0 Cataratas do Iguazú - Blog da Ana - 1000 dias

Cataratas do Iguazú - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Cataratas do Iguazú

Brasil, Paraná, Foz do Iguaçu, Argentina, Puerto Iguazu

A incrível Garganta do Diabo, visto do lado argentino do parque, em Puerto Iguazu - Argentina

A incrível Garganta do Diabo, visto do lado argentino do parque, em Puerto Iguazu - Argentina


Qual é o lado mais bonito, o argentino ou o brasileiro? Esta é sempre uma das discussões que surgem depois da visita aos dois parques que protegem as Cataratas do Iguaçu. Então, hoje resolvemos ir até lá para conferir! O dia amanheceu chuvoso, péssimo para passeios ao ar livre, mas infelizmente não tínhamos opção, era agora ou nunca. Casaco impermeável, capa de chuva e boa! Vamos ao Parque das Cataratas do Iguazú!

Cruzando a fronteira entre Brasil e Argentina num dia chuvoso

Cruzando a fronteira entre Brasil e Argentina num dia chuvoso


Cruzamos a fronteira de los hermanos argentinos com tranqüilidade. A única pergunta feita tanto pela imigração brasileira quanto pela argentina é aonde vamos e o que vamos fazer ali. Respondido que será apenas para passar o dia no parque, não querem saber mais nada. Entre as duas imigrações há a Ponte Tancredo Neves, pelo menos metade dela possui este nome, a nossa metade. Entre as fronteiras oficiais há um grande shopping Duty Free, impressionante, parece que estamos dentro de um aeroporto. Passamos a entrada de Puerto Iguazú e seguimos direto para o parque.

Lado argentino da ponte Tancredo Neves, chegando em Puerto Iguazu - Argentina

Lado argentino da ponte Tancredo Neves, chegando em Puerto Iguazu - Argentina


O Parque Nacional das Cataratas do Iguazú foi criado em 1º de janeiro de 1935, 4 anos antes do seu irmão brasileiro. A primeira visita turística do parque foi feita em agosto de 1901, porém a expedição fracassou por falta de estradas que os levassem ao local. Victoria Aguirre, participante da expedição, doou 3 mil dinheiros para a construção das estradas, que somados à outra doação de 5 mil dinheiros por Gibaja y Nuñez serviram de impulso para a construção da primeira estrada de terra entre Puerto Iguazú e as Cataratas. Este foi o ponta pé inicial para o desenvolvimento turístico da região.

No trenzinho que leva turistas no parque em Puerto Iguazu - Argentina

No trenzinho que leva turistas no parque em Puerto Iguazu - Argentina


O parque é bem organizado, possui um trem que faz o transporte dos turistas entre as 3 principais estações: Estação Central, Cataratas e Estação Garganta do Diabo. Seguimos direto para a terceira, na esperança que a chuva se acalmasse. Sem muita negociação com São Pedro, tivemos que enfrentá-la bravamente durante a caminhada de aproximadamente uma hora. É 1,5 km por passarelas suspensas sobre o Rio Iguaçu até o mirante localizado exatamente em cima da Garganta do Diabo.

Passarela que leva á Garganta do Diabo, no lado argentino do parque, em Puerto Iguazu

Passarela que leva á Garganta do Diabo, no lado argentino do parque, em Puerto Iguazu


O vento e a bruma que sobem da cachoeira molham mais do que a chuva. A beleza e grandiosidade deste cânion nos fazem esquecer do frio e do desconforto das roupas, meias e tênis molhados.

Visitando a Garganta do Diabo no Parque Nacional Iguazu, em Puerto Iguazu - Argentina

Visitando a Garganta do Diabo no Parque Nacional Iguazu, em Puerto Iguazu - Argentina


O mirante tem picos de ocupação, já que todos descem no mesmo trem. Então uma dica é ficar alguns minutos a mais e logo terá o mirante livre para fotos e contemplação, sem dezenas de turistas se apertando por um espaço ao sol, neste caso à chuva.

Todo mundo se protegendo da chuva no parque em Puerto Iguazu - Argentina

Todo mundo se protegendo da chuva no parque em Puerto Iguazu - Argentina


Retornamos à estação, que embora sempre esteja lotada, não deve te desesperar. O trem é grande e se todos foram até lá, é bem provável que todos deverão caber no mesmo trem para voltar. Enquanto minha mãe aguardava seca e quentinha no café da Estação Cataratas, nós enfrentamos novamente a chuva, agora mais forte e ainda mais molhada! Rsrs! Fomos conhecer o circuito superior, que segue pelo alto do rio, margeando todas as quedas que podemos ver no início da trilha brasileira. São dezenas de saltos até o mirante principal, em frente à Ilha e ao Salto San Martín, o mais impressionante volume de água, que luta bravamente para escavar outra Garganta do Diabo na margem esquerda do rio.

O Salto e a Ilha San Martin, no lado argentino do parque, em Puerto Iguazu - Argentina

O Salto e a Ilha San Martin, no lado argentino do parque, em Puerto Iguazu - Argentina


Terminamos o nosso passeio deixando para trás o circuito inferior e as trilhas na Ilha San Martín, belíssimas, mas muito molhadas para hoje. De longe ainda conseguíamos avistar bravos e destemidos turistas explorando estes circuitos, que certamente nos servirão como ótimo motivo para retornar ao parque em outra oportunidade.

Cataratas do Iguaçu vistas do lado argentino, em Puerto Iguazu - Argentina

Cataratas do Iguaçu vistas do lado argentino, em Puerto Iguazu - Argentina


No final do dia, já estávamos completamente esfomeados, no ponto certo para sentar em uma churrascaria para provar o delicioso chorizo e todos os cortes de carne argentinos! Hummm, delícia!

Que delícia! Nosso primeiro churasco argentino! (em Puerto Iguazu - Argentina)

Que delícia! Nosso primeiro churasco argentino! (em Puerto Iguazu - Argentina)


Respondendo à pergunta do início do post, o lado argentino proporciona uma experiência diferente das Cataratas, chegamos praticamente dentro da Garganta do Diabo. Outro pró é que pagamos o equivalente a 26 reais (dependendo do câmbio) e conseguimos fazer muito mais dentro do parque sem nenhuma taxa extra. Já no lado brasileiro os mirantes dão o melhor ângulo para apreciação do espetáculo completo, fica mais clara a grandeza da paisagem. As belezas estão mais do lado argentino, mas elas podem ser melhor observadas a partir do lado brasileiro. Puxa, será que confundiu muito? Essa é uma pergunta muito difícil de ser respondida, pois em um lugar como este não existe nem o feio, nem o mais ou menos. Esta foi a minha percepção pessoal, em um dia chuvoso. Enfim, acho que vocês terão que fazer o sacrifício de ir lá e ver com os próprios olhos.

Visitando a Garganta do Diabo no Parque Nacional Iguazu, em Puerto Iguazu - Argentina

Visitando a Garganta do Diabo no Parque Nacional Iguazu, em Puerto Iguazu - Argentina

Brasil, Paraná, Foz do Iguaçu, Argentina, Puerto Iguazu, Iguazú, Cataratas

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior Os gigantescos dutos de água das turbinas da Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu, fronteira de Brasil e Paraguai. Por cada um deles passam, em média, o volume correspondente à metade das cataratas do Iguaçu!

Itaipu – Uma maravilha moderna

Post seguinte As incríveis ruínas da Missão de Trinidad, no sul do Paraguai

Reducción Jesuítica

Blog do Rodrigo É muita água caindo!!! (no Parque Nacional Iguazu em Puerto Iguazu - Argentina)

Vigésimo

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet