0 Urubici - Blog da Ana - 1000 dias

Urubici - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Urubici

Brasil, Santa Catarina, Urubici

Urubici - SC, no fundo de um vale

Urubici - SC, no fundo de um vale


De volta à estrada, hoje levamos perto de 6 horas entre Curitiba e a cidade de Urubici, na Serra Catarinense. Os primeiros trezentos quilômetros até Florianópolis levaram pouco mais de 4 horas, pois chegamos exatamente no horário do rush. Eram seis horas da tarde e o trânsito estava parado desde a entrada de Governador Celso Ramos até Palhoça, onde começa a estrada da serra. Fiquei impressionada com o crescimento das cidades de Palhoça, São José e mesmo Floripa, que hoje já transformaram a BR-101 em uma avenida central da metrópole que formam juntas. Enfim, chegamos a Urubici perto das 20h e decidimos ficar hospedados no centro mesmo.


Exibir mapa ampliado

Urubici é um dos municípios mais frios do Brasil, não só na sua área urbana, mas principalmente na sua parte alta. O ponto mais alto do sul do país, o Morro da Igreja, está dentro de seus limites. A cidade possui em torno de 10 mil habitantes possui uma avenida principal onde se encontram as pousadas, hotéis, dois ou três restaurantes, o centro de informações turísticas e a maior parte do comércio local. A maioria dos estabelecimentos só aceita dinheiro ou cheque, cartão de crédito apenas na farmácia, posto e na pizzaria.

Urubici (SC) antes da neblina

Urubici (SC) antes da neblina


A cidade em si não possui muitos atrativos, mas é a principal base para os turistas de todos os cantos que vem em busca das belezas naturais dos seus arredores, cânions, montanhas, serras e cachoeiras. As Serras do Rio do Rastro e a estrada do Morro da Igreja atraem centenas de motociclistas e bikers em busca de aventura e muitas curvas.

A bela igreja de Urubici - SC

A bela igreja de Urubici - SC


Jantamos em um restaurante delicioso chamado “A Taverna”, um foundue de queijo à beira da lareira, acompanhados de uma bela garrafa de vinho. Hoje a temperatura está perto dos 3°C, clima bem úmido, mas não está prevista a precipitação de neve. Tudo bem, nós temos muitos agasalhos e paciência, ainda iremos encontrá-la.

Brasil, Santa Catarina, Urubici, Morro da Igreja, BR 101

Veja mais posts sobre Morro da Igreja

Veja todas as fotos do dia!

Não nos deixe falando sozinhos, comente!

Post anterior Nova campanha cívica da Fiona, em Curitiba - PR

Eu Respeito!

Post seguinte Cachoeira do Avencal, em Urubici - SC

Serra Catarinense

Blog do Rodrigo Brincando com a sobrinha, em Curitiba - PR

Deixando Curitiba

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 01/07/2011 | 17:43 por MARGARETH BRASILEIRO

    Que bom fiquei feliz em saber que você foi Escoteira e eu Bandeirante. De onde será que vem esse nosso amor a liberdade, a natureza e por gostarde viajar, adivinha?.
    Sempre alerta. abraços.

    Resposta:
    Eu não tenho dúvida! Minha primeira viagem internacional foi para o 18° Jamboree Mundial, na Holanda (1995). Dali nunca mais quis parar, o movimento escoteiro sem dúvida ajudou a formar essa minha paixão pela estrada e pela vida. Beijos!

  • 01/07/2011 | 17:38 por MARGARETH BRASILEIRO

    OI ANA TUDO BEM? NÓS JÁ CONVERSAMOS UMA VEZ NO VIAJAMOS.COM. EU FICO OLHANDO AS FOTOS, AS VIAJENS DE VOCÊS E FICO POR UM LADO MUITO ANIMADA DE VER TANTA COISA LINDA E POR OUTRO LADO FICO MUITO TRISTE, PORQUE A VIDA QUE VOCÊS LEVAM É REALMENTE A VIDA QUE EU SEMPRE SONHEI PARA MIM. ADORO VIAJAR, SEMPRE ME VI DE MOCHILA NAS COSTAS DESDE CRIANÇA. EU AS VEZES TENHO VONTADE DE LARGAR TUDO E SAIR POR ESSE MUNDO DE DEUS. SOU MUITO AVENTUREIRA DAQUELAS QUE GOSTA DE TUDO UM POUCO, DE ANDAR, MERGULHAR, DA PRAIA, DO MATO, DE ESCALAR, DE TUDO, DE DORMIR EM QUALQUER CANTO, ENFIM DE VIVER. JÁ FUI BANDEIRANTE, SABE, JÁ ACAMPEI MUITO. TENHO NECESSIDADE DE LIBERDADE. QUEM SABE UM DIA REALIZO ESSE SONHO. A MINHA PERGUNTA: VOCÊS TRABALHAM PARA ALGUMA EMPRESA OU VOCÊS VIAJAM POR QUE GOSTAM E ARRANJARAM QUEM AJUDE FINANCEIRAMENTE. ABRAÇOS A VOCÊS E CONTINUEM VIAJANDO.

    Resposta:
    Olá Margareth! Não fique triste, veja a nossa viagem como um incentivo para você realizar o seu sonho! Não é sempre que encontramos pessoas assim, como nós, que gostam de tudo um pouco... projetos patrocinados geralmente são mais específicos, vão em um ponto e dependem de pesquisa e uma outra estrutura. No nosso caso nós trabalhamos, economizamos dinheiro, nos desapegamos de tudo o que tínhamos (vendemos, doamos, etc) e pegamos estrada. Nós não temos casa e nem nada material esperando por nós qdo voltarmos, apenas nossa família, amigos e conhecimento. Tenho certeza que você também consegue. Beijos! Ana

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet