0 Granada: The Spice Island - Blog da Ana - 1000 dias

Granada: The Spice Island - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Granada: The Spice Island

Granada, St Georges

Fort George, no alto de uma colina em St. George's, capital de Granada

Fort George, no alto de uma colina em St. George's, capital de Granada


Granada, the spice island, mostra seus sabores não apenas nos temperos e condimentos que exporta para todo o mundo ou na sua culinária. O seu povo alegre, divertido, curioso e muito receptivo é um dos principais encantos dessa ilha ao sul do Caribe.

A bela praia de Grande Anse, em Granada

A bela praia de Grande Anse, em Granada


Mesmo com toda a sua vontade de colocar o pé na areia e relaxar nos paraísos de águas azuis, um passeio pelo mercado central da capital St George´s é obrigatório! Dezenas de tendas de temperos e condimentos como canela, noz moscada, gengibre, açafrão e todos os tipos de “pimentas” que a ilha produz.

Muitos temperos da 'Spice Isle' no mercado de St. George's, capital de Granada

Muitos temperos da "Spice Isle" no mercado de St. George's, capital de Granada


Um terço da produção mundial de noz moscada vem desta pequena ilha, que a utiliza em grande parte dos pratos da sua culinária local. Da fruta fazem a geleia, ao redor da semente encontram a moca, que parece uma casca avermelhada utilizada para temperar bolos e sopas e a noz moscada dá o sabor especial aos pratos e até ao rum punch granadino.

Noz-moscada e outros temperos no mercado de St. George's, capital de Granada

Noz-moscada e outros temperos no mercado de St. George's, capital de Granada


Adiante está o Mercado de Peixes, que hoje estava fechado para a Festa de Aniversário comemorativa do Dia do Pescador. A paróquia vizinha prometia reunir mais de 1000 pessoas, numa festa de arromba para comemorar o dia destes trabalhadores tão importantes para a economia local.

St. George's, a capital de Granada, no Caribe

St. George's, a capital de Granada, no Caribe


No caminho para lá está a Carenage Bay, com seu calçadão colorido e bem movimentado e uma vista linda para o principal porto da cidade. Barcos de pesca batucando os gritos de carnaval, ancorados ao lado das escunas turísticas e dos “Rum Runners” que levam turistas embalados no rum para passeios ao redor da ilha.

Observando a Carenage, a baía em St. George's, capital de Granada

Observando a Carenage, a baía em St. George's, capital de Granada


Barcos aportados na Carenage, baía em St. George's, capital de Granada

Barcos aportados na Carenage, baía em St. George's, capital de Granada


No canto direito da baía está o antigo Fort George, que foi construído pelos franceses em 1705 e foi palco para grandes batalhas e até para o recente episódio de execução do então Primeiro Ministro Maurice Bishop, líder do partido comunista, em 19 de Outubro de 1983. A má notícia é que ele foi morto pela ala ainda mais radical do partido que tomou o poder em um golpe sobre o próprio governo, julgando-o incompetente no avanço do verdadeiro comunismo. Apenas 6 dias depois, 12 mil soldados americanos desembarcaram na costa de Granada e travaram uma batalha para estabelecer o novo governo democrático. O Fort George hoje, caindo aos pedaços, continua sede do Quartel da Polícia Nacional e pode ser visitado para pelas vistas do Porto de St. George´s.

Observando do alto do forte a cidade de St. George's, capital de Granada

Observando do alto do forte a cidade de St. George's, capital de Granada


Vista do alto do forte em St. George's, capital de Granada

Vista do alto do forte em St. George's, capital de Granada


St. George's, capital de Granada e, ao fundo, a praia de Grande Anse

St. George's, capital de Granada e, ao fundo, a praia de Grande Anse


Feito um tour rápido e resumido pela história e cultura de Granada, agora podemos ir para a parte que interessa: as praias! Grande Anse é uma das praias mais famosas, com hotéis, restaurantes e a apenas 15 minutos de reggae bus do centro. Foram 15 minutos em que me transportei para um cult movie latino-americano, só que em vez de latinos, tínhamos africanos e em vez do reggaeton, tínhamos reggae jamaicano da melhor qualidade!

Caminhando ao longo da Carenage, a baía em St. George's, capital de Granada

Caminhando ao longo da Carenage, a baía em St. George's, capital de Granada


Chegamos à Grande Anse, praia de areias brancas e águas azuis caribenhas. Difícil acreditar que essa praia tranquila na temporada dos furacões, pode ficar lotada com milhares de turistas durante a alta temporada. Granada é repleta de praias paradisíacas, uma das dicas que não pudemos conferir é o Churrasco do Roger, todos os domingos na Hog Island! Alguém por favor, vá lá e nos conte depois!

A bela praia de Grande Anse, em Granada

A bela praia de Grande Anse, em Granada


A noite, consegui arrastar o Rodrigo meio a contra gosto para coferirmos a festa de pré-carnaval nos arredores da marina. A festa rola todas as quintas-feiras de julho até o carnaval, que será na segunda semana de agosto. O calypso, a soca e a power soca são os ritmos que agitam o público que lota os shows com artistas locais e atrações internacionais vindas de ilhas como Dominica, St. Vincent, Trinidad e Tobago e Republica Dominicana! Não ficamos muito tempo, mas vale a experiência! Reunião do melhor da música caribenha, não que seja a minha preferida, mas é o que faz o povo daqui requebrar os quadris e dançar adoidado.

Cartaz de danças caribenhas (em Clifton, cidade em Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe)

Cartaz de danças caribenhas (em Clifton, cidade em Union Island, ilha no sul de São Vicente e Granadinas, no Caribe)


Quem diria que na nossa última ilhazinha do Caribe teríamos tantas novidades e descobertas. Muitos nos perguntam: vocês não cansam do Caribe? Impossível, cada ilha tem uma paisagem, uma cultura e um tempero especial. Aí eu pergunto, tem como cansar?

Fim de tarde na praia de Grande Anse, a mais famosa de Granada

Fim de tarde na praia de Grande Anse, a mais famosa de Granada

Granada, St Georges, Praia, Island hopping, Grande Anse

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior Mar totalmente caribenho em Paradise Beach, no sul de Carriacou, ilha ao norte de Granada

Kayryouacou

Post seguinte Mergulhando na parte interna do navio-cruzeiro Bianca C, naufragado em 1961 em Granada

Granada: A Capital dos Naufrágios

Blog do Rodrigo Observando do alto do forte a cidade de St. George's, capital de Granada

Um Passeio na Capital e na História de Granada

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 16/02/2016 | 19:36 por Marcus na gringa

    Estou indo para 45 dias de viagem no caribe dia 01/03/2016, e meu ultimo destino sera Grenada também, acompanhei relatos de vocês e muitas das coisas que farei são graças as dicas que também peguei aqui. Obrigado por compartilhar. Comento nesse post, pois aqui acredito que paro de fucar tanto no blog de vocês. hehehe. Claro que quando estiver em algum destino, talvez de uma bisbilhotada. hehehe mais uma vez obrigado e um grande abraço.

  • 11/09/2014 | 12:18 por manoel de mello junior

    olá, tudo bem com vocês?
    parabéns pela viagem, vocês são os meus ídolos...hahah
    já mochilei por toda a América do Sul(menos Guiana Francesa) e também toda a América Central.
    Minha próxima mochila será pelo Caribe, preciso da uma ajuda de vocês, se possível.
    Poderiam me informar entre quais ilhas eu consigo viajar de barco?, ferry, porque pela Liat, tá na faixa de 120 dólares, um abraço
    Manoel

    Resposta:
    Imagina Manoel! Mochileiro que já passou por tudo isso?! Estamos juntos! Então, sobre o Caribe... quase tudo lá é feito de avião, as poucas ilhas que tem ferries entre elas são Martinica, Santa Lucia, Guadalupe e Dominica, depois entre Antigua e Montserrat e mais embaixo de Granada para St Vincent. também. O que muita gente com tempo e disposição faz é entrar como tripulação trabalhando em veleiros... e rodam bem por tudo. Depende do tempo e pique.. no mais só de aviãozinho mesmo. Boa sorte e nos avise das suas peripécias! Boa viagem!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet