0 O Primeiro Bisão a gente Nunca Esquece - Blog do Rodrigo - 1000 dias

O Primeiro Bisão a gente Nunca Esquece - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

O Primeiro Bisão a gente Nunca Esquece

Estados Unidos, South Dakota, Badlands National Park

Encontro com bisões no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Encontro com bisões no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Além da paisagem espetacular, o maior atrativo no Parque Nacional de Badlands, em South Dakota, são os animais que lá vivem. Uma fauna selvagem para ninguém botar defeito! Bisões, veados, cabras montanhesas, prairie dogs e muito mais.

Cabra montanhesa descansa em platô no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Cabra montanhesa descansa em platô no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Isso sem contar os animais que já viveram, em outras épocas, e deixaram seus vestígios. Uma extensa fauna marinha, da época em que um mar interior cobria toda a região central dos Estados Unidos, há 70 milhões de anos, além de inúmeros exemplares da megafauna americana, do tempo em que mamutes, tigres dente-de-sabre e porcos gigantes vagavam pelas florestas e, posteriormente, savanas da região.

Cabras montanhesas no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Cabras montanhesas no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Mas nós estávamos interessados era na fauna vivinha da silva mesmo. Não demorou muito para vermos os primeiros animais, cabras montesas que, com uma habilidade tremenda, ficam correndo pelas infinitas encostas do parque. Estavam bem longe, mas deram o primeiro gostinho da vida selvagem no parque.

As pradarias do Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

As pradarias do Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Com o entardecer, os animais foram aparecendo. Essa é a hora preferida deles, junto com o amanhecer. Enquanto o sol está alto, preferem mesmo é uma boa sombra, longe do calor que faz nessa época.

Coelho nos observa no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Coelho nos observa no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Começamos com os menores: um curioso coelho, que depois de tantos anos vivendo em um lugar onde a caça é proibida, já não aprece temer os humanos.

Coiote circula no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Coiote circula no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Um pouco mais à frente, aí sim, alguém de quem o coelho tem muito medo: um solitário e apressado coiote, de certo em busca do seu jantar. Corre, coelho!

Praire Dog no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Praire Dog no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Por fim, as centenas de prairie dogs, ou cães da pradaria, uma espécie de roedor simpático que faz sua casa em buracos na terra e vive em verdadeiras cidades, em certas partes do parque. Enquanto passávamos devagarzinho com o carro, víamos dezenas de cabecinhas nos especiando, do lado de fora de suas tocas. Alguns, mais corajosos, ficavam totalmente em pé, ou corriam para a toca de seus vizinhos, para espalhar a notícia da nossa “visita”.

Praire Dog no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Praire Dog no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Ainda ontem, no final da tarde, algumas vezes caminhando tranquilamente ao lado das estradas, outras muito bem acomodados em seus terraços nas encostas, vimos muitos veados e cabras montesas, com seus enormes chifres curvados. É incrível como já não temem mesmo carros e turistas com suas máquinas fotográficas. Bom para nós!

vida selvagem, visão comum no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

vida selvagem, visão comum no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Faltava ver o nosso maior prêmio, o bisão, o enorme animal que existia aos milhões até a metade do século XIX, mas que quase chegou a ser extinto pela estupidez do homem branco, que os matava por puro prazer. Essas gigantescas bestas, uma versão cabeluda do nosso gado de fazendas, com um aspecto mais selvagem, foi o grande sobrevivente da chamada megafauna, que se extinguiu misteriosamente ao final da última era glacial, há 12 mil anos. Bisões eram contemporâneos dos mamutes e mastodontes. Darwinisticamente falando, foram mais “adaptáveis” que seus amigos colegas de pradaria...

Espécie de cabra montanhesa comum no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Espécie de cabra montanhesa comum no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Pois é, mesmo eles quase não resistiram ao homem branco. Mas, felizmente, à beira da extinção, o bom senso prevaleceu e eles passaram a ser protegidos. Principalmente nas áreas de parques nacionais. E aqui em Badlands é um dos lugares que hoje passeiam sem ser molestados.

Pequeno veado no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Pequeno veado no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Não conseguimos vê-los ontem, mas hoje voltamos ao parque decididos a encontrá-los. Para isso, pegamos uma estrada de terra secundária e nos embrenhamos no coração das pradarias. A emoção bateu quando vimos o primeiro grupo deles, mas muito longe para ser devidamente fotografados. Um monte de pequenas manchas escuras pastando tranquilamente em uma ravina distante.

Bisão solitário no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Bisão solitário no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Pouco depois, encontramos outro grupo, agora bem grande. Mas a emoção ainda não foi aquela, pois estavam atrás de uma cerca, o que, de certa forma, tira o aspecto selvagem do animal. De qualquer maneira, aí podemos fazer muitas fotos, observá-los de perto e realizar a força desses enormes animais.

O primeiro bisão a gente nunca esquece! (Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos)

O primeiro bisão a gente nunca esquece! (Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos)


Continuamos a nos embrenhar no parque quando, finalmente, vimos um bisão solitário, livre, leve e solto, sem cercas ou grades por perto, senhor absoluto da área em que estava. Aí sim, sentimo-nos felizardos de estar em meio à natureza. Foi quando bateu mais forte aquele sentimento de que o mundo não é nosso, mas compartilhado ente as milhares de espécies que vivem na Terra, nenhuma mais importante do que as outras.

Encontro com bisões no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Encontro com bisões no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos


Aí ficamos um bom quarto de hora, observando, fotografando, tentando nos aproximar, com o devido cuidado. Foi muito joia! O primeiro bisão, a gente nunca esquece, criatura magnífica! Encerrávamos com chave de ouro nossa visita ao parque de Badlands. Agora, rumo às Black Hills...

Tentando socializar com um bisão no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Tentando socializar com um bisão no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Estados Unidos, South Dakota, Badlands National Park, trilha, Parque, Bichos

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior Mirante no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

Badlands: A Incrível Beleza e o Triste Massacre

Post seguinte Urso Preto no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Mais Bichos, Agora Presos...

Blog da Ana O famoso Mount Rushmore, na região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Black Hills e Mount Rushmore

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 29/08/2012 | 21:29 por Taís

    Primeiramente, queria parabenizar os dois pelo site incrível. Obrigada por compartilhar aqui, essa experiência maravilhosa! Vocês sim sabem aproveitar a vida!
    Muito sucesso pra vocês e que continuem viajando muito!

    Resposta:
    Oi Tais!

    Obrigado pela torcida! Estamos mesmo realizando o sonho de nossas vidas! E tentando compartilhar isso tudo com vocês. Que bom que está dando certo, hehehe!

    Abs

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet