0 Um Quarto, Duas Janelas e a Luz Mágica - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Um Quarto, Duas Janelas e a Luz Mágica - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Um Quarto, Duas Janelas e a Luz Mágica

México, Real de Catorce

A sombra da grade de nossa varanda, no hotel em Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México

A sombra da grade de nossa varanda, no hotel em Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México


Quando voltamos do passeio à cavalo e retornamos ao hotel para dizer que queríamos ficar uma noite extra, descobrimos que nosso quarto já havia sido alugado para um novo hóspede. Teríamos de pagar por um quarto mais caro.

Luz mágica de fim de tarde no quarto de nosso hotel em Real de Catorze, Pueblo Mágico ao norte do México

Luz mágica de fim de tarde no quarto de nosso hotel em Real de Catorze, Pueblo Mágico ao norte do México


Nada que uma boa conversa não mudasse. Ao final, só fizemos o upgrade de quarto sem pagar nada mais por isso. Se já tínhamos gostado do hotel antes, gostávamos ainda mais agora. Principalmente quando nos foi mostrado nossas novas acomodações...

Aproveitando a luz do sol que entrava pela janela do nosso quarto, no fim de tarde em Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México

Aproveitando a luz do sol que entrava pela janela do nosso quarto, no fim de tarde em Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México


Um amplo quarto de pé direito alto, uma cama onde caberiam umas dez pessoas, uma aconchegante lareira no canto e duas enormes janelas voltadas para o sol da tarde. Sol da tarde? Pois é, esse mesmo cuja luz transbordava para dentro do quarto, praticamente incendiando o assoalho de madeira e projetando sobre ele a sombra das grades das nossas varandas. Uma fotografia. Não, um quadro!

Aproveitando a luz do sol que entrava pela janela do nosso quarto, no fim de tarde em Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México

Aproveitando a luz do sol que entrava pela janela do nosso quarto, no fim de tarde em Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México


Por falar em quadro, sobre a lareira lá estava um quadro de um importante momento histórico para o país, a ocasião do encontro de duas das mais emblemáticas personagens mexicanas, os revolucionários Emiliano Zapata e Pancho Villa. Zapata, ar sempre sério com seu enorme bigode, parecia olhar para nós e não para Villa.

Aproveitando a luz do sol que entrava pela janela do nosso quarto, no fim de tarde em Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México

Aproveitando a luz do sol que entrava pela janela do nosso quarto, no fim de tarde em Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México


Duas cadeiras de balanço nos convidavam a ficar por ali, em frente às janelas, aproveitando o sol e o momento. Um convite assim não se recusa. Principalmente depois de cinco horas sobre o lombo de um cavalo. O balanço da cadeira seria certamente mais confortável. E foi! Pela próxima hora aí ficamos, sob o olhar de Zapata, vivendo a magia daquela quarto, daquelas janelas e daquela luz mágica. Outro momento inesquecível em Real de Catorce.

Aproveitando a luz do sol que entrava pela janela do nosso quarto, no fim de tarde em Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México

Aproveitando a luz do sol que entrava pela janela do nosso quarto, no fim de tarde em Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México

México, Real de Catorce,

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Luz de fim de tarde em Real de Catorze, Pueblo Mágico ao norte do México

Real de Catorze e os Pueblos Mágicos

Post seguinte Cavalos esperam seus clientes sob a lua e um céu azul, aos pés de El Quemado, na região de Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México

Cavalgada Mágica

Blog da Ana Tocando tambor e reverenciando a natureza no alto de 'El Quemado', na região de Real de Catorce, pueblo mágico no norte do México

Peyote, a experiência sagrada.

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet