0 Homer e o Fim da Estrada - Blog da Ana - 1000 dias

Homer e o Fim da Estrada - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Homer e o Fim da Estrada

Alaska, Homer

A praia de pedras da 'spit' de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

A praia de pedras da "spit" de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska


Homer é a cidade mais ao sul da Península de Kenai. Uma vila de pescadores habitada há milhares de anos por populações indígenas, russos e os novos colonizadores americanos. Dizem que a história do Alasca começou pelo litoral, grupos de pescadores que se fartavam nas ricas águas do Golfo do Alasca e aos poucos foram se espalhando de Bering, de península às ilhas e até a Costa do Canadá.

Dia nublado, especial para fotos em PB, em Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

Dia nublado, especial para fotos em PB, em Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska


Uma de suas peculiaridades é uma língua de terra e pedras formada pela ação de uma gigantesca massa de gelo que escavou os vales e montanhas nas retrações dos glaciares. A spit é uma antiga moraine, grande pilha de sedimentos carregados pela geleira, que hoje está rodeada pelo mar, formando um porto natural perfeito.

A cidade de Homer e sya londa 'spit', na Península do Kenai, no sul do Alaska, vistos do alto do mirante

A cidade de Homer e sya londa "spit", na Península do Kenai, no sul do Alaska, vistos do alto do mirante


Praia formada pela 'spit' de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

Praia formada pela "spit" de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska


Além do porto de Homer, marinas, restaurantes e um grande hotel estão localizados na ponta da spit. Chegamos a Homer com muita chuva, que aos poucos foi diminuindo e deu espaço a um fim de tarde seco e claro e ainda conseguimos ver alguns leões marinhos na praia enquanto as nuvens aos poucos revelavam a grandiosa paisagem de montanhas, fiordes e glaciares do outro lado da Kachemak Bay.

Maré baixa em praia de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

Maré baixa em praia de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska


Maré baixa na praia do Farol em Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

Maré baixa na praia do Farol em Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska


Na temporada são famosos os passeios de barco para avistamento de baleias, leões marinhos e puffins ou longas remadas de caiaque para explorar as belezas naturais dos fiordes do Kachemak Bay State Park ou da vila de pescadores de Seldovia. No outono os barcos já não estão mais operando, os ventos e as chuvas já não são o melhor cenário para hikings ou longas jornadas de caiaque. Então nós aproveitamos para sair e explorar as principais estradas cênicas da região.

Paisagem colorida em dia de sol em Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

Paisagem colorida em dia de sol em Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska


Antes uma parada no Three Sisters Café, um clássico gastronômico de Homer, que encontramos graças ao nosso novo Alaska App. Localizado no pequeno centro histórico o café tem sanduíches, quiches e tortas com ingredientes naturais e um ambiente aconchegante e super eclético, reunindo todas tribos de cidade, dos trabalhadores do porto aos jovens escolares e tiozinhos aposentados. Um achado!

O aconchegante ambiente do Cafe Three Sisters, nossa padaria predileta em Homer, no sul do Alaska

O aconchegante ambiente do Cafe Three Sisters, nossa padaria predileta em Homer, no sul do Alaska


Marina na 'spit' de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

Marina na "spit" de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska


Começamos as explorações pela East End Road com vistas sensacionais da Kachemak Bay e dois grandes glaciares, o Grewingle Glacier e o Portlock Glacier, que escorrem como rios até o mar, formando santuários para diversas espécies marinhas e de aves. A East Road é a continuação da Sterling Highway, da Alaska 1 e que por sua vez é a continuação da Alaska Highway. Depois de um detour para as terras geladas do norte, voltamos à nossa rota original e decidimos ver o que existe no final do nosso caminho.

A fiona chega ao fim  do fim do fim da estrada, na região de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

A fiona chega ao fim do fim do fim da estrada, na região de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska


Dirigimos ao longo da Kachemak Bay, passando por pequenas vilas, paisagens bucólicas de campos vermelhos e amarelos que logo estarão cobertos de neve. A estrada que é de asfalto, logo fica mais precária e vira uma estrada de terra. Descemos um morro de curvas acentuadas e aos poucos as paisagens do fim da América vão se revelando, curva a curva.

A praia que marca o fim do fim do fim da estrada, em Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

A praia que marca o fim do fim do fim da estrada, em Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska


Uma praia de pedras negras, uma baía na maré vazante, paredes de turfa, solo rico em matéria orgânica e que congela a cada inverno, formando uma parede com textura de madeira, despedaçada aos poucos pela ação das marés. A estrada aparentemente acaba ali, mas o homem, não satisfeito foi mais longe, pela areia da praia continuou e chegou à vila de Kachemak Silo. Quem diria, no fim, do fim, do fim da América encontramos uma vila, russa! No caminho uma Nikita, loira de olhos azuis, nos confirma que estávamos no caminho certo. Ali é o fim da linha e daqui em diante qualquer passo que dermos estaremos mais próximos de casa.

A praia de pedras da 'spit' de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

A praia de pedras da "spit" de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska


Emocionados, damos meia volta e começamos o nosso caminho de volta, mas ainda em negação, continuamos às voltas tentando encontrar caminhos alternativos, vamos até a North Fork Loop, 22km de paisagens campestres e vistas do lado oeste da península. Cruzamos a Skyline Drive, onde encontramos a melhor vista da cidade e da Spit. Emoção curiosa esta, queremos muito voltar, mas ao mesmo tempo algo dentro de nós teima em continuar. Continuaremos então, agora ao sul, até o fim da estrada.

Admirando o mar de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

Admirando o mar de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

Alaska, Homer, Estrada, Road Trip, Kenai, Alasca

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior Quadro mostrando família de nativos em sua habitação, no Museu de Anchorage, no Alaska

Os Povos do Norte

Post seguinte Muitas cores na bela paisagem da estrada entre Homer e Seward, na Península do Kenai, sul do Alaska

Kenai Península

Blog do Rodrigo Na praia do fim do fim do fim da estrada, região de Homer, na Península do Kenai, no sul do Alaska

O Fim do Fim do Fim da Estrada

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 06/10/2012 | 11:56 por Regina

    Oi Ana.

    Meu marido e eu, estamos acompanhando essa magnifica jornada de vcs desde seu início.Jornada esta em que vcs sempre nos brindam atraves destes ricos posts, repletos de informção, história e fotos incriveis, nos dando a oportunidade de sentirmos de carona na simpática Fiona.

    Assim é que parabéns pela chegada ao Alaska e feliz regresso que imaginamos deva mesmo estar imerso em muitas sensações após esse mundo de luagres vividos. E aqui seguiremos acompanhando vcs.Sucesso. Regina e Kléber

    Resposta:
    Muito Obrigada Regina! Você não imagina como é gratificante receber um comentário como o seu, nos anima a escrever e continuar compartilhando as experiências! Seguimos viagem juntas! Beijos!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet