0 Círculo Polar Ártico! - Blog da Ana - 1000 dias

Círculo Polar Ártico! - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Círculo Polar Ártico!

Alaska, Coldfoot

Chegamos ao Círculo Polar Ártico, no norte do Alska!

Chegamos ao Círculo Polar Ártico, no norte do Alska!


Chegamos ao Alasca! Missão cumprida, objetivo atingido? Bem, em partes. Chegamos ao território mais ao norte da expedição, mas quando chegamos aqui é que descobrimos que esse imenso continente ainda tem muito mais a oferecer. Cruzar o Círculo Polar Ártico é apenas um dos mais óbvios marcos que podemos ter como expedicionários. Não chegamos até aqui para parar a 200 milhas deste significante ponto geográfico, mesmo que ele seja só um traço imaginário!

Estrada para o norte do Alaska atravessa floresta com cores de Outono

Estrada para o norte do Alaska atravessa floresta com cores de Outono


Hoje a ideia inicial era fazer a revisão dos 100 mil km da Fiona, ela sem dúvida ficaria muito feliz de ter o Alasca no passaporte! Infelizmente a Toyota estava sem agenda para as próximas semanas e nós adiamos o serviço torcendo encontrar agenda em Anchorage. Fairbanks não tem nada muito interessante, uma cidade grande e sem charme algum, então logo pela manhã já colocamos o pé na estrada!

Chegada ao Círculo Polar. Nosso destino era Coldfoot, ainda 60 milhas ao norte! (Dalton Highway - Alaska)

Chegada ao Círculo Polar. Nosso destino era Coldfoot, ainda 60 milhas ao norte! (Dalton Highway - Alaska)


Início da Dalton Highway, que vai até o norte do Alaska

Início da Dalton Highway, que vai até o norte do Alaska


A rodovia que nos leva ao Circulo Polar é a Dalton Highway, construída em meados dos anos 70 como uma rodovia privada para conectar Fairbanks aos recém-descobertos campos de petróleo de Prudhoe Bay. Uma imensa obra de engenharia cruzou mais de 700 km entre florestas subárticas, lagos, montanhas nevadas e tundras infindáveis.

A estrada e o oleoduto seguem juntos até a costa do Oceano Ártico, no norte do Alaska

A estrada e o oleoduto seguem juntos até a costa do Oceano Ártico, no norte do Alaska


200km ao norte de Fairbanks cruzamos o Yukon River, o maior e mais importante rio do Alaska, que nasce ainda no Yukon, Canadá e despeja suas águas no gelado Mar de Bering. Ali, às margens do rio um dos únicos logdes que podem ser encontrados no caminho e na janela a adesivos de vários motociclistas brasileiros que deixaram registrada a sua passagem.

Muitas expedições (várias de brasileiros, mas só de moto!) deixam seus adesivos no lodge de Yukon Crossing, no norte do Alaska

Muitas expedições (várias de brasileiros, mas só de moto!) deixam seus adesivos no lodge de Yukon Crossing, no norte do Alaska


Quanto mais avançamos, mais entramos na zona ideal para visualizarmos um dos espetáculos mais lindos da natureza, a Aurora Boreal! Esta área entre Yukon Crossin e Coldfoot é famosa por suas belas auroras, já que está exatamente abaixo do arco criado pelas partículas solares que são atraídas ao polo norte magnético.

Um dos dois lugares para ficar na estrada Dalton Highway, Yukon Crossing, no norte do Alaska

Um dos dois lugares para ficar na estrada Dalton Highway, Yukon Crossing, no norte do Alaska


A Dalton Highway atravessa floresta completamente amarelada, com montanhas nevadas ao fundo, pouco antes de chegar ao Círculo Polar, no norte do Alaska

A Dalton Highway atravessa floresta completamente amarelada, com montanhas nevadas ao fundo, pouco antes de chegar ao Círculo Polar, no norte do Alaska


Seguimos em frente, acompanhando a latitude aumentar gradativamente no nosso GPS, a cada quilômetro batemos um novo recorde de latitude norte com a Fiona e alimentamos a esperança de, quem sabe, cruzarmos a nossa maior latitude alcançada na cidade de Ilullisat, na Groelândia.


Dalton Highway, Alaska

No caminho alces, lobos, ursos grizzlies, elks, manadas de caribous e até o muskox, com sorte, podem ser encontrados. Atrás deles encontramos também dezenas, centenas de caçadores! A caça esportiva é uma cultura totalmente arraigada na cultura do povo do Alasca.

Espingardas e outros equipamentos de caçadores. A caça é muito comum em todo o estado do Alaska

Espingardas e outros equipamentos de caçadores. A caça é muito comum em todo o estado do Alaska


Eles surgem de qualquer trilha, picada ou buraco com suas armas e quadriciclos tracionados, que usam para transportar o equipamento pesado, a carne do animal e seus chifres como troféus. A um primeiro olhar não consigo ver isso sem preconceito. Alces e Caribous que procuramos pelas trilhas e tundras são quase impossíveis de serem avistados, no entanto vemos cinco, seis, até oito chifres na caçamba de cada grupo de caçadores! Ultrajante!

Chifres de alces e caribus, muito caçados ao longo da Dalton highway, no norte do Alaska

Chifres de alces e caribus, muito caçados ao longo da Dalton highway, no norte do Alaska


Olhos atentos na estrada e inesperadamente um lobo cruza majestoso a rodovia! Um lobo cinza! Um dos animais mais difíceis de serem encontrados, pois praticamente se mimetizam na vegetação e são totalmente soturnos e silenciosos. Ele cruzou na frente da Fiona, nós paramos tentando tirar fotos e ele também parou a nos observar do alto do monte ao lado da estrada. Posou para a foto por um segundo e partiu.

Um inesquecível encontro com um lobo, na Dalton Highway, a caminho do Círculo Polar, no norte do Alaska

Um inesquecível encontro com um lobo, na Dalton Highway, a caminho do Círculo Polar, no norte do Alaska


Eis que o nosso GPS marca 66° 33’! Chegamos ao Círculo Polar Ártico! Uma placa e sinais informativos confirmam o feito e novamente a foto clássica é obrigatória. Daqui em diante começa a zona de transição entre o clima subártico e ártico e com isso mudam também as paisagens. As florestas começam a diminuir de tamanho, a vegetação rasteira, liquens e gramíneas dominam as terras geladas da tundra ártica.

Vegetação com cores de outono e a montanha, já com cores de inverno, 90 km ao norte do Círculo Polar, na Dalton Highway, no Alaska

Vegetação com cores de outono e a montanha, já com cores de inverno, 90 km ao norte do Círculo Polar, na Dalton Highway, no Alaska


Entre o Círculo Polar e Prudhoe Bay, apenas o parada de caminhoneiros em Coldfoot, vizinha da antiga vilazinha de Wiseman e a natureza selvagem. Quase na entrada de Coldfoot encontramos mais uma linda moosa, alce fêmea, tão rápido que nem conseguimos fotografar. Do outro lado do rio, um inacreditável centro de visitantes com uma exposição completa sobre o ártico e o parque nacional com nome muito sugestivo: “Gates of the Artic National Park”.

Um magnífico lago que se transforma num gigantesco espelho, pouco antes de chegarmos à Coldfoot, na zona polar do Alaska

Um magnífico lago que se transforma num gigantesco espelho, pouco antes de chegarmos à Coldfoot, na zona polar do Alaska


Coldfoot não chega nem a ser uma vila, é apenas um lodge, estacionamento de caminhões, traillers e um restaurante, ponto obrigatório para todos os caminhoneiros a caminho dos campos da BP - British Petroleum. Estacionamos a Fiona, pagamos absurdos 190 dólares por um quarto bem simples com banheiro e sentamos no bar, ao lado dos Caminhoneiros do Gelo. Eles são curiosos e super simpáticos, tendo a oportunidade puxam assunto e querem saber “What the hell are we doing there!?!” O papo rola solto, regado a Alaskan Pale Ale, muitas histórias e boas dicas dos caminhos do norte. Aqui já foram filmadas algumas temporadas daquela série da Discovery “Caminhoneiros do Gelo” e eles indignados dizem: “Aquilo é Hollywood! Eu dirijo nessas estradas todos os dias e para falar a verdade, ela são até mais macias quando estão com neve! Uma piada!” Hahaha!

A deliciosa e revigorante 'comida de camioneiro', em Coldfoot, na Dalton Highway, no norte do Alaska

A deliciosa e revigorante "comida de camioneiro", em Coldfoot, na Dalton Highway, no norte do Alaska


Jantamos uma das comidas mais deliciosas da América do Norte, quem diria, aqui em Coldfoot! Salada completa com queijos, amêndoas e nozes, do grill, uma carne suculenta e do buffet, um tutu de feijão meio apimentado, purê de batatas e vegetais grelhados! Que delícia! Agora é esperar o sol se pôr e cruzar os dedos para a aurora!

Nosso alojamento em Coldfoot, na Dalton Highway, norte do Alaska

Nosso alojamento em Coldfoot, na Dalton Highway, norte do Alaska

Alaska, Coldfoot, Ártico, Dalton Highway, Circulo Polar Ártico, Polar Circle

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior Chegando ao Alaska, depois de mais de 2 mil quilômetros na Alaska Highway através do Canadá

A Infinita Alaska Highway!

Post seguinte A fantástica Aurora Boreal nos céus de Coldfoot, 95 km ao norte do Círculo Polar, na Dalton Highway, no Alaska

Aurora Boreal!

Blog do Rodrigo Chegamos ao Círculo Polar Ártico, no norte do Alska!

Passando pelo Círculo Polar Ártico

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 11/02/2013 | 14:14 por Edson

    Linda viagem, parabéns.
    A viagem que vocês estão fazendo esta servindo de inspiração
    Para que eu comesse a planejar a minha em agosto deste ano.

    Resposta:
    Opa, obrigada Edson! Boa viagem e precisando de ajuda/infos é só avisar. Abs!

  • 27/09/2012 | 12:25 por Boia Paulista

    Oi, Ana. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie - Boia Paulista

    Resposta:
    Oi Natalie!
    Essas bandas nos deixaram meio desconectados, mas não queria deixá-la sem um super obrigada!
    Nos vemos pela #viajosfera!
    Beijos!
    Ana

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet