0 Um Dia Difícil... - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Um Dia Difícil... - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Um Dia Difícil...

Estados Unidos, Flórida, Miami, México, Cidade do México, Jamaica, Montego Bay

Trabalhando no aeroporto de Miami, nos Estados Unidos, na escala entre o México e Jamaica

Trabalhando no aeroporto de Miami, nos Estados Unidos, na escala entre o México e Jamaica


Às vezes, para quem acompanha este blog, parece que tudo sempre corre às mil maravilhas na nossa viagem e que só temos bons momentos. Bom, para falar a verdade, a porcentagem de “bons momentos” realmente é bem grande no nosso dia a dia, mas também temos as nossas dificuldades, problemas e angústias. Não falamos (ou escrevemos) muito sobre eles, mas que passamos por eles, passamos.

Hoje, por exemplo, foi fuego. Acordamos cedo para pegar o táxi para o aeroporto e um trânsito mais livre que o esperado nos permitiu chegar com bastante antecedência. Era isso o que eu queria, porque ainda iria passar na imigração para conversar sobre o problema do nome e sobrenome no visto mexicano e assim, quem sabe, não ter problemas na volta.

Foi quando começaram as agruras... No balcão da Aeromexico, não conseguiam achar nossos nomes na lista do voo. Eu tinha comprado as passagens já há umas duas semanas, por internet. Fuça daqui, pesquisa dali, descobrimos que o espertão tinha sim comprado as passagens, mas para o dia 26 de Fevereiro, daqui a um mês!!! Aí, começou a corrida para tentar mudar a data das passagens, já que o voo Mexico-Miami ainda tinha vagas. A perna Miami-Jamaica, só com a American...

Entre México e Jamaica, escala no aeroporto de Miami, nos Estados Unidos

Entre México e Jamaica, escala no aeroporto de Miami, nos Estados Unidos


Exatamente por ser um voo compartido entre duas companhias aéreas, eu só poderia fazer a mudança de datas, dos dois trechos, com a American, no distante Terminal 1. E lá fomos nós, de ônibus, para lá. Enquanto a Ana ficou na longa fila da companhia, eu passei um bom tempo no telefone com a American. No fim, chegou a vez da Ana e foi mesmo no balcão que conseguimos resolver tudo. Pagando, é claro! A passagem que tinha saído bem baratinha, acabou ficando cara. Mas, fazer o quê?

O problema foi que acabamos voando com a American mesmo, para Miami, num voo uma hora mais cedo que o da Aeromexico. Assim, não precisamos voltar ao Terminal 2 mas, em compensação, perdi qualquer chance de falar com a imigração. Agora, isso vai ficar mesmo para a volta. Até o documento da importação temporária da Fiona eu estou levando, para mostrar à imigração na volta. Um argumento a mais para entrar, além do carimbo recente de que eu já entrei no país. Vai dar tudo certo...

Trabalhando no aeroporto de Miami, nos Estados Unidos, na escala entre o México e a Jamaica

Trabalhando no aeroporto de Miami, nos Estados Unidos, na escala entre o México e a Jamaica


Enfim, foi uma correria pelos corredores do aeroporto, mas chegamos em tempo para embarcar às 11 da manhã para Miami. Voo tranquilo e chegamos mais uma vez a esta cidade e aeroporto que já passamos tantas vezes nesses 1000dias. A última vez já faz quase 2 anos, em Maio de 2010, depois do primeiro tour caribenho e de volta ao Brasil para sair com a Fiona pelas estradas nacionais. Parece que foi ontem!

Passamos pela imigração americana sem problemas e nos preparamos para a longa espera até o voo para Montego Bay. Quase cinco horas de enrolações e embarcamos novamente. Miami, na próxima vez, já vai ser de Fiona!!! Ahn, aproveitamos esse tempo para comprar uma câmera nova, já que nossas queridas Nikon e Sony ficaram na manutenção na Cidade do México. Já estamos com saudades! Quem vai nos acompanhar este mês no Caribe é uma Lumix!

Era um pouco depois das nove da noite quando chegamos em Montego Bay, o principal destino turístico da Jamaica. Junto com amigos, sonhamos em comemorar aqui nossa formatura universitária, há quase 18 anos. Foi todo esse tempo que precisei esperar para que o sonho de conhecer a terra de Bob Marley se concretizasse! E, na verdade, precisei esperar um pouco mais. Na imigração, quando souberam que vínhamos do México, fomos imediatamente encaminhados para uma médica de plantão. Tudo por causa da gripe suína que voltou a matar em terras mexicanas. O problema era que a Ana estava com uma rinite fortíssima e ficamos na dúvida se a doutora gostaria disso... Bem, ela deu uma disfarçada na hora, passamos pela médica, pela imigração e estávamos de novo no Caribe!

Os infinitos corredores do aeroporto de Miami, nos Estados Unidos

Os infinitos corredores do aeroporto de Miami, nos Estados Unidos


Táxi para o hotel e lá, mais uma surpresa: desconheciam a nossa reserva, feita através do site hotel.info. A dificuldade era que não só eles estavam lotados, mas também todos os hotéis da cidade. Um festival de blues e jazz neste fim de semana trouxe milhares de pessoas à cidade. Depois de muito choro, conseguimos um quarto ali mesmo, com a promessa de pagar por ele caso não tivessem nenhuma informação do tal site até o dia seguinte.

Finalmente instalados, a rinite da Ana virou uma tremenda enxaqueca. Pelo menos, já tínhamos quarto e banheiro! E também a certeza de que o dia de amanhã será muito melhor que o de hoje e que a Jamaica sorrirá para nós, assim como todos os outros países anteriormente!

Estados Unidos, Flórida, Miami, México, Cidade do México, Jamaica, Montego Bay,

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior Painel mostrando os conquistadores espanhóis explorando os indígenas pintado por Diego Rivera no Palácio do Governo, na Cidade do México, capital do país

Astecas e a Conquista Espanhola

Post seguinte Jamaica, Ilhas Cayman e Cuba, nesta ordem, nosso roteiro nesta nova investida ao Caribe

Montego Bay - Jamaica

Blog da Ana Entre México e Jamaica, escala no aeroporto de Miami, nos Estados Unidos

Dia de Fúria

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 03/09/2014 | 16:08 por Sheila Moralles

    Que perrengue, mas o que seria de um livro sem os momentos de "ação" (leia-se problemas) rs?!

    Resposta:
    Oi Sheila

    Pois é, concordo plenamente! Na hora é um saco, mas depois, vendo do futuro, fica tudo engraçado, emocionante ou interessante. E o melhor é que acaba tudo bem, valorizando ainda mais as coiasas gostosas que se seguiriam.

    Enfim, como vc mesmo lembrou, é uma pimento a mais para o livro que um dia irá sair!

    Abs

  • 21/06/2013 | 17:17 por Paulo Pereira

    É bom conhecer o outro lado da aventura. Nem sempre tudo corre às mil maravilhas, mas acredito que depois dessas peripécias, o ambiente tranquilo da Jamaica tenha feito maravilhas pelo vosso humor:)

    Resposta:
    Oi Paulo

    Pois é, nem tudo são flores na nossa viagem. Também temos nossas dificuldades. Mas no final, dá tudo certo! Na Jamaica, então, como vc mesmo lembrou, é só alegria! Difícil o mau humor durar muito, rsrs

    um grande abraço

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet