0 Tarde Franciscana - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Tarde Franciscana - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Tarde Franciscana

Brasil, Minas Gerais, Januária (P.N Cavernas do Peruaçu)

Barracas na praia do Rio São Francisco, em Januária - MG

Barracas na praia do Rio São Francisco, em Januária - MG


Depois dos dias agitados no parque, eu e a Ana resolvemos passar uma tarde mais tranquila. O local escolhido foi a bela praia em frente ao nosso hotel.

Praia? Em pleno norte de Minas Gerais? Exatamente! Afinal, Januária fica ao lado do Rio Sâo Francisco. O mesmo rio que vimos nascer na Serra da Canastra, há poucos dias. Pois bem, aqui ele já é um adolescente, pronto para virar adulto. Com cerca de duzentos metros de largura, pelo menos nessa época do ano, suas água tranquilas seguem pacientemente em direção ao norte, para deixar Minas para trás e enfrentar o sertão baiano.

Rodrigo se refrescando no Rio São Francisco em Januária - MG

Rodrigo se refrescando no Rio São Francisco em Januária - MG


Esse rio sempre foi o meio de ligação e transporte através das regiões que passa. Também é fonte de alimentação, por meio da pesca, e de desenvolvimento, através da irrigação que usa as suas águas e da energia gerada pelas usinas hidroelétricas em seu curso. Mas, nessas últimas décadas, parece que abusaram um pouco do Velho Chico, usaram demas as suas águas, exploraram demasiadamente as suas margens, sobrepescaram seus peixes, represaram-no diversas vezes.

O Rio São Francisco em Januária - MG

O Rio São Francisco em Januária - MG


O rio assoreou e hoje é bem mais raso do que era antes. Até há 25 anos atrás, um charmoso barco importado do Mississipi, o Benjamim Guimarães, fazia o transporte de passageiros e carga desde Pirapora-MG até Juazeiro-BA. Além de pessoas da região, afortunados turistas tiveram a sorte de fazer esse trajeto, uma viagem que marcou a vida de muita gente. Uma dessas pessoas foi a minha irmã, quando eu ainda era um jovem adolescente. Lembro-me de, na época, prometer a mim mesmo que um dia seria a minha vez. Pois bem, o tempo passou, eu cresci, chegou a minha vez, o barco ainda está lá, em Pirapora mas o rio já não é mais o mesmo, não comporta mais barcos daquele porte. Motivo de tristeza e vergonha para nós, brasileiros. Deixar isso acontecer com um patrimônio nosso...

Barraca na praia do Rio São Francisco, em Januária - MG

Barraca na praia do Rio São Francisco, em Januária - MG


Bom, pelo menos o rio continua aqui e hoje pudemos passar uma agradável tarde em sua praia, bebericando uma cerveja e nos refrescando em suas águas. A praia é do lado de lá do rio. O dono de uma das barracas, o Primo, veio nos buscar de voadeira e ficamos em sua barraca nos deliciando com músicas dos anos 70 e 80. Talvez, foi isso que me estimulou a lembar do passado glorioso do Velho Chico.

Barraca na praia do Rio São Francisco, em Januária - MG

Barraca na praia do Rio São Francisco, em Januária - MG


Na volta, não pude resistir a tentação do desafio. Afinal, se resistisse, não seria eu... Voltei nadando, cruzando o Velho Chico mais uma vez, sem ajuda de pontes ou barcos. A distância não é longa e só precisamos tomar conta da corrente, para que ela não nos leve muito rio abaixo. Foi uma delícia de travessia. Apesar de tudo, o São Francisco continua o Velho Chico!
Obrigado, velho amigo. Obrigado por essa tarde de pernas para o ar...

De pernas para o ar no Rio São Francisco em Januária - MG

De pernas para o ar no Rio São Francisco em Januária - MG

Brasil, Minas Gerais, Januária (P.N Cavernas do Peruaçu), Rio São Francisco

Veja todas as fotos do dia!

Não nos deixe falando sozinhos, comente!

Post anterior Pinturas rupestres no 'Painel', no Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, próximo à Januária - MG

Outros Mundos

Post seguinte A Pousada do Zé Maria, em Inhaí, próximo a Diamantina - MG

Chegando ao Sempre-Vivas

Blog da Ana A Ana se refrescando no Rio São Francisco, em Januária - MG

São Chico, Santa Praia!

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 15/08/2010 | 19:21 por Dani

    Adorei o post, Ro! Parabéns!!!

    E boa viagem!

    Beijão,
    Dani

    Resposta:
    Oi Dani!!!
    E eu adoro vc!!!
    Como vai a Fúria? Estamos morrendo de saudades de toda a família.
    Bjs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet