0 Cruzando o Salar de Uyuni - Blog da Ana - 1000 dias

Cruzando o Salar de Uyuni - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Cruzando o Salar de Uyuni

Bolívia, Salar de Uyuni

Isla Incahuasi, no Salar de Uyuni, na Bolívia

Isla Incahuasi, no Salar de Uyuni, na Bolívia


A maior planície salgada do planeta, o Salar de Uyuni possui 12 mil hectares e está localizado a 3.650m.s.n.m. no altiplano boliviano. Antes um imenso lago pré-histórico salgado formado pela elevação dos Andes e recuo dos oceanos, hoje um dos maiores depósitos de sal do mundo, com estimados 120m de profundidade e 10 bilhões de toneladas de sal. É a maior reserva de lítio do planeta e contém ainda boro, potássio e magnésio.

Salar de Uyuni, na Bolívia

Salar de Uyuni, na Bolívia


A sensação que temos às margens do Uyuni é de estarmos em uma praia, o relevo, o horizonte sem fim e a brisa são inconfundíveis, não há como ter dúvida que um dia aquela imensidão branca foi um imenso lago de águas marinhas. Para aqueles que ainda tem alguma dúvida, a melhor prova é visitar um dos principais atrativos turísticos do salar, a Ilha Inca Huasi, também conhecida como Ilha do Pescado. Terra cercada pelo mar de sal e coberta de cardones, aqueles imensos cactos de mais de 10m de altura com idades estimadas de até 1000 anos, a Ilha Inca Huasi possui imensas formações coralíneas.

Restos de cactus milenar na Isla Incahuasi, no Salar de Uyuni, na Bolívia

Restos de cactus milenar na Isla Incahuasi, no Salar de Uyuni, na Bolívia


Me desculpem, mas corais são vidas encontradas apenas no mar. Além da magnífica vista que se tem do topo da montanha, o arco de corais foi para mim o mais impressionante! Não existe uma formação rochosa igual, eu olhava sem cansar para ele e repetia, é um CORAL! A ilha toda esteve emersa durante milhares de anos para que aqueles frágeis corais pudessem se formar. Hoje mortos, tornam-se quase rochas, testemunhas das mudanças que ocorreram na geografia desta região nos últimos milhões de anos.

Um grande arco de coral na Isla Incahuasi, no Salar de Uyuni, na Bolívia. Prova de que tudo isso já foi mar!!!

Um grande arco de coral na Isla Incahuasi, no Salar de Uyuni, na Bolívia. Prova de que tudo isso já foi mar!!!


No salar é quase impossível ter noção de distância. A imensidão e proporção das coisas enganam até os mais geolocalizados. A Ilha Inca Huasi desaparece no horizonte quando a sua referencia é o Vulcão Tunupa com 5.432m, na base norte do salar. À leste está a cidade de Colchani, onde estão os imensos hotéis de sal, há apenas 25km da cidade de Uyuni.

Bandeiras em frente ao Hotel de Sal no Salar de Uyuni, na Bolívia

Bandeiras em frente ao Hotel de Sal no Salar de Uyuni, na Bolívia


Aceleramos pela rodovia mais larga do mundo, de olhos fechados e sem as mãos! Ali, quando estamos fora das trilhas mais usadas, encontrar outro carro é tarefa difícil! Fácil é se perder, sem referência e sem trilha, já que no inverno a planície seca fica completamente trafegável na maior parte do salar. Apenas algumas partes podem ter pedras de sal salientes ou até sal fofo, facilitando o carro a atolar.

O vulcão Tunupa visto da Isla Icahuasi, no Salar de Uyuni, na Bolívia

O vulcão Tunupa visto da Isla Icahuasi, no Salar de Uyuni, na Bolívia


Depois de cruzarmos o salar até Uyuni, onde nos despedimos de Krasna e Cristóbal, pegamos todas as referências possíveis para não nos perdemos na vastidão branca a caminho de Llica, na borda noroeste do salar. Escolhemos uma rota alternativa para retornar ao Chile, via Colchane (com E), a caminho de Iquique. Rodamos, rodamos, rodamos e não chegávamos nunca! O Tunupa que parecia próximo parecia estar brincando de mãe pega conosco. Quanto mais corríamos, mais longe ele estava! Confesso que chega a dar um certo desespero, sem trilhas, sem estradas, a sensação é que estamos rodando no vazio. A nossa principal preocupação era encontrar marcas de carro, pois chegando perto de Llica teríamos um trecho de lama lacustre, sal fofo e para entrar na cidade só encontrando a estrada. Seguimos o nosso faro, com uma boa ajuda do GPS, que ao menos nos indicava a direção onde estava Llica.

A Isla Incahuasi, no Salar de Uyuni, na Bolívia

A Isla Incahuasi, no Salar de Uyuni, na Bolívia


Chegamos à vila no final da tarde e já não tínhamos tempo de luz suficiente para continuar na estrada. A distância de Llica à Pisiga, na fronteira com o Chile, era de uns 150km que levariam de 3 a 4 horas de estrada. Encontramos uma hospedagem simples, sem banho quente (mais um dia! Argh!) e conseguimos comer o último pollo com papas de um dos únicos restaurantes da cidade. Ufa, chegamos.

Mildias no Salar de Uyuni, na Bolívia

Mildias no Salar de Uyuni, na Bolívia

Bolívia, Salar de Uyuni, Uyuni, Llica, Isla del Pescado, Colchani, Isla Inca Huasi

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior Alguns vulcões ainda estão ativos no altiplano boliviano (a caminho do Salar de Uyuni)

Lagunas y Volcán

Post seguinte Atravessando o belo Salar de Coipasa, na Bolívia, rumo à fronteira chilena

Travessia do Salar de Coipasa

Blog do Rodrigo A Fiona em pleno Salar de Uyuni, na Bolívia

Atravessando o Salar de Uyuni

Comentários (3)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 23/01/2014 | 00:38 por Luiz Alvaro

    Boa noite. Pretendo cruzar o Salar de Uyuni agora no fina de fevereiro e fiquei com algumas dúvidas.

    1) Gostaria de saber como fizeram para contratar o guia/tour para indicar os caminhos dentro do Salar de Uyuni.

    2) Que cuidados tomaram para proteger a Fiona para cruzar o Salar?

    3) Como foi a hospedagem de vocês durante a travessia?

    Obrigado.

    Resposta:
    Oi Luiz Alvaro,

    Seguem as respostas:
    1) Contratamos um guia chileno em uma agência em San Pedro de Atacama, e ele foi conosco até Uyuni. Dali seguimos sozinhos com o nosso GPS e a sorte.
    2) Não tivemos nenhum cuidado especial, só o de lavar-la bem depois. Mas se quiser já ouvi dizer que passar gracha embaixo do carro é um ótimo truque.
    3) Dormimos 2 noites em hotéis de sal conhecidos no caminho a Uyuni, indicados pelo nosso guia. Adiante em Llica encontramos uma hospedaria beeeem simples, mas que serviu por uma noite.

    Desculpe a demora no retorno,
    Abraços e boas aventuras!
    Bjs

  • 01/10/2011 | 18:43 por Paulinha Ribas

    Queridos afilhados!
    Depois das férias, estou de volta inclusive com a leitura dos blogs. Acho q vou levar um tempo até ficar com tudo em dia...
    Adorei a cara nova do site, estou amando esta parte da viagem d vcs e mais ainda impressionada com as fotos!
    Saudades

    Resposta:
    Oi amiga! Que delícia a sua viagem adorei acompanhar as fotos no FB! Não se preocupe, vc tem todo o tempo do mundo! Nós aqui tb estamos atrasados, trabalhando bastante para colocar td em dia. Vc teria amado Galápagos!!! Beijoooos

  • 31/08/2011 | 10:35 por Ju

    Voce deve ter pulado de boca no sal ne irma? To pra conhecer alguem que goste mais de sal do que voce! hahaha

    Coisa mais impressionante irma, lindo demais! E os corais entao? E a prova viva (ou morta) de toda a historia desse lugar...

    Beijao, saudades!

    p.s.: aonde no US vamos nos encontrar?

    Resposta:
    Hahaha! Quase isso Ju!!! Vc lembra disso é? hahaha! Na verdade eu cortei um cristalzinho de sal de um catno que achei mais branco, levei no carro comigo e é claro que tive que dar uma lambida! hahaha!
    Os corais realmente me impressionaram ali naquele mar de sal seco... lindo demais! US, temos tempo para planejar, costa oeste, parques nacionais, NY, Boston, Chicago... aí veremos como estarão suas férias.

    Saudades!
    Beijos!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet