0 Os 1000dias nas 1000ilhas - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Os 1000dias nas 1000ilhas - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Os 1000dias nas 1000ilhas

Canadá, 1000 Islands

Construções excêntricas na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos

Construções excêntricas na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos


A primeira vez que ouvimos falar da região das 1000 ilhas, ou Thousand Islands, foi quando mergulhávamos nas cavernas da Flórida. Conversando com o nosso guia de lá, o Tony Flares, sobre lugares legais para se mergulhar nos EUA, ele citou esse lugar, na região dos Grandes Lagos. O nome logo nos atraiu, por motivos óbvios, e logo estávamos lendo sobre ele, além de observá-lo com a ajuda do fantástico Google Maps. Sabíamos que um dia chegaríamos lá e hoje, eis que estamos aqui, hehehe!

Passeio de barco pelas 1000 Islands, fronteira de Canadá e Estados Unidos

Passeio de barco pelas 1000 Islands, fronteira de Canadá e Estados Unidos


As tais 1000 ilhas são, na verdade, cerca de 1.800, todas no rio São Lourenço, fronteira do Canadá com Estados Unidos. As ilhas estão divididas entre os dois países, a maioria na parte canadense, mas as maiores na parte americana, de tal forma que, em termos de área, a divisão seja equitativa.

Máscaras indígenas que enfeitam e protegem dos maus espíritos a nossa pousada em Gananoque, na região das 1000 Islands, na fronteira do Canadá e Estados Unidos

Máscaras indígenas que enfeitam e protegem dos maus espíritos a nossa pousada em Gananoque, na região das 1000 Islands, na fronteira do Canadá e Estados Unidos


Esse verdadeiro arquipélago de água doce, formado durante a última glaciação (tinha de ser!), forma baías e enseadas lindíssimas, a cor da água parecida com a nossa baía de Angra dos Reis. A diferença é que boa parte das ilhas já está ocupada ou urbanizada, principalmente na parte americana. A parte canadense é mais bem protegida, alguns parques protegendo esse verdadeiro patrimônio natural da especulação imobiliária.

Nosso meio de transporte na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos

Nosso meio de transporte na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos


Uma das pequenas ilhas entre as mais de mil da região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Estados Unidos

Uma das pequenas ilhas entre as mais de mil da região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Estados Unidos


Nós chegamos ontem de noite na cidade de Brookfield, onde o arquipélago começa, no lado leste. Mas a pousada que tínhamos escolhido estava lotada. O dono, muito simpático, nos ajudou a encontrar outra, além de já dar umas dicas da região. A outra pousada era em Gananoque, no extremo leste das 1000 Ilhas. Até lá, meia hora de estrada cênica ao lado do rio. Mesmo com o tempo chuvoso, impossível não reconhecer a beleza da paisagem.

Passagem estreita entre ilhas das região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Estados Unidos

Passagem estreita entre ilhas das região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Estados Unidos


Também o dono da pousada por aqui, onde ficamos, foi muito simpático. Estudioso das culturas indígenas, possui uma grande coleção de máscaras na pousada, onde são parte da decoração. A Ana foi à loucura, fã que é desse tipo de arte. Além das máscaras, o dono da Turtle Island (nome da nossa pousada) ainda deu as dicas dos passeios de barco na região, a melhor maneira de se conhecer um pouco das 1000 Ilhas.

Uma das ilhas na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos

Uma das ilhas na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos


E assim, hoje cedo, apesar da chuva, lá estávamos nós a bordo de um dos barcos que faz o tour de 2h 30min pelo arquipélago, contando as histórias da formação geológica, das guerras, curiosidades e ocupação imobiliária e turística da área. O barco nos leva através das ilhas, dos dois lados da fronteira, para podermos ver de perto suas belezas naturais e o estilos das enormes mansões e até um castelo que foi construído em suas ilhas.

Passeio de barco na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos

Passeio de barco na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos


Só faltou o céu azul para ajudar nas fotos. Nas fotos e no nosso ânimo de encarar um mergulho em um dos muitos naufrágios da região. Mas o tempo ficou nublado mesmo e preferimos ficar com nossos casacos ouvindo as informações dadas ao longo do tour. Histórias do castelo construído pelo dono do Astoria de Nova York para a sua esposa, ou da menor ponte internacional do mundo, com poucos metros, ligando uma ilha canadense à outra americana. Na verdade, a pequena ponte só está lá para aparecer no Guinness e atrair turistas, já que ninguém mora na ilha americana, com poucos metros de diâmetro. A ponte de verdade mesmo, esta é enorme, passando por todo o rio e por duas das maiores ilhas, ligando os dois países.

Passeio de barco na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos

Passeio de barco na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos


Depois do passeio de barco e sem muito ânimo para mergulhar, seguimos viagem para Kingston, antiga capital do país, também na orla do Rio são Lourenço, 20 minutos seguindo o curso do rio. A capital foi transferida daí para Ottawa ainda na primeira metade do século XIX, como medida protetora contra uma possível ameaça americana. A memória de guerra de 1812 estava forte e ninguém queria arriscar.

A menor ponte internacional do mundo, ligando uma ilha canadense à outra americana, na região de 1000 Islands

A menor ponte internacional do mundo, ligando uma ilha canadense à outra americana, na região de 1000 Islands


Além de transferir a capital, os ingleses também construíram o Fort Henry, hoje uma das grandes atrações turísticas de Kingston. Foi aí nossa primeira parada, de onde se tem uma bela vista da cidade e do rio São Lourenço. Além disso, ainda tivemos a sorte de presenciar um magnífico show de gaita de fole, dada por um cara em roupas típicas escocesas.

Pequena casa com seu 'carrinho' na garagem, na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos

Pequena casa com seu "carrinho" na garagem, na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos


O famoso castelo na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos

O famoso castelo na região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatdos Unidos


Seguimos para a cidade, que hoje é um importante centro estudantil da província de Ontario. Até por isso, é cheia de bons restaurantes com preços civilizados. A gente se esbaldou em um deles, mais alternex, cercados por estudantes universitários.

Em trajes típicos, um belo show de gaita de fole, na cidade de Kingston, antiga capital do Canadá, na região das 1000 Islands

Em trajes típicos, um belo show de gaita de fole, na cidade de Kingston, antiga capital do Canadá, na região das 1000 Islands


Depois de um rápido passeio para fazer a digestão, seguimos viagem para Toronto, a maior cidade do país. Na verdade, seguimos para uma cidade satélite, Markham, onde moram dois amigos nossos de Curitiba, o Alê e a Dani. A casa deles será a nossa casa pelos próximos dias. Mais uma vez, tão longe de casa, encontramos um lar, doce lar, o que torna a nossa viagem muito mais humana! Graças aos amigos e parentes do caminho! O casal, junto com o Lucas, filho figuraça de 6 anos, nos recebeu de braços abertos e com um delicioso salmão para jantar. Que delícia é estar entre amigos...

Recebidos pelo Alê e pela Dani com delicioso jantar em sua casa em Markham, subúrbio de Toronto, no Canadá

Recebidos pelo Alê e pela Dani com delicioso jantar em sua casa em Markham, subúrbio de Toronto, no Canadá

Canadá, 1000 Islands, Guananoque, Kingston

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior A Ana participa de aula de Ioga em frente ao prédio do Parlamento, em Ottawa, capital do Canadá

O Momento Mágico

Post seguinte Os amigos que nos receberam tão bem em sua casa em Markham, subúrbio de Toronto, no Canadá

Chuva Providencial

Blog da Ana Chegando à região de 1000 Islands, na fronteira de Canadá e Esatados Unidos

Thousand Islands

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet