0 Geisers El Tatio - Blog da Ana - 1000 dias

Geisers El Tatio - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Geisers El Tatio

Chile, San Pedro de Atacama

Amanhecer nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile

Amanhecer nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile


4:30am, pegamos a estrada em direção à vila de Machuca. Não conhecemos o caminho, mas não deve ser difícil encontrá-lo, uma vez que é uma rota comum dos tours. São 99km até o Completo Termal de Tatio, onde encontramos os Geysers mais altos do mundo, a 4.320msnm. A noite não conseguíamos ter muita ideia do terreno e pelo mapa tínhamos dois caminhos. A procissão de carros e vans que seguia na mesma direção se dividiu, qual será o melhor caminho? Escolhemos o da direita, que parecia mais curto e sem tantas curvas.


Exibir mapa ampliado

Aqui já começamos a subida, saímos dos 2.500m de São Pedro e subimos aos 4.000m. Pouco a pouco a estrada vai sumindo e várias rotas alternativas começam a surgir. Sim, nessa altitude a neve torna-se um elemento presente e dificulta do trajeto. Vamos no faro, tentando adivinhar o melhor caminho e a rota escolhida pelo distante carro à nossa frente. Um rally na madrugada com a mínima de -11°C não era bem o que estávamos imaginando, mas tivemos que vencer o sono e manter a disposição para novas emoções!

Fiona nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile

Fiona nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile


6am, o sol já começa a clarear o dia por detrás da cordilheira e aos poucos vamos visualizando melhor o cenário. Mais gelo, mais neve e aquele frio gelado que faz minutos antes do sol nascer... um dos momentos mais frios do dia. Ao longe começamos a enxergar torres de fumaça, não é a toa que este horário é o ideal para visitar os geysers, pois é quando a diferença térmica os faz ficar ainda mais visíveis.

Paisagem apocalíptica nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile

Paisagem apocalíptica nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile


6:30am, chegamos ao Geysers del Tatio! Uma paisagem exótica, diferente de tudo que já havia visto na vida. Torres de fumaça de 5, 10m de altura espalhadas em uma baixada entre montanhas nevadas e vulcões extintos.

Turistas póximos à coluna de vapor dos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile

Turistas póximos à coluna de vapor dos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile


Fumaças, fumacinhas e fumaçonas, é assim que nós, meros mortais, conseguíamos diferenciar os geysers. São vários tipos e formas de afloramento que a águas frias emergentes formam no contato com as rochas vulcânicas hiper aquecidas. Algumas são apenas o escape da fumaça, perfeitas para aquecer a mão da turista “sem noção” que esqueceu sua luva.

Aquecendo-se na manhã gelada nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile

Aquecendo-se na manhã gelada nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile


Outras em formato de mini-vulcões ou panelas cheias de água borbulhante vão formando os mais belos espetáculos. A temperatura do vapor pode chegar a 85°C no complexo que é composto por 40 geysers, 60 termas e 70 escapes de fumaça nos apenas 3km2. Alucinante!!!

Em meio aos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile

Em meio aos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile


Estavam muitos graus abaixo de zero e uma das formas de tentarmos nos aquecer era encontrando um geyser mais brando onde pudéssemos nos perder em meio à fumaça. Aos poucos o sol foi saindo e o céu clareando tornando o espetáculo ainda mais impressionante! Diferentes cores, verdes, alaranjados, brancos e azuis, desenham no chão um mostruário dos diferentes minerais e elementos presentes nas águas subterrâneas e rochas aquecidas. Cursos de água congelada convivendo com vapores e águas ferventes, novamente a terra dos contrastes nos surpreende!

A água 'mineralizada' dos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile

A água "mineralizada" dos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile


Ao fundo vemos um maquinário abandonado, foi uma tentativa feita em 1960 para a geração de energia térmica a partir deste complexo. Infelizmente os resultados não foram satisfatórios e o projeto se comprovou inviável financeiramente. Hoje a estrutura montada para o projeto recebe os turistas, pesquisadores e cientistas que visitam o parque. Próximo dali, ainda no mesmo parque, estão os banhos termais. Uma barragem artificial construída no fluxo de águas termais para os corajosos se banharem. A temperatura varia de 28 a uns 31°C. Os turistas de apinham no raso, próximos de onde a água aflora quentinha, mais distante dali, mesmo os 28°C parecem congelantes somados ao frio da temperatura externa.

Banho aquecido na manhã gelada a mais de 4,3 mil metros de altitude nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile

Banho aquecido na manhã gelada a mais de 4,3 mil metros de altitude nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile


É difícil ir embora, em cada canto uma imagem mais linda, a cada minuto uma luz mais especial. Aos poucos os geysers parecem diminuir e se abrandar. Sabemos que eles ainda estão ali, apenas menos visíveis. Hora de ir embora... extasiados pela experiência, mas cansados. Havíamos dormido apenas quatro horas. Tínhamos planos de seguir para as termas de Puritama e, dependendo do pique, conhecer outros atrativos para este lado. Voltamos pelo outro caminho, desviando pelo povoado de Machuca. O caminho era muito mais fácil e tranquilo que o da vinda, o dia lindo agora nos mostrava as belas vistas do nosso retorno.

Início do dia nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile

Início do dia nos Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile


Esgotados, acabamos decidindo retornar direto à São Pedro. Segunda-feira, final de feriado, poderíamos retornar ao nosso primeiro hostal e tentar colocar as nossas coisas em dia. A tarde que pensei que seria de descanso acabou sendo uma tarde de Maria. Fiz uma faxina geral na Fiona, por dentro e por fora. A coitada, estava imprestável. É, a vida na estrada é boa mas cansativa, em alguns momentos temos que parar e respirar para recuperar as forças e poder seguir caminho.

Chile, San Pedro de Atacama,

Veja mais posts sobre

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior O deserto do Atacama no Vale da Morte, no Deserto do Atacama - norte do Chile

A Cordilheira de Sal

Post seguinte Um dos muitos cães que perambulam por  San Pedro de Atacama, no Chile

Day off

Blog do Rodrigo Um dos grandes Geisers del Tatio, na região do Atacama, no norte do Chile

Geisers

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 16/01/2016 | 18:11 por Monica

    Parabéns pelo blog! Estou adorando!!!!
    Então é possível ir de carro para visitar os Geisers?
    Vamos alugar um carro em Salta e pretendemos fazer os passeios por conta.
    Quais outros passeios é possível ir por conta própria ?
    Abraços,
    Monica

  • 28/08/2011 | 11:13 por clenilça alves da silva(cleo)

    bom dia ANA e RODRIGO .quanto tempo heim locura de trabalho total .mas tudo bem faz parte.olha como estão lindas todas edição passadas adorei a paisagem do Atacama que maravilha o Chile ,Bolivía tudo muito espetacular ,corajosa você nesse lago com agua morna eu ia ter medo de entrar imagine!!tiro meu chapeu pra vocês esses 1000 dias com certeza vai-lhes reder muito o que contar e ensinar PARABÉNS para o CASAL QUE E FANTASTICO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Resposta:
    Oi Cleo! Demorei mas to de volta, tentando colocar as coisas em dia! Tenho certeza que vc teria coragem de entrar, o lugar é tão diferente que acaba nos dando uma força extra para arregaçar as mangas e ir em busca de novas experiências. Mas 10 minutinhos no máx já ia estar bom! rsrsrs! Como está essa terra maravilhosa? Beijos

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet