0 Corveta Ipiranga V17 - Blog da Ana - 1000 dias

Corveta Ipiranga V17 - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Corveta Ipiranga V17

Brasil, Pernambuco, Fernando de Noronha

Nadando sobre o canhão da Corveta em Fernando de Noronha - PE

Nadando sobre o canhão da Corveta em Fernando de Noronha - PE


Já falei aqui sobre aquele filme Imensidão Azul, título em inglês “Big Blue”. Alguns lugares nesta terra, ou melhor, neste mar, nos faz lembrar e sentir dentro do filme. O mergulho na Corveta Ipiranga V17 em Fernando de Noronha é um deles. A Corverta afundou em outubro de 1983, depois de chocar-se com o Cabeço da Sapata, uma montanha submarina de 70m de altura que chega a ficar aflorada nas marés baixas. Ninguém morreu no acidente e a Marinha declarou não haver culpados. A embarcação levou 8 horas para afundar, tempo suficiente para que pescadores da ilha ajudassem a salvar as peças mais importantes e todos os marinheiros que estavam a bordo. A Corveta então descansou, depois de 30 anos de atividade e hoje repousa a 60m de profundidade.

Cabo amarrado na Corveta em Fernando de Noronha - PE

Cabo amarrado na Corveta em Fernando de Noronha - PE


Nós já havíamos feito um primeiro mergulho na Corveta em 2008, apenas explorando sua estrutura externa. Nesta ocasião fiz o meu curso de rec-trimix, pré-requisito para um mergulho simples a esta profundidade. Conhecemos a hélice a 60m, todo o casario e o canhão que se encontra na proa. Foi maravilhoso, mas ali fomos picados pelo bichinho do mergulho técnico. Fernandão nos colocou a maior pilha, contou sobre a estrutura interna e objetos que ainda podiam ser vistos lá dentro. Foi por este motivo que começamos o nosso treinamento de mergulho técnico e aqui estamos hoje para cumprir o prometido.

Preparando-se para mergulhar na Corveta, em Fernando de Noronha - PE

Preparando-se para mergulhar na Corveta, em Fernando de Noronha - PE


Caímos na água parecendo um pinheirinho de natal, dupla de aço com trimix 20/30 nas costas e dois stages, um EAN 50 e outro O2 puro para respirar aos 5m. Planejamento completo nas nossas sped tables e revisados com o nosso instrutor. Em poucos minutos de descida atingimos os 55m, onde deixamos nossos stages de EAN 50.

Descida para a Corveta em Fernando de Noronha - PE

Descida para a Corveta em Fernando de Noronha - PE


A penetração planejada e sugerida pelo Fernando inclui o primeiro andar, a partir da escotilha de proa. Passamos pelos quartos dos oficiais, onde pudemos ver os armários com os uniformes ainda pendurados nos cabides, uma das cenas mais fantasmagóricas que já vi ao vivo.

Roupas penduradas em cabides no interior da Corveta em Fernando de Noronha - PE

Roupas penduradas em cabides no interior da Corveta em Fernando de Noronha - PE


É fácil imaginar tudo aquilo em pleno funcionamento e é mágico realizar que hoje ela serve como casa para corais, esponjas, camarões e milhares de espécies marinhas.

Mergulhando no interior da Corveta em Fernando de Noronha - PE

Mergulhando no interior da Corveta em Fernando de Noronha - PE


Seguimos pelo corredor e vemos o armário onde guardavam botas e mais a frente uma sala com engradados de coca-cola, casacos flutuantes e vários utensílios espalhados. Subimos a escada e logo à direita está a antiga copa onde aconteciam as confraternizações, ao lado da sala de comunicação, com telégrafos, telefones e diversos instrumentos e mapas de navegação.

Telefone no interior da Corveta em Fernando de Noronha - PE

Telefone no interior da Corveta em Fernando de Noronha - PE


Tudo intacto, começando a ser coberto por uma fina camada verde. Terminamos nosso tour na cabine de comando, olhando pela janela do capitão a proa do navio, a vista que considero uma das mais bonitas do mergulho. O planejamento foi perfeito, saímos da corveta com 25’ de fundo e 1500psis.

Nadando em volta da Corveta em Fernando de Noronha - PE

Nadando em volta da Corveta em Fernando de Noronha - PE


Exatamente na hora em que eu estava saindo da corveta, fui checar o meu manômetro. Vi que estava com 3mil psis, ou seja, cilindro completamente cheio e no mesmo segundo só ouvi um estouro e muito gás vazando, o manômetro estava esvaziando rapidamente! Procurei pelo Fernando à frente, não vi, voltei para dentro da cabine indo direto na mangueira longa do Rodrigo, quando ele me apontou o Fernando que já me acalmava dizendo, está tudo bem, fui eu! Meu coração quase saiu pela goela, ficar sem ar a 50m não era exatamente o planejado e rapidamente eu entendi, o meu manifold estava fechado, por isso o manômetro marcava 3mil psis e o Fernando decidiu me dar um susto, abrindo-o exatamente na hora em que eu checava o gás. SOCORRO! Agora já sei qual é a sensação e o desespero, o susto serviu no mínimo como um treinamento psicológico, agora já sei minha reação!

Cardume de peixes na Corveta, em Fernando de Noronha - PE

Cardume de peixes na Corveta, em Fernando de Noronha - PE


Havíamos combinado que se tudo corresse perfeitamente poderíamos decidir dar uma esticadinha e usar o nosso planejamento de contingência, ficando mais 5’ ali fora, olhando o casario. Depois deste “pequeno” susto, decidimos ficar. Badejos imensos rondavam a corveta, fomos dar um alô para a pequena peixinha que mora no canhão e começamos a nossa deco em meio aquela imensidão azul.

Um grande badejo nada na Corveta em Fernando de Noronha - PE

Um grande badejo nada na Corveta em Fernando de Noronha - PE


Olhávamos para cima e só víamos o Haroldo, que inconformado de não poder descer mais, assistiu a tudo dos 40m de profundidade, na Aventura Profunda que pôde fazer. Ele desceu com o Guilherme, outro instrutor que nos aguardou lá com muito carinho e nossos stages de O2.

O haroldo nos aguarda na subida da Corveta em Fernando de Noronha - PE

O haroldo nos aguarda na subida da Corveta em Fernando de Noronha - PE


Ao todo foram 76 minutos de mergulho, sendo 30’ de fundo e os outros 46’ de descompressão pagas com muito prazer! Só faltou a companhia da raia manta, privilégio que só o Rodrigo e o Fernando tiveram em um mergulho pregresso no mesmo local.

Início da subida da Corveta em Fernando de Noronha - PE

Início da subida da Corveta em Fernando de Noronha - PE


Voltando para o Porto ainda celebramos o feito com um cardume de golfinhos rotadores super exibidos! Foi simplesmente fantástica a experiência da Corveta e ainda temos muito a explorar, portanto tenho certeza que esta não é uma despedida e sim apenas um até logo!

Golfinhos acompanham nosso barco em Fernando de Noronha - PE

Golfinhos acompanham nosso barco em Fernando de Noronha - PE

Brasil, Pernambuco, Fernando de Noronha, Mergulho, Naufrágio, Corveta Ipiranga V17

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Pontinha, durante a Caminhada do Atalaia, em Fernando de Noronha - PE

PARNAMAR Noronha

Post seguinte Fim de tarde na Praia do Leão em Fernando de Noronha - PE

Praia do Leão

Blog do Rodrigo Mapa com as principais atrações de Noronha. Em preto, a menor BR do Brasil. Em vermelho, as estradas de terra e em amarelo algumas das trilhas

Locomovendo-se na Ilha

Comentários (5)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 11/06/2015 | 22:31 por Paula Alencar

    Caramba, amei esses posts sobre noronha, queria umas dicas porque da próxima vez que eu estiver por lá, quero fazer uns mergulhos também!
    Parabéns, beijos!

  • 11/06/2015 | 22:27 por Paula Alencar

    Caramba, amei esses posts sobre noronha, queria umas dicas porque da próxima vez que eu estiver por lá, quero fazer uns mergulhos também!
    Parabéns, beijos!

  • 21/12/2010 | 10:54 por Paulinha Ribas

    ES - PE - TA - CU - LAR !!

    Resposta:
    sem palavras! rsrsrs =)

  • 18/12/2010 | 00:58 por Mario Sergio Silveira

    Maravilha de mergulho, que inveja. Pq nao estou aí?

    Resposta:
    Eu é que pergunto!?! Foi ótimo mesmo pai! Esperamos vc para os próximos! Bjos

  • 17/12/2010 | 16:16 por Antonio Castello Branco

    Parabéns pelo mergulho! Fiquei babando e morrendo de inveja!

    Resposta:
    Oi Antonio! Obrigada, o mergulho foi realmente sensacional, valeu todo o esforço e treinamentos!
    Por sinal, eu não esqueci da sua foto não, dá uma olhadinha lá no seu email!
    Beijos!
    Ana

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet