0 Caiaque em Tofino - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Caiaque em Tofino - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Caiaque em Tofino

Canadá, Tofino

Delicioso passeio de caiaque nas águas tranquilas e geladas de Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá

Delicioso passeio de caiaque nas águas tranquilas e geladas de Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá


Chegando ontem perto de Tofino, nas últimas luzes do dia, percebemos em primeira mão porque estamos na chamada “Wet Coast” do Canadá. O céu, que estava limpo até então, cobriu-se de espessas nuvens. Como em tantos outros lugares ao longo da costa do Pacífico no nosso continente, os ventos úmidos que vem do mar se chocam com as montanhas costeiras, criando as nuvens, a chuva e tornando o ambiente propício para uma densa vegetação que só não é “tropical” porque não estamos nos trópicos.

Preparando-se para nosso passeio de caiaque em Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá

Preparando-se para nosso passeio de caiaque em Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá


Vestida para o passeio de caiaque em Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá

Vestida para o passeio de caiaque em Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá


Hoje, o dia amanheceu nublado novamente. Nada que nos impedisse de começar a aproveitar a riquíssima natureza da região. O programa escolhido foi um passeio de caiaque pelos canais, baías e ilhas ao redor de Tofino. O mar, protegido do oceano aberto pelas várias ilhas, vira uma verdadeira lagoa, tornando-se um lugar ideal para a prática dessa atividade.

Passeio de caiaque em Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá

Passeio de caiaque em Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá


Passeio de caiaque em Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá

Passeio de caiaque em Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá


As ilhas e canais podem deixar as águas calmas, mas de nada adiantam em relação à temperatura congelante do mar. Própria para baleias e orcas, mas não para seres humanos. Assim, para andar de caiaque, vestimos uma espécie de saia que se acopla com a entrada do barco, vedando-a. Foi a primeira vez na vida que andamos com esse aparato todo e eu fiquei impressionado com a eficiência dele. Quase três horas de remadas entre a ida e a volta e chegamos sequinhos. Muito legal!

Passeio de caiaque nas águas calmas e geladas de Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá

Passeio de caiaque nas águas calmas e geladas de Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá


Kelps, as enormes algas na região de Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá

Kelps, as enormes algas na região de Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá


Nós fomos em um grupo de seis pessoas e um guia, o simpático Andrew. Eu e a Ana num caiaque duplo que, além das nossas “saias” anti-água gelada, tinha um pedal para controlar o leme. Junte-se a isso o tapete que era o mar e nós navegamos como se flutuássemos pelo ar. Bem gostoso. O destino final era uma ilha com uma trilha em meio a uma floresta de árvores multicentenárias, que nunca foi explorada.

Um passeio pela mata de uma ilha próxima à Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, nos leva até árvores centenárias, quase sagradas! (na Columbia Britânica.no Canadá)

Um passeio pela mata de uma ilha próxima à Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, nos leva até árvores centenárias, quase sagradas! (na Columbia Britânica.no Canadá)


No caminho, fomos parando ao largo de praias e baías para o Andrew nos explicar coisas sobre a fauna, flores e nativos da região. Uma verdadeira aula prática de história, geografia, antropologia e ecologia. Muito legal. Por exemplo, finalmente aprendemos algo sobre uma espécie de alga que cresce em verdadeiras florestas no mar daqui, chamadas de Kelp. A gente sempre vê algumas delas na praia e ficamos impressionados com o seu tamanho. Hoje, tivemos a oportunidade de vê-las ainda vivas e aprender um pouco sobre sua biologia. Passamos também em frente a uma aldeia que está no mesmo lugar há mais de 5 mil anos. Ou seja, uma cidade muito mais velha que qualquer uma das metrópoles mundiais, como Londres, Paris ou Roma (nem vou citar as do nosso continente, que ainda vivem na infância!). Os habitantes eram notórios baleeiros. Não iguais a esses modernos, japoneses, que atiram nas pobres baleias do alto de seus navios com armas apontadas com lazer. Não! Esses saíam em suas canoas para quase 100 pessoas (feitas em um único tronco!), atiravam uma lança envenenada na baleia. Aí, um deles pulava na água (geladaaaaaa!) e amarrava a boca da baleia, para que ela não afogasse e afundasse. A canoa puxava a baleia para a praia mais próxima onde os nativos tentavam aproveitar cada centímetro daquelas dezenas de toneladas de matéria orgânica. Sustentava toda a tribo por um bom tempo! Posso ser contra a caça a baleia, mas como não tirar o chapéu para esse cara que pulava na água para amarrar a boca do gigantesco animal?

Um passeio pela mata de uma ilha próxima à Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, nos leva até árvores centenárias, quase sagradas! (na Columbia Britânica.no Canadá)

Um passeio pela mata de uma ilha próxima à Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, nos leva até árvores centenárias, quase sagradas! (na Columbia Britânica.no Canadá)


Confraternizando com uma árvore de 800 anos de idade, perto de Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá

Confraternizando com uma árvore de 800 anos de idade, perto de Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá


Enfim, chegamos à ilha e fizemos a trilha. Aí pudemos ver, com os próprios olhos, as tais árvores com as quais os nativos faziam suas grandes canoas. Que maravilhosas! Em frente a cada uma delas, a vontade é ajoelhar e rezar. Árvores que já estavam aqui muito antes de Colombo chegar ao continente. Mil anos de imponência e sabedoria! E por muito pouco tudo isso não virou lenha, há pouco menos de 30 anos. Foram os protestos aqui realizados para salvar essas mesmas árvores de uma grande lenhadora que tinha comprado os direitos de exploração da ilha que alavancaram o movimento ecológico mundial, no início da década de 80. Uma mistura de hippies e de expatriados americanos que buscaram refúgio por aqui para fugir da Guerra do Vietnã, ajudados por nativos que declararam esse um local sagrado para eles, conseguiram evitar a derrubada desses gigantes e hoje, caminhando por ali, só pude me tornar eternamente grato a eles. Que dádiva é estar em frente a uma árvore de quase dois mil anos (a mais velha delas) que se tornou um verdadeiro Jardim Botânico, de tantas plantas que crescem pelos seus galhos hoje em dia.

Depois do caiaque, caminhando por ilha próxima à Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá

Depois do caiaque, caminhando por ilha próxima à Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá


Depois das árvores, voltamos todos aos nossos caiaques e daí para Tofino. Amanhã passaremos por aqui também, explorando um pouco as praias que fizeram esse lugar famoso por todo o Canadá. Parece que não vem sol, mas também não vem chuva. Por falar nisso, Tofino também é famosa por suas tempestades violentas. Tão violentas que um novo tipo de turismo nasceu por aqui. Pessoas vão para perto das praias justamente durante as tempestades, para observar a fúria do mar. São os chamados “storm watchers”. Bem que eu gostaria, mas terá de ser em outra oportunidade...

Essa árvore, que mais parece um Jardim Botânico, pode ter 2 mil anos de idade! (em Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá)

Essa árvore, que mais parece um Jardim Botânico, pode ter 2 mil anos de idade! (em Tofino, na costa oeste da Vancouver Island, na Columbia Britânica.no Canadá)

Canadá, Tofino, trilha, British Columbia, Vancouver Island

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior Trilha cheia de maravilhosos lagos no Forbidden Plateau, a parte alta do Strathcona Provincial Park, em Vancouver Island, oeste do Canadá

Forbidden Plateau

Post seguinte Surfista e seu cachorro enfrentam as águas geladas de praia em Tofino, na costa oeste de Vancouver Island, litoral da British Columbia, oeste do Canadá

Entre Praias e Árvores

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet