0 Paisagens e Personagens dos Lençóis Maranhenses - Blog da Ana - 1000 dias

Paisagens e Personagens dos Lençóis Maranhenses - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Paisagens e Personagens dos Lençóis Maranhenses

Brasil, Maranhão, Atins

Lagoas começam a aparecer entre as dunas nos Lençóis Maranhenses - MA

Lagoas começam a aparecer entre as dunas nos Lençóis Maranhenses - MA


Vocês têm que comer o camarão da Luzia! Esta foi uma das frases mais ouvidas quando falamos que iríamos ficar em Atins, nos Lençóis Maranhenses. Este restaurante fica no Canto de Atins, há uns 8 km da vila onde estávamos hospedados.

Bela paisagem vista do alto da duna em Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

Bela paisagem vista do alto da duna em Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA


Ontem mesmo conhecemos um casal que havia acabado de chegar direto de São Paulo, Eduardo e Mel, além de super parceiros, uma ótima para tentarmos barganhar os preços dos passeios, que chegam a ser proibitivos. 50 reais por pessoa em uma Toyota para andar 25km é demais! Por isso decidimos sair andando para a Luzia e depois tentar encontrar alguma alternativa mais barata para conhecer a outra grande atração da região, a Lagoa Verde.

Com o Edu e a Mel, em Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

Com o Edu e a Mel, em Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA


Eduardo e Mel se conheceram há 3 anos na Praia do Espelho, ela morou sozinha desde os 11 anos quando trabalhava como modelo. Depois passou por uma fase hippie, morando em comunidades alternativas e hoje estuda design em São Paulo. Uma experiência de vida e tanto para uma garota de apenas 23 anos! Eduardo é um empresário paulista super empreendedor na área de turismo. Tudo o que você perguntar ele já teve ou fez! É daqueles idealistas corajosos e apaixonados pelo seu trabalho. Eles tiraram alguns dias para conhecer os Lençóis, vindos da loucura de São Paulo e aterrissando aqui nesta calmaria de Atins, loucos para fazer um intensivão de natureza aqui nesse lugar maravilhoso.

Cruzando a Ponta do Mangue em direção ao Poço das Pedras, região de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

Cruzando a Ponta do Mangue em direção ao Poço das Pedras, região de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA


Intensivão é com a gente mesmo! Logo toparam se unir à nossa caminhada e se entregar aos quilômetros de praias, lagoas, pântanos e dunas. Foi uma sintonia muito bacana! Exploramos, conhecemos e viramos aquele Atins do avesso até avistar ao longe a cabana da Luzia, nosso objetivo do dia. Falamos de tudo, mercado, negócios, turismo, roteiros, viagens, espiritualidade e tudo mais o que possam imaginar.

Caminhando sobre as dunas em direção ao Restaurante da Luzia, no Canto do Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

Caminhando sobre as dunas em direção ao Restaurante da Luzia, no Canto do Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA


Depois dos 8km de caminhada, chegar ao restaurante da Luzia é quase como chegar a um oásis. Água de coco tirada do pé, redes à disposição e o principal, a Luzia, querida e atenciosa nos recebendo de braços abertos. Enquanto Luzia preparava os nossos pratos, sugeriu que fôssemos conhecer o Poço das Pedras, a 50 minutos de caminhada dali. Estávamos muito curiosos, pois todos nos avisaram, “vocês vão comer o melhor camarão de suas vidas!” Mesmo não sendo dos nossos pratos preferidos, não tivemos dúvida e já pedimos um tira-gosto para agüentar a caminhada. Camarão grelhado, também conhecido como churrasco de camarão. CARACA, o prato é SENSACIONAL! A casca do camarão descola da carne com muita facilidade, o ponto da grelha é o segredo, deixando o camarão defumado, com aquele gostinho de churrasco. O tempero é divino, mas a Luzia não revela para ninguém nem sob tortura.

Lagoas começam a aparecer entre as dunas nos Lençóis Maranhenses - MA

Lagoas começam a aparecer entre as dunas nos Lençóis Maranhenses - MA


Caminhamos com o Cláudio, nosso guia local que nos levou ao Poço das Pedras. Uma caminhada tranquila pelas dunas e atravessando uma área verde e a comunidade de Ponta do Mangue, às margens de um pequeno rio perene. Aos poucos vamos chegando a um lugar de areias brancas e bem fininhas, onde a água da chuva forma lagoas de águas cristalinas e um pequeno poço azul. O Poço das Pedras deve ter uns 6 m de diâmetro e 1,5m de profundidade, não mais que isso, mas é totalmente convidativo depois do calor da caminhada. A lagoa ao lado está com uns 30 cm de água, mas ficará ainda mais cheia depois do período chuvoso.

Refrescando-se no delicioso Poço das Pedras, região de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

Refrescando-se no delicioso Poço das Pedras, região de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA


Voltamos à Luzia, já cheios de más intenções. O Zé nos recebeu um a cerveja geladinha e Luzia com os pratos escolhidos: Peixe ao Molho de Camarão, Camarão ao Molho e Strogonoff de Camarão, além dos acompanhamentos e o fabuloso pirão! Pense em um pirão gostoso. É este! Eu não gosto de pirão Luzia! Mas o seu eu comi de me lambuzar! É simplesmente sensacional!

O famoso Restaurante da Luzia, no Canto de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

O famoso Restaurante da Luzia, no Canto de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA


Eu tinha uma missão além de comer este camarão, era a de ter a cara de pau de perguntar à Luzia sobre “os homens da sua vida”, tópico indicado pelo Haroldo que garantiu diversão na certa! Nem precisei chegar às vias de fato, Luzia, além de ótima cozinheira, é uma mulher de personalidade forte e uma história de vida que daria um filme de Walter Sales para competir com Central do Brasil. Hoje, com 41 anos, trabalho é a prioridade número um da sua vida, depois vêm as suas filhas, mãe, marido e lá por último o sexo. Totalmente compreensível, tendo em vista sua história. Ela fala o que pensa, está a frente do seu negócio em cada detalhe. As conchinhas da parede foram colocadas uma a uma por ela, além dos artesanatos de palha, conchas e búzios maravilhosos que produz.

Refrescando-se no delicioso Poço das Pedras, região de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

Refrescando-se no delicioso Poço das Pedras, região de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA


Há 11 anos atrás estava andando pelo Canto do Atins quando viu um casal de franceses perdido, sem uma base para atendê-los, e foi aí que teve a brilhante ideia de criar um posto de passagem para os aventureiros dos Lençóis. Restaurante, bar e até pouso oferece a todos os viajantes que passam por ali. Já conheceu diversos artistas, “a Fernandinha (a Torres), é uma querida!” A que ela se identifica mesmo é a Maitê Proença, pois sabe o que ela sofreu. O sonho de sua vida? Fazer faculdade de direito. Ela acha que não conseguiria mais. Eu? Tenho certeza que sim.

Com a Luzia em seu restaurante, no Canto de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

Com a Luzia em seu restaurante, no Canto de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA


Depois desta aula perseverança acompanhada com os melhores camarões que já comi na minha vida, tínhamos que voltar. Já estava escurecendo e ainda tínhamos 8km para chegar à nossa pousada. Caminhamos pelas dunas apontando as várias chuvas que nos rodeavam e uma delas estava na nossa direção. Não demorou muito para tomarmos uma chuva daquelas, de canivete! Sem ter para onde correr ou aonde se esconder, a opção é abrir os braços e gritar, soltar os bichos, sentir intensamente e fechar com chave de ouro o intensivão da natureza. Fechar? Que nada, mal sabíamos o que nos aguardava!

Cerveja merecida com a Mel e o Edu,, depois da longa caminhada na região de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

Cerveja merecida com a Mel e o Edu,, depois da longa caminhada na região de Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA


Chegamos à vila e fizemos nosso primeiro pit stop no Del Mar, para uma cervejinha. Andamos até a Pousada dos Irmãos, para procurar algum guia que nos levasse à Lagoa Verde por um preço razoável. Eu, Eduardo e Mel paramos no Bar do Seu Chico, enquanto o Rodrigo seguiu na missão. Enquanto esperávamos o Ro, por que não provar a cachacinha e a Tiquira? Cachaça de uva, abacaxi e outros ingredientes secretos do Seu Chico, deliciosa, parece o suco dos ursinhos gummie! Já a Tiquira, whisky maranhense produzido da mandioca, é desgraçado de forte! Cerveja vai, cachaça vem, o Ro chegou e já entrou no embalo. Logo Mariana e Luca, nossos amigos “italianos” do barco de ontem chegaram também. Logo o povo local se empolgou com os turistas doidos e nos levaram para o bar do Vovô do Violão. O vovô de velho não tem nada, mas assim se auto-intitula o compositor do Atins. As músicas são sensacionais, falam das coisas que se passam ao seu redor e canta a vida tranquila de Atins. Ainda finaliza com “telegrama”, música do mais conhecido compositor maranhense, Zeca Baleiro, levando a galera ao delírio! Dá-lhe vovô! Parada obrigatória na “agitada” night de Atins.

O Vovô do Violão mostra sua arte em Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

O Vovô do Violão mostra sua arte em Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA


Como sempre tem alguém mais responsável na turma, Rodrigo e Mel tiveram que arrastar eu e o Edu (respectivamente, rsrsrs) para a nossa pousada. Fechamos o loooongo dia com um banho de piscina e muita risada no Rancho do Buna. Esse dia não acabava nunca, do jeitinho que eu gosto!

Brasil, Maranhão, Atins, lagoas, Lençóis Maranhenses, Poço das Pedras, Camarão da Luzia, parque nacional

Veja todas as fotos do dia!

A nossa viagem fica melhor ainda se você participar. Comente!

Post anterior Região de Vassouras, na viagem pelo Rio Preguiças, entre Barreirinhas e Atins, nos Lençóis Maranhenses (MA)

Barco de Linha

Post seguinte Chegando à linda Lagoa Verde, em meio às dunas dos Lençóis Maranhenses - MA

Lagoa Verde

Blog do Rodrigo Bela paisagem vista do alto da duna em Atins, nos Lençóis Maranhenses - MA

Caminhando nos Lençóis

Comentários (5)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 22/11/2012 | 16:36 por Neusa

    Nossa, adorei os Lençóis Maranhenses. Muito obrigada por tudo...

    Resposta:
    Obrigada por viajar conosco Neusa! =) Beijos!

  • 12/04/2012 | 15:02 por Jhonatas

    Nossa muito bom os lencóis, já tive oportunidade de ir várias vezes, principalmente porque meus avós moram no povoado ponta do mangue por onde vocês passaram, o poço das pedras é maravilhoso, água geladinha, cristalina, não dá pra explicar, só indo e sentido na própria pele todas as sensações de estar lá. Uma imensidão de dunas com água a vontade ... [falando já dá vontade de correr pra lá]
    Parabéns pelo site e pela viagem!

    Resposta:
    Obrigada Jhonatas! Lençóis é mesmo daqueles lugares que colocamos na lista dos que queremos voltar! Lindo demais! Beijos!

  • 25/02/2012 | 09:41 por Regina Reis

    Mel, bom dia. Gostaríamos de ir agora pra Lençõis mas será que é um boa época? Já ouvi falar que agora as lagoas não estão formadas, você sabe alguma coisa? Outra dúvida minha é quanto a como chegar em Atins ou Barreirinha. Sou de Londrina/PR e devo chegar em São Luiz , mas não tenho a menor idéia de como fazer pra ir pra Lençois. Você pode nos ajudar? Obrigada.
    Regina.

    Resposta:
    Olá Regina! A melhor época é entre junho e agosto, quando já estão cheias as lagoas, final da época chuvosa. Vale a pena reservar pq é alta temporada e o destino também está em alta. Para chegar em Atins você tem que pegar um ônibus em São Luis para Barreirinha e de lá pegar um barco para Atins, descendo o Rio Preguiça. Pode tanto pegar uma lancha particupar, mais cara, mas com passeio incluído, ou pegar o barco da comunidade, mais demorado mas uma experiência ótima para se introsar com a comunidade ribeirinha. Vale a pena, é lindo demais!!! Beijos

  • 16/02/2011 | 11:56 por Mel Marini Dias

    Oi Aninha e Rodrigo!!!
    Que delicia e que privilégio tem conhecido Atins com vocês!!!
    Casal explorador, verdadeiro e divertidissimo! Valeu cada segundo ao lado de vocês!!
    Gratidão pela maravilhosa idéia do site, ganharam pelo menos mais 2 acompanhantes de viagem pela web!

    Muito amor e alegria e muita boa sorte na incrivel jornada!
    Um beijo com carinho!!

    Mel

    Resposta:
    Oi Mel!!!
    A internet não tem sido item fácil por estas bandas, demoramos mas respondemos! Que saudades de vocês nos acompanhando, trocando idéias e agitando as nossas conversas. Nem sempre encontramos casais companheiros de viagem como vcs!
    Obrigada por tudo e boas energias sempre!
    Um facho de luz!
    Bjs
    Ana

  • 16/02/2011 | 11:00 por Tatiana de Queiroz

    Ana, nunca tinha me empolgado em conhecer os Lençóis Maranhenses, mas vcs me fizeram mudar de ideia. Espero que antes que os 1000 dias cheguem ao final contar a vcs como foi minha viagem. Além da paisagem, a Luzia e seu camarão foi outro ponto importante na mudança de ideia. Abraços.

    Resposta:
    Que ótima notícia Tati! Lençóis Maranhenses são mesmo um destino obrigatório no Brasil, lugar lindo e único no mundo! E o camarão da Luzia também! É satisfação garantida ou seu dinheiro de volta! hahaha! Esperamos notícias da sua viagem! beijos =)

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet