0 Asunción - Blog da Ana - 1000 dias

Asunción - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Asunción

Paraguai, Asunción

Tenda de artesanato na Praça Uruguaya, em Asunción - Paraguai

Tenda de artesanato na Praça Uruguaya, em Asunción - Paraguai


Asunción é uma cidade de 1,2 milhões de habitantes às margens do Rio Paraguay. O centro histórico se desenvolveu ali e ainda é o centro político da capital, porém a beira rio ficam as favelas, também conhecidas como viviendas temporárias, já que estão sujeitas à alta do rio.

Rio Paraguay, que banha Asunción - Paraguai

Rio Paraguay, que banha Asunción - Paraguai


Próximos da comemoração do Bicentenário da Independência, declarada em 20 de julho de 1811, todos os edifícios públicos estão passando por restaurações e reformas. Lindos por fora, fechados por dentro. Portanto alguns dos prédios abertos a visitação turística, como o Panteón de los Heroes, onde estão os restos mortais de Solano Lopes e outros ilustres da história paraguaia.

O Panteão dos Heróis, em Asunción - Paraguai

O Panteão dos Heróis, em Asunción - Paraguai


A melhor forma de conhecer o centro histórico é caminhando. Conseguimos a melhor vaga para estacionar a Fiona, sem parquímetro e em frente ao quartel policial na Plaza Constitución, onde fica a Catedral Metropolitana. Logo ao lado, o Cabildo, uma marca da passagem dos jesuítas na região, antes Casa do Governo Espanhol, hoje museu do Congresso Nacional.

O 'Cabildo', em Asunción - Paraguai

O "Cabildo", em Asunción - Paraguai


Aqui fica claro o contraste entre a riqueza e a pobreza do povo paraguaio. Avistamos o rio e logo abaixo as favelas, não muito diferentes das que encontramos em Recife, Rio ou Salvador. O policiamento nas ruas é grande, quase ostensivo, ficando clara a preocupação com a segurança na região. Assim sendo, continuamos caminhando, nos sentindo ainda mais seguros, pelo centro limpo e arborizado e chegamos ao imponente Palácio do Governo, também em estágio final de restauração. Logo em frente fica o Centro Cultural Manzana de La Riviera, um conjunto de casas antigas restauradas que deu espaço a um museu sobre a história da cidade de Asunción, salas de exposição e um restaurante com vista para o Palácio. Vale a visita.

Praça Uruguaya, em Asunción - Paraguai

Praça Uruguaya, em Asunción - Paraguai


A esta altura, já com fome, começamos a mesclar o roteiro gastronômico ao histórico. Passamos em frente ao Panteón e ao Lido Bar, um dos bares mais tradicionais que serve a famosa sopa paraguaia, especialidade da cozinha local. Seguimos adiante compramos um pão preto de trocentos cereais na padaria alemã e encontramos a Confiteria Bolsí.

Padaria alemã em Asunción - Paraguai

Padaria alemã em Asunción - Paraguai


Sabem aquela uma confeitaria dos anos 60, com aquele balcão antigo de madeira delicioso para sentar, tomar uma cerveja e ver o movimento passar? Exatamente, vimos colegas de trabalho, dando aquela escapadinha do escritório, casais, senhores com seus jornais e barbas respeitáveis. Ali decidimos almoçar, empanadas quatro queijos, caneloni para o Rodrigo e uma salada verde deliciosa e difícil de encontrar, adoro!

A deliciosa e tradicional confeitaria Bolsi, no centro de Asunción - Paraguai

A deliciosa e tradicional confeitaria Bolsi, no centro de Asunción - Paraguai


Terminamos o passeio na Praça Uruguaya, em frente ao Ferrocarril, primeira estação de trem do continente. O prédio é lindíssimo e alguns vagões ainda estão ali para fotografia, embora não muito conservados. Contudo não pude deixar de prestar atenção na praça. Um grande acampamento de pessoas pobres, sem terra, sem teto, sem comida, sem nada, a estava ocupando. Aparentemente são pessoas que vivem ali, queremos acreditar que seja apenas temporário.

A mais antiga estação de trem do continente, em Asunción - Paraguai

A mais antiga estação de trem do continente, em Asunción - Paraguai


Ainda que nós brasileiros estejamos acostumados a ver pobreza, confesso que esta cena da praça me chocou. Mais que as favelas às margens do rio, mais do que a miséria que já vimos pelo caminho. De qualquer forma eu prefiro assim, sem hipocrisia, pois não adiantaria imaginarmos que passaríamos pelo Paraguai, um dos países mais pobres da América, vendo a miséria apenas à margem das grandes cidades. Sim ela existe, no centro histórico e turístico e em todo lugar, infelizmente faz parte da realidade deste país.

População indígena em paraça de Asunción - Paraguai

População indígena em paraça de Asunción - Paraguai

Paraguai, Asunción,

Veja mais posts sobre

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Sentimento patriótico no dia da semifinal da Copa América (em Villarrica - Paraguai)

Fuerza Paraguay!

Post seguinte Máximas de bar, em pub irlandes no Paseo Carmelita, em Asunción - Paraguai

Paseo Carmelita

Blog do Rodrigo O Panteão dos Heróis, em Asunción - Paraguai

Um Dia em Asunción

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet