0 Cicerones e Bogotá - Blog da Ana - 1000 dias

Cicerones e Bogotá - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Cicerones e Bogotá

Colômbia, Bogotá

Pausa em sessão de fotos na Candelária, em Bogotá, na Colômbia

Pausa em sessão de fotos na Candelária, em Bogotá, na Colômbia


Acordamos na Fiona as 8am. Douglas e Clara estavam dormindo desde as 6am ao lado do carro, depois de trabalhar a noite inteira! Pegamos estrada e paramos em um Posto “Rojo” ou “Paraje Roja” que é o Graal deles aqui, super tradicional. Clara parava aqui com seus pais tomar este caldo desde criança. Ok se é para sermos tradicionais, então vamos comer o que eles comem aqui pela manhã: caldo de costela! É para levantar qualquer difundo, dizia Douglas! E era bem o nosso caso... mortos depois de toda a maratona cumprida.

Visitando a região da Candelária, no centro de Bogotá, na Colômbia

Visitando a região da Candelária, no centro de Bogotá, na Colômbia


Chegamos a Bogotá com o tempo chuvoso, mas ainda assim nossos anfitriões fizeram questão de nos levar conhecer um pouco do centro histórico da cidade. Como hoje é feriado o centro está mais tranquilo e fácil de trafegar. Fomos direto para a La Candelária. Ali foi onde começou a cidade de Bogotá, com uma de suas primeiras igrejas nos idos de 1540. As ruas estreitas, as casas com muros coloridos e grafitados já nos transmitem os ares da cultura e da arte de rua da megalópole colombiana.

Arte nos muros da Candelária, no centro de Bogotá, na Colômbia

Arte nos muros da Candelária, no centro de Bogotá, na Colômbia


Ali mesmo um artista fazia uma performance de rua, ele e seus balões coloridos enfeitaram e fizeram um contraste super interessante entre a alegria e leveza da sua arte, frente aos traços fortes dos guetos da Candelária. Essa é uma região de clima muito pesado durante a noite, nos explicou Clarita, onde fica o submundo de drogas e afins.

Pequena rua na região da Candelária, em Bogotá, na Colômbia

Pequena rua na região da Candelária, em Bogotá, na Colômbia


Dali, seguimos para a Praça Simón Bolívar. Ooops, corrigindo: a IMENSA Praça Simón Bolívar! Cercada pela Catedral, Prefeitura Municipal de Bogotá, Sede do Governo e Congresso Nacional, a imponente praça fica no centro histórico e, além de uma quantidade absurda de pombas ela possui uma curiosidade histórica que merece ser pontuada.

A praça Simón Bolívar, bem no centro de Bogotá, na Colômbia

A praça Simón Bolívar, bem no centro de Bogotá, na Colômbia


O prédio mais novo à esquerda é o prédio do Congresso Nacional, que foi destruído por bombas e tiroteios na década de 80 em uma batalha que foi travada pelo exército nacional e pelas FARCs. A guerrilha tentava tomar a cidade de Bogotá e chegou a matar alguns dos políticos que estavam lá presentes. Que loucura! Este muro hoje é utilizado quase como um mural pelos manifestantes que picham em sua fachada todas as suas indignações e reivindicações aos deputados.

O Palácio de Justiça, destruído na famosa invasão do M-19, na praça Simón Bolívar, bem no centro de Bogotá, na Colômbia

O Palácio de Justiça, destruído na famosa invasão do M-19, na praça Simón Bolívar, bem no centro de Bogotá, na Colômbia


Ao fundo podemos ver a casa onde foi declarada a independência da Colômbia da Coroa Espanhola, do início do século XIX, e Monserrat, onde está o santuário e um dos principais mirantes da cidade, que ainda iremos conhecer.

Artista de rua na praça Simón Bolívar, bem no centro de Bogotá, na Colômbia

Artista de rua na praça Simón Bolívar, bem no centro de Bogotá, na Colômbia


Rumamos para o norte da cidade, que eu não tinha noção ser tão gigantesca. Na entrada pelo sul, vindo de Girardot já demoramos mais de uma hora até chegar ao centro. Douglas e Clara vivem no norte, uma região mais moderna e muito segura. Todos os integrantes da banda vivem no mesmo bairro, há menos de 10 quadras entre eles. Não foi por acaso, eles decidiram assim para facilitar os encontros e ensaios. Profissional!

1000dias na praça Simón Bolívar, bem no centro de Bogotá, na Colômbia!

1000dias na praça Simón Bolívar, bem no centro de Bogotá, na Colômbia!


Estávamos muito cansados, então não demorou muito caímos podres na cama e dormimos pelo menos umas 2 ou 3 horas profundamente. A noite fui ao mercado com Douglas, compramos alguns víveres e ingredientes para o jantar que eles queriam nos oferecer. Sancocho é o nome do tradicional prato colombiano que Clarita decidiu preparar. Ela é uma cozinheira de mão cheia e em pouco tempo o sancocho estava pronto e delicioso! Um cozido de legumes com frango, acompanhando abacate e um refogado de tomate e cebola deliciosos! Geralmente os colombianos misturam tudo, virando quase um sopão, mas eles nos ensinaram a comer diferente, arroz com frango, molho do sancocho e o refogado no arroz, como um prato de comida, mucho más rico!!! Bem tratados assim, não vamos querer ir embora tão cedo!

O delicioso jantar que a Clara e o Douglas ofereceram para a gente no seu apartamento em Bogotá, na Colômbia

O delicioso jantar que a Clara e o Douglas ofereceram para a gente no seu apartamento em Bogotá, na Colômbia

Colômbia, Bogotá, Amigos, La Candelária, Plaza Simón Bolívar

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Junto com a banda The Hall Effect, no hotel Paraiso, em Girardot, na Colômbia

Hot en Paraíso!

Post seguinte O Douglas, Amelie e Clara durante almoço em Bogotá, na Colômbia

Bogotá em Família

Blog do Rodrigo 1000dias na praça Simón Bolívar, bem no centro de Bogotá, na Colômbia!

No Centro de Bogotá

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet