1 Arequipa de Sillar - Blog da Ana - 1000 dias

Arequipa de Sillar - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Arequipa de Sillar

Peru, Arequipa

Interior do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru

Interior do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru


Arequipa é a segunda maior cidade do Perú, ficando apenas atrás da capital, Lima. Foi um dos principais centros políticos da era colonial, muito mais rica e poderosa do que a afamada cidade de Cuzco.

Interior da catedral de Arequipa - Peru

Interior da catedral de Arequipa - Peru


Buscando uma base mais ao sul de Lima escolheram a região da atual Camaná no litoral, priorizando o portos marítimos. Construíram a cidade mas logo se deram conta que estavam em uma região com poucos recursos naturais e então se mudaram para Arequipa, uma vila já existente em um vale fértil, dentre vulcões e fontes de água doce, rica em minérios e madeira. Localização estrategicamente perfeita. Ali construíram uma linda cidade e a mais bela e pomposa Plaza de Armas de todo o Perú. Sim, arrisco a dizer que é a mais bela e pomposa inclusive comparando-a com a de Lima, da qual tenho vagas lembranças de minha passagem em 2006.

A Plaza de Armas de Arequipa - Peru

A Plaza de Armas de Arequipa - Peru


Uma fonte central, circundada de jardins bem desenhados e lotados de pombos, rodeados por uma linda construção com arcos em dois andares em sillar, pedra vulcânica de coloração clara e bela textura, aliás responsável por praticamente todas as construções da cidade antiga.

Criança alimenta alguns dos milhares de pombos da Plaza de Armas de Arequipa - Peru

Criança alimenta alguns dos milhares de pombos da Plaza de Armas de Arequipa - Peru


A praça possui como principal edifício a Catedral do século XVII, reconstruída 1868 depois de um imenso incêndio em 1844. A visita guiada vale tanto pela bela aula de história de Arequipa, assim como pela bela vista da cidade em meio aos vulcões, do alto da Catedral.

O El Mistí e o Chachani vistos do alto da Catedral de Arequipa - Peru

O El Mistí e o Chachani vistos do alto da Catedral de Arequipa - Peru


Falando em antiga, não poderíamos deixar de conhecer um dos edifícios coloniais mais antigos da cidade, o Convento de Santa Catalina. Construído em 1850 por uma viúva rica, este convento da ordem carmelita recebia apenas mulheres das mais ricas famílias espanholas. Estas, no entanto, continuavam vivendo com todas as mordomias e o estilo de vida que possuíam. Inúmeras criadas e celas simples mas com requintes como o piano caríssimo trazido da Alemanha para uma madre superiora. Esse bem bom não durou para sempre, logo chegou uma freira dominicana que as colocou nos eixos.

Uma das freiras do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru

Uma das freiras do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru


O convento é uma cidade completa, capelas, igrejas, praças, banhos, cozinhas, refeitórios, padarias, farmácia, sala de produção de hóstias, além, é claro, de suas celas individuais, todas com sala, quarto e cozinha. As celas chegaram a ser comercializadas, uma vez que elas próprias as construíam no início de sua vida de reclusão. Ninguém podia entrar aí e através do locutório elas só teriam chance de falar com seus pais uma ou duas vezes ao ano, depois de passado o período de noviças, que levava até 2 anos.

Uma das celas (ou quartos) do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru

Uma das celas (ou quartos) do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru


Uma das celas mais famosas é a que guarda os objetos pessoais utilizados por uma freira que viveu e faleceu neste convento e teve seus milagres comprovados, como a cura de um câncer e outras enfermidades. Esta fortaleza também abrigou muitas famílias da elite arequipeña quando se deu a guerra com o Chile, já falada aqui neste blog, a Guerra do Pacífico. É claro que com as devidas autorizações do Arcebispo responsável.

Um dos pátios do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru

Um dos pátios do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru


Sua arquitetura, suas ruas e afrescos foram completamente restaurados, depois de um largo período de pouca preservação e abandono. Em 1970 grande parte foi aberta a visitação, ainda que existam hoje uma parte do complexo que segue isolada para as 30 freiras da ordem dominicana que seguem trabalhando e se dedicando à vida religiosa.

Uma das ruas internas do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru

Uma das ruas internas do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru


Depois deste mergulho na íntima vida de um convento, nos voltamos para o mundo exterior e logo vemos ao fundo o pomposo vulcão El Místi, que não nos deixa esquecer de fecharmos o nosso trekking para o alto dos seus 5.830m amanhã. Fechamos com uma pequena agência, confiando que nos levarão a um operador mais organizado e com experiência em alta montanha. À noite buscamos os equipamentos de frio que não tínhamos, como luvas para neve, etc. Pessoal profissional, com um grupo de 9 pessoas bem heterogêneo, vamos ver como será.

Iluminação noturna da Plaza de Armas de Arequipa - Peru

Iluminação noturna da Plaza de Armas de Arequipa - Peru

Peru, Arequipa, Catedral, Plaza de Armas, Convento Santa Catalina

Veja mais posts sobre Catedral

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior Linda paisagem marcada por terraços para cultivo nas montanhas, no vale do rio Colca, região de Arequipa - Peru

Cânion Colca

Post seguinte Local do Acampamento Base para o trekking do vulcão El Mistí, em Arequipa - Peru

El Místi

Blog do Rodrigo Uma das freiras do Convento de Santa Catalina, em Arequipa - Peru

Santa Catalina

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 15/09/2013 | 21:56 por antonio pedron

    olá, tudo bem! lugares maravilhosos. Estaremos no caminho via Salta/Ar, neste mes.
    Até

    Resposta:
    Boa viagem Antônio! Precisando de informações estamos por aqui! Abs!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet