0 Santo Antônio de Lisboa e Nossa Vida Social - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Santo Antônio de Lisboa e Nossa Vida Social - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Santo Antônio de Lisboa e Nossa Vida Social

Brasil, Santa Catarina, Florianópolis

A história de Santo Antônio de Lisboa, distrito tradicional de Florianópolis, Santa Catarina

A história de Santo Antônio de Lisboa, distrito tradicional de Florianópolis, Santa Catarina


Quando voltávamos de nossas explorações das praias do norte da ilha, na tarde do dia 19 (post aqui), já a meio caminho de casa no centro, paramos em uma das principais atrações turísticas de Florianópolis: Santo Antônio de Lisboa. Localizado a 17 km ao norte do centro, de frente para o estreito que separa a ilha do continente, Santo Antônio é o mais tradicional e antigo distrito da Ilha de Santa Catarina, centro gastronômico e oásis de tranquilidade na capital catarinense.

Santo Antônio de LIsboa está a 17 quilômetros ao norte do centro de Florianópolis, na Ilha de Santa Catarina. Nós paramos aí no dia 19, quando voltávamos das praias do norte da ilha

Santo Antônio de LIsboa está a 17 quilômetros ao norte do centro de Florianópolis, na Ilha de Santa Catarina. Nós paramos aí no dia 19, quando voltávamos das praias do norte da ilha


A origem de Santo Antônio de Lisboa, assim como de outras freguesias tradicionais da cidade, está ligada ao povoamento da ilha por açorianos a partir de meados do séc. XVIII. Santo Antônio é o mais antigo desses assentamentos e seu principal marco arquitetônico, a Igreja de Nossa Senhora das Necessidades teve o início de sua construção em 1750.

Igreja de feições açorianas de Santo Antônio de Lisboa, distrito ao norte de  Florianópolis, Santa Catarina

Igreja de feições açorianas de Santo Antônio de Lisboa, distrito ao norte de Florianópolis, Santa Catarina


Interior da igreja em Santo Antônio de Lisboa. região norte de  Florianópolis, Santa Catarina

Interior da igreja em Santo Antônio de Lisboa. região norte de Florianópolis, Santa Catarina


Já bem mais tarde chegaram ondas imigratórias de diversos países europeus, além dos escravos africanos. Mas são mesmo as raízes açorianas as que deixaram maiores marcas na arquitetura, comida e modo de vida simples de seus moradores. Com a vocação turística sendo desenvolvida já há meio século, várias casas e a própria igreja foram reformadas e se encontram em muito bom estado hoje, fazendo a festa dos visitantes que passeiam em suas tranquilas ruas de paralelepípedo.

O charme de Santo Antônio de Lisboa, mais antigo distrito de Florianópolis, Santa Catarina

O charme de Santo Antônio de Lisboa, mais antigo distrito de Florianópolis, Santa Catarina


Homenagem à primeira rua calçada do estado, em Santo Antônio de Lisboa, norte de  Florianópolis, Santa Catarina

Homenagem à primeira rua calçada do estado, em Santo Antônio de Lisboa, norte de Florianópolis, Santa Catarina


Alias, a primeira rua calçada, não só da ilha, mas de todo o estado, está em Santo Antônio de Lisboa. Foi um dos preparativos para a mais ilustre visita que o distrito recebeu. Foi em 1845, quando estiveram aqui o imperador Dom Pedro II e sua esposa, Teresa Cristina. Assim como os visitantes de hoje, o imperador se encantou com a pequena vila e deixou um vultuoso donativo para a diocese. Naquela época, era aqui que os navios estrangeiros aportavam na ilha e por isso a alfândega era localizada em santo Antônio de Lisboa.

Detalhe da charmosa arquitetura de Santo Antônio de Lisboa, distrito tradicional de  Florianópolis, Santa Catarina

Detalhe da charmosa arquitetura de Santo Antônio de Lisboa, distrito tradicional de Florianópolis, Santa Catarina


Detalhe da charmosa arquitetura de Santo Antônio de Lisboa, distrito tradicional de  Florianópolis, Santa Catarina

Detalhe da charmosa arquitetura de Santo Antônio de Lisboa, distrito tradicional de Florianópolis, Santa Catarina


De frente ao estreito, as águas são bem calmas, mas a praia estreita mal é frequentada por banhistas. Os visitantes preferem caminhar pela orla calçada e sombreada e apenas admirar a vista dos barcos ancorados, do mar de dentro, do continente no outro lado do estreito e das pontes que dão acesso à ilha, na direção sul.

Casarão em Santo Antônio de Lisboa, bairro tradicional de Florianópolis, Santa Catarina

Casarão em Santo Antônio de Lisboa, bairro tradicional de Florianópolis, Santa Catarina


Santo Antônio de Lisboa, distrito de  Florianópolis, Santa Catarina

Santo Antônio de Lisboa, distrito de Florianópolis, Santa Catarina


Nessa simpática orla se instalaram diversos restaurantes e vir aqui almoçar ou jantar desfrutando dessa linda vista virou programa tradicional entre habitantes de Florianópolis e visitantes da cidade. É o complemento perfeito do programa que se inicia com um passeio pelas ruas históricas, uma visita à igreja, ao museu e às lojas de artesanato e termina com uma refeição a céu aberto quase na beira da água.

A orla de Santo Antônio de Lisboa, bairro de  Florianópolis, Santa Catarina

A orla de Santo Antônio de Lisboa, bairro de Florianópolis, Santa Catarina


Restaurante na orla de Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis, Santa Catarina

Restaurante na orla de Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis, Santa Catarina


Foi o que nós fizemos no dia 19, embora de forma inesperada. Na verdade, só queríamos comer algum petisco, pois já tínhamos jantar marcado para mais tarde. Mas, eis que por alguma daquelas grandes coincidências que sempre enriquecem as viagens, quando fomos dar uma olhada em um dos restaurantes, lá estavam o Delmar e sua esposa Marilia. Para quem não se lembra, o Delmar é um antigo chefe da Ana, lá de Porto Alegre, e que nos recebeu em seu apartamento na capital gaúcha três semanas atrás, para um delicioso churrasco (post aqui). Fizemos muita festa e foi impossível negar o convite de sentarmos em sua mesa. Daí para comermos mais do que havia sido planejado, foi um pulinho. Mas valeu cada mordida, com certeza!

A Fiona na praça principal de Santo Antônio de Lisboa, litoral norte de  Florianópolis, Santa Catarina

A Fiona na praça principal de Santo Antônio de Lisboa, litoral norte de Florianópolis, Santa Catarina


Por uma feliz coincidência, encontro com o Delmar e a Marilia em Santo Antônio de Lisboa Florianópolis, Santa Catarina

Por uma feliz coincidência, encontro com o Delmar e a Marilia em Santo Antônio de Lisboa Florianópolis, Santa Catarina


O jantar para o qual ainda guardamos um lugar no estômago foi uma história curiosa. Como já disse, nós estamos hospedados no apartamento do tio Walter, a um quarteirão da Av. Beira-mar norte. Pois bem, lá na garagem do condomínio, a Fiona foi reconhecida por um leitor nosso. Ele entrou em contato conosco pelo facebook e nos convidou para jantar. Convite irrecusável, diante de tanta amabilidade. Então, depois de Santo Antônio de Lisboa, poucas horas mais tarde, lá estávamos nós jantando com o Francisco e a Ângela, amantes de viagens e nossos mais novos amigos florianopolitanos. Foi joia!

Convidados para jantar pelo Francisco e a Ângela, no mesmo prédio onde estamos hospedados em Florianópolis (casa do tio Walter), Santa Catarina

Convidados para jantar pelo Francisco e a Ângela, no mesmo prédio onde estamos hospedados em Florianópolis (casa do tio Walter), Santa Catarina


Convidados para jantar pelo Francisco e a Ângela, no mesmo prédio onde estamos hospedados em Florianópolis (casa do tio Walter), Santa Catarina

Convidados para jantar pelo Francisco e a Ângela, no mesmo prédio onde estamos hospedados em Florianópolis (casa do tio Walter), Santa Catarina


Falando em jantar, nossos mais costumeiros companheiros de jantar durante nossa temporada na cidade foram , sem dúvida, o Tio Walter e a Sílvia, sua namorada. Seja no apartamento do tio Walter, onde ele mesmo era o cozinheiro ou apenas pedia alguma pizza, seja no shopping Beira-mar, seja em algum restaurante de Jurerê Internacional, a companhia e a conversa sempre foram agradáveis e rendiam muitas risadas. Isso só fortalecia nosso sentimento de estarmos em casa, ainda mais que o tio Walter é família, irmão mais novo da mãe da Ana. Aliás, foi esse sentimento de lar, doce lar que foi nos fazendo esticar nossa estadia nessa cidade que adoramos tanto.

Jantar com o tio Waltinho e a Silvia, em Florianópolis, Santa Catarina

Jantar com o tio Waltinho e a Silvia, em Florianópolis, Santa Catarina


Macarronada na casa do tio Waltinho, em Florianópolis, Santa Catarina

Macarronada na casa do tio Waltinho, em Florianópolis, Santa Catarina


A outra exceção a esta regra de “jantar em família” foi no dia que fomos encontrar outra amiga da Ana, também dos tempos de Porto Alegre. Ela e o marido Jeff nos receberam na casa deles na região do Cacupé, pertinho de Santo Antônio de Lisboa. Foi um delicioso churrasco com direito a muita cerveja gelada e também a companhia do amigo Marcio e do Joaquim, ainda dentro da barriga da mãe, grávida de 5 meses. Realmente, com família e tantos amigos em uma cidade onde já estivemos tantas vezes antes, a sensação é a de se estar em casa e não viajando.

Encontro com a Vivi, Jeff e Marcio, em Florianópolis, Santa Catarina

Encontro com a Vivi, Jeff e Marcio, em Florianópolis, Santa Catarina

Brasil, Santa Catarina, Florianópolis, Arquitetura, comida, Santo Antônio de Lisboa

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior Na trilha entre Caiera e a praia de Naufragados, no extremo sul de Florianópolis, Ilha de Santa Catarina

Ribeirão da Ilha e a Trilha à Naufragados

Post seguinte Ponte Hercilio Luz, antiga ligação da ilha com o continente, em Florianópolis, Santa Catarina

Avenida Beira-mar, Sistema Solar e a Ponte

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet