0 Cristo Rey y la Callejoneada - Blog da Ana - 1000 dias

Cristo Rey y la Callejoneada - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Cristo Rey y la Callejoneada

México, Guanajuato

Início de 'callejonata' em Guanajuato, no México

Início de "callejonata" em Guanajuato, no México


Começamos o dia entocados em nossa caverna, trabalhando toda a manhã. No início da tarde saímos pelas ruas de Guanajuato apenas com dois compromissos: encontrar um barbeiro e um salão. O Rodrigo estava necessitado de uma geral e eu também! Barba, cabelo e bigode! Após um mês entre Jamaica, Cayman e Cuba estava na hora de se despir do espírito revolucionário e deixar a barba de lado.

Adeus, barba e cabelo! (em barbearia tradicional de Guanajuato, no México)

Adeus, barba e cabelo! (em barbearia tradicional de Guanajuato, no México)


Duas horas depois, serviço terminado, queríamos apenas andar despretensiosamente pelas ruas da cidade em clima de festa. Amanhã irá acontecer a 3º Etapa do Mundial de Rally, que terá sua largada aqui em Guanajuato! Pelas ruas vemos a organização correndo doida para lá e para cá, carros da imprensa chegando e equipes fazendo suas últimas checagens.

Venda de frutas nas ruas de Guanajuato, no México

Venda de frutas nas ruas de Guanajuato, no México


Almoçamos na agradável Plaza San Fernando, onde conhecemos um casal ainda mais sortudo do que nós. Ela curitibana (!!!) e ele sul africano, se conheceram na Índia, puseram o pé na estrada há 3 anos e por enquanto não tem nenhum plano de parar. Saíram do Brasil, rodaram toda a América Latina e agora estão pensando em mudar de ares, quem sabe África. Que delícia! Sem planos, sem tempos, sem obrigatoriedade alguma... um sonho! Existem muitas formas de viajar e quanto mais viajo, mais me admiro com o desprendimento e a coragem dos viajantes.

De cara limpa no alto do Cristo Rey, região de Guanajuato, no México

De cara limpa no alto do Cristo Rey, região de Guanajuato, no México


Seguimos para o nosso principal programa do dia, pegar um final de tarde magnífico em um mirante muito especial, o Cristo Rey.

Chegando ao Cristo Rey, monumento no alto do Cerro do Cubilete, próximo à Guanajuato, no México

Chegando ao Cristo Rey, monumento no alto do Cerro do Cubilete, próximo à Guanajuato, no México


O Cristo Rey é um dos grandes centros de peregrinação dos católicos mexicanos, na sua maioria devotos da Santa Padroeira Mexicana, a Nossa Senhora de Guadalupe. É fácil perceber a força que a Igreja Católica tem entre o povo mexicano, sempre marcando presença nas igrejas em qualquer horário do dia. Isso nos chama mais a atenção nos tempos de hoje, que em outros países latinos e inclusive o Brasil, os evangélicos já se fazem mais presentes e são um grande percentual da população. A fé católica do mexicano é tanta que há inclusive uma brincadeira que entre eles, que se perguntam “Você se considera primeiramente mexicano ou guadalupeño?” e a maioria responde: “guadalupeño!

Muitos peregrinos e visitantes no Cristo Rey, região de Guanajuato, no México

Muitos peregrinos e visitantes no Cristo Rey, região de Guanajuato, no México


O dia da virgem é 12 de Dezembro, quando a Cidade do México é tomada por peregrinos de todas as partes do país, já que em seus arredores está o principal Santuário da Virgem de Guadalupe. Mesmo não sendo um centro guadalupeño, visitar o Cristo Rey é parte do calendário de peregrinação anual. Chegamos lá no final da tarde e nos deparamos com mais de 30 ônibus estacionados e centenas de peregrinos se acomodando nos arredores da estátua de mais de 20m de altura.

Com o Ricardo em visita ao Cristo Rey, bem no centro do México, região de  Guanajuato

Com o Ricardo em visita ao Cristo Rey, bem no centro do México, região de Guanajuato


Eles levam suas barracas, sacos de dormir, cobertores e toda a infra para acampar por uma, às vezes duas noites no sovaco do Cristo. Quem chega cedo tem sorte e consegue um lugarzinho nos abrigos disponibilizados no local, outros preferem já armar sua barraca na melhor localização externa, protegidos do vento e com uma bela vista para o Senhor.

Cristo Rey em reforma para a visita do Papa à Guanajuato, no México

Cristo Rey em reforma para a visita do Papa à Guanajuato, no México


O Cristo foi construído em 1950 e hoje está passando por uma reforma geral, já que será um dos pontos do roteiro do Papa Bento XVI em sua visita à Guanajuato. Além de um lindo lugar religioso a vista que temos lá do alto é belíssima.

região de Guanajuato, no México, vista do alto do Cristo Rey

região de Guanajuato, no México, vista do alto do Cristo Rey


Regressamos ao centro da cidade, nos despedimos de Ricardo, que nos fez um convite especial para o Rally de amanhã, vamos assistir juntos à abertura e à largada do evento. Caminhamos pelo conhecido Callejón del Beso, uma ruela estreita cenário de uma história de amor e morte.

A famosa 'Callejón del Beso', em Guanajuato, no México

A famosa "Callejón del Beso", em Guanajuato, no México


Eis que em frente ao Jardín de La Unión e ao grandioso Teatro Juárez, vejo a movimentação para o início de uma das famosas callejoneadas! Uma serenata ambulante feita por um grupo de mariachis e acompanhada por todos aqueles que querem se divertir!

Público reunido para assistir a 'callejonata' em Guanajuato, no México

Público reunido para assistir a "callejonata" em Guanajuato, no México


Eu resolvi seguir o grupo, enquanto o Rodrigo preferiu voltar à sua caverna e ao seu computador... vai entender! Como dizem por aí, “cada um, cada um”. Me infiltrei em um grupo de senhorinhas de Puebla, seus amigos, netos e maridos e saímos seguindo os mariachis pelas ruelas e escadarias de Guanajuato. Antigas canções tradicionais, românticas e animadas no melhor estilo mexicano! A cada plazuela os mariachis paravam e todos dançavam em ciranda, foi emocionante!

A Ana socializa durante 'callejonata' pelas ruas de Guanajuato, no México

A Ana socializa durante "callejonata" pelas ruas de Guanajuato, no México


Dancei com um tiozinho ali mesmo da cidade, ninguém acreditava na güera (polaca) animada! Todos vinham me perguntar de onde era, pensando “americanas ou inglesas não dançam assim”. Bastava dizer que era brasileira que, depois de confirmar se tinham ouvido bem, entendiam de onde vinha toda aquela alegria! Rsrs!

A Ana socializa durante 'callejonata' pelas ruas de Guanajuato, no México

A Ana socializa durante "callejonata" pelas ruas de Guanajuato, no México


O final da callejoneada foi nas escadarias da Universidade e finalmente pude entender porque é tão famoso o Callejón del Beso.

'Callejonata' segue pelas ruas de Guanajuato, no México

"Callejonata" segue pelas ruas de Guanajuato, no México


Um mariachi mirim divertidíssimo nos conta a história: uma nobre que se apaixona por um mineiro, que consegue alugar um quarto em frente à casa de sua amada. A rua é tão estreita que os dois podiam namorar escondido pela janela de seus quartos, mesmo jurados de morte pelo pai da nobre donzela. Um dia os dois foram pegos no ato e seu pai não teve dúvida, matou à sua filha, que morreu na sacada ainda ganhando um último beijo de seu amado.

As varandas quase se tocam no famoso 'Callejón del Beso', em Guanajuato, no México

As varandas quase se tocam no famoso "Callejón del Beso", em Guanajuato, no México


Se esta é uma lenda ou uma história verdadeira eu não saberia confirmar, mas que ela fica ainda mais emocionante quando contada por um dos niños sapecas das callejoneadas, disso eu tenho certeza!

A magnífica colunata do principal teatro de Guanajuato, no México

A magnífica colunata do principal teatro de Guanajuato, no México


A energia de Guanajuato é indescritível, só estando aqui para você entender.

México, Guanajuato, Callejoneada, Cristo Rey, Peregrinos

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior Lua cheia em Guanajuato, no México

A Mágica Guanajuato

Post seguinte Tudo pronto para a largada do Rally de Guanajuato, no México

3ª Etapa do Mundial de Rally

Blog do Rodrigo A bela iluminação noturna de Guanajuato, no México

Um Lugar Especial

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 25/03/2012 | 16:30 por Lalau

    Linda a foto do Ro cortando o cabelo. Que cidade interessante!! Lendo temos a impressão q vcs realmente aproveitam cada lugar. BjsViagemViagem, saudades

    Resposta:
    Tentei esperar mais Lalau, mas o Ro me expulsou do ambiente masculino. Só tiozinho, o Ro cortando o cabelo e eu fotografando, imagine a cena! Hahaha, demais! Muitas saudades!!! Bjs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet