0 Desolation Valley e o Boiling Lake! - Blog da Ana - 1000 dias

Desolation Valley e o Boiling Lake! - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Desolation Valley e o Boiling Lake!

Dominica, Trois Pitons National Park

O famoso Boiling Lake, a mais 'estranha' paisagem no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

O famoso Boiling Lake, a mais "estranha" paisagem no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Todos diziam ser impossível realizarmos a programação que tínhamos definido para o dia de hoje, mas não iríamos desistir assim tão fácil. Vir a Dominica e não conhecer o Boiling Lake e fazer um dos melhores mergulhos do mundo seria inadmissível!

Saltando pequeno riacho de águas ferventes no Vale da Desolação, na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Saltando pequeno riacho de águas ferventes no Vale da Desolação, na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


O dia começou cedo, 5h30 da manhã já estávamos no carro a caminho do Titou Gorge, local onde começa a trilha para o famoso Boiling Lake. Como ele existe apenas mais um no mundo, localizado na Nova Zelândia, mas não tão impressionante como ele, disse o Rodrigo, que já esteve lá.

A trilha cheia de escadarias para o Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

A trilha cheia de escadarias para o Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


A trilha que nos leva até ele é composta por mais de 5 mil degraus, apenas de ida, o que significam mais 5 mil degraus na volta. O tempo calculado para os turistas geralmente é de 8 horas, no livro de trilhas e cachoeiras de Dominica diz 6h30 e nós queríamos fazê-lo em menos de 6 horas. Para garantir que não perderíamos tempo no caminho resolvemos contratar um guia, que não é obrigatório, mas neste caso foi peça chave para aproveitarmos ao máximo o passeio, com dicas sobre a flora e fauna locais, fatos e histórias da ilha e o mais importante, no ritmo perfeito! Kello foi o único guia que topou e disse ser possível a maratona. Acelerando nas partes que poderíamos acelerar e parando nos pontos certos para descansar, apreciar a paisagem e nos mostrar os segredos que aprendeu com sua mãe de sangue carib e africano.

Parada para água na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Parada para água na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Nosso excelente guia Kello, depois do banho de lama no Desolation Valley, na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Nosso excelente guia Kello, depois do banho de lama no Desolation Valley, na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Tatuagem natural na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Tatuagem natural na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Kelvin nos mostrou plantas medicinais, outra utilizada como sabão e até a tatuagem natural feita por uma folhinha inundada em pólen amarelo. A trilha é bem marcada, quase impossível se perder. Subimos e descemos, passamos pelo Breakfast River e chegamos ao topo da caminhada com o tempo parcialmente aberto, conseguimos ver lá embaixo a cidade de Rouseau e o Mar do Caribe. Daqui adiante passamos pela Elf Forest e encaramos uma longa descida para o Desolation Valley, parte da cratera deste imenso vulcão. Este é o único trecho que pode ser meio complicado.

Chegando ao 'Desolation Valley', na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Chegando ao "Desolation Valley", na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


A trilha não está bem marcada e se perde entre rios de água fervente e uma profusão de cores absurdas formadas pelos minerais vulcânicos. Rios negros, do dióxido de ferro, branco depositado pelo cálcio, amarelo e um tom esverdeado do súlfur e o vermelho do ferro. O ecossistema se altera completamente, plantas que vivem deste calor e estão acostumadas com o ar sulfuroso e mal cheiroso da cratera.

Riacho repleto de minerais no Desolation Valey, na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Riacho repleto de minerais no Desolation Valey, na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Kello logo providencia aqui a argila vulcânica, fresquinha, ainda morna da margem de um dos riachos ferventes. Ela limpa, hidrata e rejuvenesce a pele e é vendida para os turistas de cruzeiro em pequenos potes por até 20 dólares, por suas propriedades embelezadoras. Aplicamos no rosto e nos braços e deixamos por 20 minutos, até chegarmos às jacuzzis, piscinas rasas de água morna e tom azulado pela mistura dos diferentes minerais.

Um rio de águas quentes cheio de cascatas atravessa a trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Um rio de águas quentes cheio de cascatas atravessa a trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Nos rios de cálcio Kello deixa seus contatos, afinal propaganda é a alma do negócio! Esta dura apenas 2 ou 3 dias, tempo que demora para o cálcio ser depositado novamente e apagar todos os escritos. Daqui são apenas mais 15 minutos e chegamos ao tão esperado Boiling Lake! Um lago de água fervente com mais de 20m de profundidade e uns 80m de largura! Imenso e impressionante, o que faz o Boiling Lake único é que as borbulhas não são formadas por emissão de gases, como a maioria dos lagos vulcânicos e sim por que ele está literalmente fervendo! A água entra em contato com o magma e entra em ebulição ali, ao vivo e a cores!

Propaganda internacional do 1000dias, escrito sobre o cálcio dentro do riacho na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe. Em dois dias, a própria natureza vai limpar a 'pichação'...

Propaganda internacional do 1000dias, escrito sobre o cálcio dentro do riacho na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe. Em dois dias, a própria natureza vai limpar a "pichação"...


Em 2002, ao mesmo tempo que houve o tsunami no sudeste asiático, houve um terremoto aqui na ilha de Dominica e logo após o terremoto o lago secou completamente. Kello conta que pôde andar pela superfície argilosa do lago e ver o buraco por onde a água nasce fervente. Curioso foi que durante alguns meses a água nasceu fria e os turistas austríacos que vieram com ele puderam nadar no antigo “boiling lake”. Um acontecimento histórico!

O famoso Boiling Lake, a mais 'estranha' paisagem no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

O famoso Boiling Lake, a mais "estranha" paisagem no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


O vapor que sai do lago fervente, na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

O vapor que sai do lago fervente, na trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Outra história foi o caso de um guia que caiu nas águas ferventes tentando recuperar uma câmera fotográfica que havia caído na beira do lago. Ele retornou sozinho ao lago fervente no dia seguinte do acontecido, desceu em cordas o paredão de pedra de uns 20 metros e, com muita chuva a corda acabou soltando e ele foi para dentro d´água. A sorte dele é havia uma margem próxima onde ele conseguiu se deitar e ali ficou por mais de 5 horas até que outra pessoa aparecesse, por acaso e começasse o processo de resgate. Ele sobreviveu às queimaduras e continua trabalhando como guia até hoje.

Pausa para foto no ponto mais alto da trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Pausa para foto no ponto mais alto da trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Voltamos os 5 mil degraus eufóricos com o que vimos, um mundo completamente novo rios quentes, um lago de águas ferventes, cores, cheiros e plantas de um ambiente único e mágico. Afirmo sem medo, a caminhada pelas florestas tropicais da Dominica ao Desolation Valley e o Boiling Lake foi o melhor trekking que fizemos no Caribe!

Chegando ao alto da trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Chegando ao alto da trilha do Boiling Lake, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Terminamos o trekking com um mergulho nas águas refrescantes do Titou Gorge que por si só já é uma atração. “Ti-tou” significa “pequeno-sapo” em creole e está dentre das atrações do Parque Nacional Morne Trois Pitons, fazendo parte da lista de Patrimônios Naturais da Humanidade da UNESCO.

No topo da primeira cachoeira do Titou Gorge, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

No topo da primeira cachoeira do Titou Gorge, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Escalando a primeira cachoeira do Titou Gorge, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Escalando a primeira cachoeira do Titou Gorge, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Nadamos pelo estreito cânion cavado pelas águas verdes e transparentes do Rio Rouseu perto da cidade de Laudat. Brincamos com o eco das nossas risadas enquanto ouvimos o ruído das corredeiras aumentarem. Passamos de salão em salão até chegar à primeira cachoeira, escalamos com a ajuda de uma corda e chegamos à segunda cachoeira. Sensacional! As águas frias são rejuvenescedoras e perfeitamente colocadas no começo e final da trilha do Boiling Lake.

Um estreito e sombrio canyon semi-submerso, assim é o maravilhoso Titou Gorge, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Um estreito e sombrio canyon semi-submerso, assim é o maravilhoso Titou Gorge, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe


Terminamos nosso programa na terra e agora seguimos para o mundo submarino de Dominica, assunto para próximo post!

Dominica, Trois Pitons National Park, Trekking, Caribbean, vulcão, Boiling Lake

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior Entrando em piscina natural na base de uma das Trafalgar Falls, no Trois Pitons National Park, em Dominica, no Caribe

Dominica, o Caribe Tropical

Post seguinte As magníficas paredes coralíneas durante mergulho na costa sul de Roseau, em Parque Nacional submarino em Dominica, no Caribe

Mergulho em Dominica: Vulcão Sub

Blog do Rodrigo As magníficas paredes coralíneas durante mergulho na costa sul de Roseau, em Parque Nacional submarino em Dominica, no Caribe

Maratona em Dominica: 3 - O Mar

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 22/06/2012 | 14:54 por Lurdes

    Olá Ana e Rodrigo,achei magnífico,maravilhoso,m abraço para vcs Lurdes

    Resposta:
    Oi Lurdes! Esse trekking é puxado, mas vale a pena e todos conseguem fazer! Paisagens de outro mundo no meio do Caribe! =)

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet