0 Pinturas e Mirantes na Serra da Capivara - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Pinturas e Mirantes na Serra da Capivara - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Pinturas e Mirantes na Serra da Capivara

Brasil, Piauí, São Raimundo Nonato (P.N. Serra da Capivara)

Paisagem da Toca do Catitu II, na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Paisagem da Toca do Catitu II, na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


O Parque Nacional da Serra da Capivara é espetacular! Um dos mais antigos (1979) e bem organizados parques do país, atração de nível internacional, tem como principais atrativos os sinais dos mais antigos habitantes das américas além de paisagens dramáticas, grandes rochedos que se erguem sobre a caatinga e são testemunhos de outras épocas, quando a região tinha clima tropical e era habitado por preguiças gigantes e tigres dente de sabre.

Procurando a sombra durante caminhada na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Procurando a sombra durante caminhada na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


O parque é fruto da luta de uma mulher, meio brasileira meio francesa, uma heroína de nossa época, a arqueóloga Niède Guidon. Desde o início dos anos 70 ela frequentava e pesquisava os sítios arqueológicos da região e conseguiu, ainda no tempo do General Figueiredo, que um parque fosse criado para proteger os tesouros arqueológicos da Serra da Capivara. Aliás, o próprio nome da serra vem das pinturas onde os antigos moradores indentificavam capivaras, apesar de não existir nenhuma aqui por perto, nem em registros fósseis.

Pintura de veado galheiro na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Pintura de veado galheiro na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


Observando pinturas rupestres na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Observando pinturas rupestres na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


São centenas de paredões que se erguem sobre a caatinga, vários deles repletos de pinturas rupestres, algumas com 10 mil anos de idade. As pinturas retratam animais que viviam aqui naquele tempo, cenas do cotidiano daqueles povos, como rituais, caça e sexo ou desenhos abstratos que talvez nunca conheçamos o real significado. São mais de mil sítios arqueológicos, pouco mais de uma centena deles abertos à visitação. Em alguns sítios é possível passar horas admirando e tentando entender as pinturas. Em outros, passamos as mesmas horas admirando a natureza esplendorosa ao nosso redor. Por isso, é um parque que exige bastante tempo para se conhecer. O melhor a fazer e contratar um guia experiente, combinar o que se deseja ver e deixar que ele mesmo faça o roteiro para pelo menos arranhar um pouco a superfície desse verdadeiro universo de conhecimento.

Pintura Rupestre de macaco e filhote, na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Pintura Rupestre de macaco e filhote, na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


Foi o que fizemos. Temos três dias para passear pelo parque e contratamos o Rafael, um excelente guia, tanto no trato como no conhecimento, para nos guiar por essa região fantástica. Dissemos à ele que queríamos pinturas e paisagens, além de todo o conhecimento possível que ele pudesse passar. Formado em Geografia pela Universidade do Piauí e conhecedor da geologia, história e estórias da região, ele foi nos dando aulas e aulas enquanto andávamos pela quente caatinga ou nos refrescávamos nas sombras das tocas, ou "cuestas" onde se encontram as pinturas.

Toca com várias pinturas rupestres na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Toca com várias pinturas rupestres na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


Discutimos bastante também sobre a teoria da chegada do homem às américas. A teoria antiga e ainda vigente nos livros mais tradicionais diz que o homem chegou no nosso continente por Bering, entre Sibéria e Alaska, há uns 13 mil anos. Mas Niède diz que os homens já estavam por aqui há muito mais tempo, perto de 100 mil anos atrás. Teriam vindo da África diretamente pelo Atlântico. E também da Polinésia, pelo Pacífico. No parque há sinais indiretos da presença do homem por aqui de 50 mil anos (restos de uma fogueira). O debate é acalorado, mas de uma coisa podemos ter certeza: a teoria tradicional está completamente furada e certamente a data de chegada deve ser "empurrada" para trás. Quanto para trás, esta é a questão. E é aqui, no interior do Piauí, onde está uma das fronteiras que vão nos ajudar a entender melhor a nossa história. Nossa, do homem das américas e de toda a raça humana.

Ruínas de antigo forno de farinha sob toca na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Ruínas de antigo forno de farinha sob toca na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


No nosso primeiro dia no parque, estivemos em várias tocas para observar as pinturas. Tocas como da Roça do Brás, do Macaco, do Sítio do Meio e do Boqueirão Pedro Rodrigues, entre outras. Muitas tem o nome de seus antigos proprietários, maniçobeiros que desbravaram a região. Maniçoba é uma prima da seringueira e dela se faz borracha. Era o que impulsionava a economia da região há 100 anos. Essas pessoas muitas vezes viviam sob as tocas e ali faziam suas fogueiras e fabricavam suas farinhas. As pinturas acima não tinham muito valor para eles e muitas se perderam pelo desgaste. Foi a criação do Parque que salvou esse tesouro, para alegria da civilização e tristeza de muitos dos proprietários e antigos senhores da região.

Setas indicativas na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Setas indicativas na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


Passamos também por partes da principal trilha do parque, a Hombu, que corta vales, canyons, caatinga, tocas e leitos de antigos rios. Estivemos em mirantes que nos proporcionaram vistas fantásticas da paisagem do lugar, com suas pedras e rochedos que tanto lembram a Capadócia, exceto pelo verde da caatinga. Aliás, esse verde serviu para desmontar o mito arraigado em mim de que a caatinga é sempre seca e desfolhada. Caatinga quer dizer Floresta (tinga) Branca (Caa), mas nessa época ela é bem verdinha!

Paisagem da Toca do Catitu II, na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Paisagem da Toca do Catitu II, na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


Os mirantes mais belos que estivemos são o da Toca Catitu II e o do "Alto do Fundo do Baixão da Pedra Furada". Lá de cima, ficamos tentando imaginar como era a região há 10 mil anos, com rios caudalosos, mega fauna e floresta tropical. Os rochedos são testemunha disso tudo e cabe a nós tentar ouvi-los e entendê-los nas suas "lembranças", na forma de sedimentos e camadas estratigráficas.

Paisagem na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Paisagem na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


No fim do dia, ainda fomos visitar o Museu do Homem Americano, que guarda algumas das principais descobertas arqueológicas da regiãos, desde ossos humanos e de animais pré-históricos até utensílios usados por esses nossos primos distantes numa época em que o mundo era bem diferente do que conhecemos hoje.

Museu do Homem Americano em São Raimundo Nonato - PI

Museu do Homem Americano em São Raimundo Nonato - PI


Cartazes no Museu do Homem Americano em São Raimundo Nonato - PI

Cartazes no Museu do Homem Americano em São Raimundo Nonato - PI


Um dia cheio que encheu nossas mentes de indagações e admiração. E nos deixou sedentos para voltar ao parque e continuar nossas explorações...

Beijo na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Beijo na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI


A famosa Pedra Furada, na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

A famosa Pedra Furada, na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Brasil, Piauí, São Raimundo Nonato (P.N. Serra da Capivara), trilha, Parque, arte, pinturas rupestres, Serra da Capivara

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior Céu cor de rosa na cidade de Caracol, próximo ao Parque Nacional das Confusões - PI

Perrengues e Confusões

Post seguinte Pintura símbolo do Parque da Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Pedra Furada e o Famoso Beijo

Blog da Ana A famosa Pedra Furada, na Serra da Capivara, próximo à São Raimundo Nonato - PI

Niede e a Serra da Capivara

Comentários (4)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 21/08/2017 | 20:07 por PEDRO CORDEIRO DOS REIS

    em um sitio vizinho ao meu tem o desenho de uma especie de lagarto isso é desde da época dos meus pais, a mais de 100 anos, sou curioso para saber o que significa,o que tenho que fazer para que algum arqueólogo possa dar uma olhada,e em que pode me interessar, pois nunca ninguém procurou saber o significado,, meus contatos,87,9,9946-5651,Tim,,9,8103-8224 vivo

  • 24/02/2013 | 20:26 por anna luiza

    eu amo pintura s ainda mais rupetres

    Resposta:
    Oi Anna

    Se vc gosta de pinturas rupestres, a Serra da Capivara é o lugar certo para vc viajar! Um espetáculo!!!

    Um abraço

  • 17/07/2011 | 18:43 por Carla Ohana

    Olá,
    Vi o blog de voces no G1.com e fiquei muito encantanda com a viagem que estão fazendo. Sou de São Raimundo Nonato, e fiquei muito feliz em ver como falaram bem do nosso patrimõnio que as vezes é tão esquecido nesse nosso Piauí de maravilhas. Nosso estado é riquíssimo, de uma povo trabalhador, de uma cultura linda, e uma natureza que nos encanta.E pessoas como vocês que fazem a diferença, divulgando nosso PI mundo afora. Espero que possam voltar em breve ao nosso Estado, que possam voltar à minha cidade natal São Raimundo e comprem as cerâmicas lindas para sua casa (kkkk), e que visitem minha cidade atual (Luís Correia), norte do Estado, que tem um litoral maravilhoso, de praias lindas e em perfeito estado de conservação.
    Um abraço a vocês, muita saúde, amoor , sorte ! Que possam ver ainda muita coisa linda nessa incrível viagem. Tudo de bom.. irei acompanhá-los pelo blog !

    Resposta:
    Olá Carla
    Vc não tem idéia do quento nós adoramos a Serra da Capivara, a Serra das Confusões, o Delta do Parnaíba, e outras partes do seu incrível estado, como Teresina e a antiga capital, Oeiras. Só não compramos as cerâmicas porque não temos casa, apenas o nosso carro. Mas passamos uma vontade danada! Mas, quando tivermos uma, depois da viagem, vamos querer ter sim alguma coisa daí, um lugar que nos marcou tanto!
    Um abraço e continue nos acompanhando (e deixando comentários!)

  • 24/12/2010 | 17:23 por Abel júnior

    Sou professor em Cajazeiras e quero organizar um estudo de campo com meus alunos do ensino médio.Quero saber informações:pagamento de taxas para entrar no museu, guia para levar a gente até as cavernas,estadia(ou é possível fazer ma visitação ao museu do homem americano e visitar as cavernas em um mesmo dia?)Gostaria muito de ficar por dentro de tudo.Será preciso agendar??
    Desde já um abraço....
    Professor Abel Júnior

    Resposta:
    Olá Abel

    Em primeiro lugar, quero dizer que a idéia de levar seus alunos para lá é ótima. A Serra da Capivara é uma enorme e maravilhosa sala de aula a céu aberto

    Para responder suas perguntas, o melhor a fazer é falar com um guia da região. Conheço dois ótimos. O Gadellha e o Rafael. Os telefones do Gadelha são: 89 9423 4032 e 89 3282 1028. Para falar com o Rafael, o Hotel Serra da Capivara pode te passar o contato. O web site deles é
    http://www.portaldehospedagem.com.br/seusite.asp?id=7750

    Vc pode ver o museu e algumas tocas em um dia. Mas o ideal é passar dois ou tres dias por lá, pelo menos. A tx diária de visitação ao parque é de 10 reais.

    Mas, como disse, o melhor é contactar algum guia
    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet