sul do México


Cancún está dividida em duas partes. A cidade, propriamente dita, está um pouco mais afastada do mar. É onde moram as pessoas e trabalhadores dos resorts, as ruas e avenidas, os bancos e prédios públicos, as escolas e igrejas, as praças e alamedas. Foi o primeiro lugar que fomos conhecer. Longe do glamour da Cancún dos turistas, parece que estamos em uma cidade do interior. Uma praça maior, um calçadão, umas lojas meio caídas, nada de especial.

hotel em Cancún, no sul do México

hotel em Cancún, no sul do México


A outra Cancún, essa dos investimentos milionários, é uma grande avenida que atravessa a estreita faixa de terra entre o mar e uma lagoa. Ao longo dessa avenida estão as dezenas de resorts e hotéis, todos com seus restaurantes, lojas, boates e praias quase particulares. Uma vez lá dentro, pode-se fazer a vida por lá, só colocando o pé para fora para entrar em algum ônibus de turismo para Chichen-Itza ou algo parecido.

A grande lagoa em Cancún, no sul do México

A grande lagoa em Cancún, no sul do México


A gente foi até uma das praias com acesso público mais facilitado, tiramos nossas fotos do belíssimo mar e da skyline da cidade, formada pelos grandes hotéis, e fomos procurar algum lugar para almoçar. Entre o mar e a lagoa, acabamos escolhendo a lagoa, mais tranquila e, aparentemente, com melhores restaurantes. Acabamos encontrando um em que fomos muitíssimo bem atendidos, todo o staff do restaurante adorando a nossa história de viagem e, claro, a Fiona estacionada ali do lado. Éramos os primeiros clientes do dia e eles até abriram o restaurante um pouco antes, por nossa causa. Vista maravilhosa da lagoa e a comida, nossa... estava um desbunde! Da entrada à sobremesa.

Maravilhosa sobremesa em restaurante em Cancún, no sul do México

Maravilhosa sobremesa em restaurante em Cancún, no sul do México


Muito bem alimentados, estava na hora do nosso ferry para Isla Mujeres, na frente de Cancún. Nós deixamos a cidade para trás felizes por temos encontrado a sua face mais humana. Foi justamente em um restaurante caro, no coração da parte chique de Cancún. Mas as pessoas que lá trabalhavam e nos receberam eram de carne e osso, com seus sonhos e curiosidades. Certamente, moravam naquela outra Cancún, a primeira onde estivemos. A gente os conheceu como garçons, mas nos despedimos como amigos. Enfim, partimos de Cancún com saborosas e fraternas lembranças. O antigo coqueiral, hoje selva de pedra, também terá seu espaço de honra reservado em nossas memórias.

Partindo de Cancún rumo à Isla Mujeres, no sul do México

Partindo de Cancún rumo à Isla Mujeres, no sul do México

México, Cancún, história

Veja todas as fotos do dia!

Não nos deixe falando sozinhos, comente!

Post anterior A bordo da nossa 'ferrari conversível', na ilha de Cozumel, no litotal de Yucatán, no sul do México

Para Quem Gostas de Fuscas

Post seguinte Muitas cores em praia de Isla Mujeres, no litoral sul do México, do lado do Caribe

Férias em Isla Mujeres - O Mar

Blog da Ana skyline formada por grandes hoteis, em Cancún, no sul do México

Despedida em Cancún

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet