0 Aventureiros se atraem – Parte 2 - Blog da Ana - 1000 dias

Aventureiros se atraem – Parte 2 - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Aventureiros se atraem – Parte 2

Ilhas Virgens Americanas, St Thomas - Charlotte Amalie

Estou cada vez mais impressionada como estamos conectados uns aos outros. Este (in)consciente coletivo, que faz com que pessoas que possuem afinidades se cruzem, se reconheçam e se atraiam.

Hoje cedo pegamos um fast ferry de Tortola nas BVIs para St Thomas, capital das USVIs. Tínhamos apenas um dia para passear por St Thomas e decidimos ficar na parte histórica da cidade. Subimos os 99 Steps, escada construída pelos dinamarqueses em 1860s, em direção a parte alta da cidade.

Os famosos '99 steps', em Charlotte Amalie - USVI

Os famosos "99 steps", em Charlotte Amalie - USVI


Lá encontraríamos um pequeno museu sobre a história dos dinamarqueses, que estávamos curiosos para conhecer, o castelo do Blackbeard, um dos piratas mais famosos do mundo, e alguns outros pontos históricos interessantes. Subimos e adivinhem? Tudo fechado... a cidade funciona em função dos navios de cruzeiro e felizmente não havia nenhum na cidade. Realmente é difícil escolher, mas eu acho que prefiro não entrar nos museus, mas poder andar pelas ruas da cidade tranqüilas, do que ter aquelas hordas de turistas, filas e mais filas por tudo.

Charlotte Amalie, em St. Thomas - USVI

Charlotte Amalie, em St. Thomas - USVI


Bem, caminhando na Main Street nós passamos pela H. Stern, uma das centenas de joalherias da cidade que aproveitam o tax free das USVIs e seus cruise ships ávidos por comprar. Por curiosidade entramos, não imaginava encontrar uma H. Stern aqui e se conseguisse ainda poderia polir a nossa aliança antes do aniversário de casamento. Numa entradinha na loja, que achamos que iria demorar no máximo 10 minutos, ficamos meia-hora. A Márcia nos atendeu e foi tão atenciosa, conversamos sobre o Brasil, a viagem, jóias, o casamento e ela nos deu várias dicas de onde poderíamos ir hoje a noite. Dali, fomos direto para a biblioteca pública da cidade pesquisar um pouco sobre a história do país. Quando menos imaginávamos a Márcia apareceu lá nos convidando para um happy hour! Ela havia nos explicado como chegar, e quando saiu da loja pensou “estou indo num bar com meu marido, por que não convidá-los?” Foi até lá nos procurar apenas para nos convidar, demais!

A segunda Igreja Luterana mais antiga das américas, em Charlotte Amalie - USVI

A segunda Igreja Luterana mais antiga das américas, em Charlotte Amalie - USVI


Fomos até um bar-restaurante japonês com uma vista linda para uma das diversas baías da ilha e que tem um dos rum punchs mais famosos de St Thomas. Conversamos sobre as viagens e mais uma vez nos deparamos com aventureiros de carteirinha! Ela americana de origem Jamaicana, bioquímica e ele californiano, fisioterapeuta. Rick já havia feito algumas viagens para a África e Europa desde os seus 15 anos. Ele e Márcia se conheceram na faculdade em Maryland e logo que se formaram foram morar um tempo no Japão. Viajaram pela Índia, Nepal, sudeste Asiático, Europa e, uma das suas maiores aventuras, um ano e meio viajando pela África. Quando Márcia ouviu a nossa história dos 1000dias ficou interessadíssima e logo quis entender o plano, já se inspirando para o planejamento da próxima viagem que deve começar em 2011. Do bar fomos para a casa deles em um condomínio maravilhoso, paraíso dos gatos e coelhos. Isso mesmo, 2 coelhos moram lá! Tomamos mais alguns ponchs, conhecemos a Miausa, gata linda que os adotou como pais, e Ania, amiga polonesa e vizinha de condomínio.

Casal americano, Rick e Marcia, novos amigos em Charlotte Amalie

Casal americano, Rick e Marcia, novos amigos em Charlotte Amalie


Marcia e Rick fizeram a nossa estada em St Thomas especial, mais uma vez nos surpreendendo e mostrando como estamos conectados. Pelo jeito encontraremos em nos nossos 1000dias muitos Ricks e Marcias, Dougs, o aviador, Daniels e Saras, lutando pela cultura local em Middle Caicos, Jims uma vez na Antártida, hoje recebendo todas estas almas livres e aventureiras no seu restaurante. Personagens que sempre nos farão sentir-nos em casa onde estivermos.

Partindo do hotel, cedinho, em Charlotte Amalie - USVI

Partindo do hotel, cedinho, em Charlotte Amalie - USVI

Ilhas Virgens Americanas, St Thomas - Charlotte Amalie, USVIs

Veja todas as fotos do dia!

Diz aí se você gostou, diz!

Post anterior Táxi em Virgin Gorda - BVI

Ai ai aiaiaiái está chegando a hora...

Post seguinte

3 em 1

Blog do Rodrigo Casal americano, Rick e Marcia, novos amigos em Charlotte Amalie

A Surpresa em St. Thomas

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 09/02/2011 | 14:41 por Marcelo

    Olá, estamos programando uma viagem a St. Thomas e San Juan. Você poderia passar alguns detalhes de como chegaram em cada ilha? Pois San Juan é possível chegar através de avião com tarifas razoáveis. Já St. Thomas é carríssima a passagem. Agradecemos desde já. Abraços

    Resposta:
    Oi Marcelo! Desculpe a demora no retorno, andamos com dificuldade de conexão. A nossa viagem foi de San Juan para St Thomas. Chegando à Saint Thomas já pegamos um táxi comunitário em direção à Red Hook, porto mais próximo de Cruz Bay, em St John, onde as praias mais bonitas estão e ficamos hospedados. St Thomas mesmo tem algumas coisas para conhecer mas não é o melhor ponto para conhecer a região. Qto à passagem, nós compramos tudo via agência de turismo em Curitiba, eles conseguem tarifas mais palatáveis do que se comprarmos direto, foi algo em torno de US$ 200,00. Não tenho o valor exato, pois compramos um pacote com vários vôos entre Miami, Porto Rico, Bahamas, Turks & Caicos, USVI e BVI.
    Se quiser posso passar o contato dessa agência lá.
    Aproveitem a trip, boa viagem!
    Bjs
    Ana

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet