0 Mais Bichos, Agora Presos... - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Mais Bichos, Agora Presos... - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Mais Bichos, Agora Presos...

Estados Unidos, South Dakota, Black Hills

Urso Preto no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Urso Preto no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos


No meio do dia deixamos Badlands para trás e seguimos para as vizinhas Black Hills, um pouco mais a oeste. Era esse também o destino dos “trappers” nos séculos XVII e XVIII, exploradores e comerciantes de pele de castor que reclamavam tanto de ter de passar por Badlands, dando-lhe esse apelido que acabou virando nome.

Veados descansam no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Veados descansam no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos


Nós fomos em direção à cidade de Rapid City, a principal das Black Hills. Ali pertinho está o Mount Rushmore, aquela famosa montanha com os rostos de quatro antigos presidentes americanos esculpidos na rocha, Essa seria a nossa primeira parada, mas as propagandas de outra atração em outdoors espalhados pela estrada fez a gente mudar de ideia.

Cabra montesa no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Cabra montesa no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos


Estou falando do Bear Park, uma área particular com uma das maiores coleções de ursos pretos do mundo, vivendo mais ou menos soltos em uma grande área. Pelo menos, é o que dizia os outdoors, confirmados pelo nosso livro-guia. Uma espécie de Simba Safari aqui de Dakota.

Cabra montesa no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Cabra montesa no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos


Falando no Simba Safari, eu nunca estive nele, mas durante a infância, sempre foi meu sonho de consumo. Ouvia maravilhado as histórias dos primos e dos irmãos mais velhos que lá estiveram e não via a hora de ir também. Mas como morava em Belo Horizonte, bem longe de São Paulo, nunca tive a oportunidade. Pelo menos, não na infância. Depois, cresci, a passei a não gostar mais nada de zoos. Detesto ver bichos presos. Então, o Simba fixou para minha infância na próxima encarnação...

Lobos tiram uma pestana no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Lobos tiram uma pestana no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos


Pois é... e não é que aqui, esse desejo infantil aflorou com força e eu resolvi satisfazê-lo? Falei com a Ana e ela topou na hora. E lá fomos nós empolgados, loucos para dirigir entre ursos. Mas a tal empolgação não durou nem o tempo de passarmos pela fila do guichê. Vendo aquele monte de carros e ônibus na minha frente, comecei a desconfiar da roubada em que nos metíamos. De qualquer maneira, insistimos.

Puma se espreguiçando no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Puma se espreguiçando no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos


E lá entramos nós, num circuito de pouco mais de dois quilômetros, fazendo ziguezague dentro de alguns hectares de terra, divididos em áreas separadas por cercas e mata-burros eletrificados. Em cada área, um tipo de animal, vivendo soltos entre árvores, lagos e gramados.

Puma se espreguiçando no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Puma se espreguiçando no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos


Soltos, pero no mucho. As áreas não são tão grandes assim e, pior, tem sempre dezenas de carros com centenas de turistas fotografando. Para mim, meio deprimente. Àquela hora, os animais me pareceram mais entediados e aborrecidos com sua situação do que propriamente felizes com sua “liberdade”.

Urso Preto no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Urso Preto no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos


Enfim, já estávamos lá e tínhamos de aproveitar. Passamos pelos cercados dos veados, das renas, das cabras montesas (que saudades daquelas que vimos em Badlands, elas sim, felizes!) e dos lobos que estavam desmaiados na sombra de árvores. Finalmente, chegamos numa das grandes atrações, os pumas. Mas esse, coitados, como são grandes saltadores e não seriam contidos pelas cercas e mata-burros, estão dentro de grades mesmo, sem poder se aproximar dos carros. Devem ser mesmo lindos e majestosos, no alto das montanhas onde vivem na natureza.

Urso se refresca no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Urso se refresca no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos


Por fim, chegamos ao cercado dos ursos. Dezenas deles, alguns tomando banho, outros descansando na sombra, uns poucos andando entre os automóveis. Na sua maioria, ursos pretos, mas havia também os pardos (os famosos “grizzlies”). Aqui, confesso, a gente se animou um pouco. Que animais incríveis! Quase somos tomados pela ilusão de que são inofensivos e que podemos descer dos carros para brincar com eles. Que nada! O tempo todo estamos sendo monitorados por câmeras e, basta abrir a janela para tirar uma foto que logo ouvimos o microfone nos chamando a atenção: Nada de janelas abertas!

Urso observa carros que passam no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Urso observa carros que passam no Bear Park, em Rapid City, região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos


O encontro com esses ursos quase fez valer o programa. Estamos agora ainda mais ansiosos para encontrá-los na natureza. Oportunidades não faltarão, pois em Yellowstone e Glacier, ambos no nosso roteiro dos próximos dias, vivem centenas deles. Só esperamos que, se tivermos essa sorte, que seja um encontro “amistoso”. Quanto aos zoológicos, não caio mais nessa não. Prefiro ver bichos nas florestas ou nos documentários do National Geographic...

Estados Unidos, South Dakota, Black Hills, Bichos, Rapid City

Veja todas as fotos do dia!

Não nos deixe falando sozinhos, comente!

Post anterior Encontro com bisões no Badlands National Park, em South Dakota, nos Estados Unidos

O Primeiro Bisão a gente Nunca Esquece

Post seguinte O famoso Mount Rushmore, na região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Mount Rushmore

Blog da Ana O famoso Mount Rushmore, na região das Black Hills, em South Dakota, nos Estados Unidos

Black Hills e Mount Rushmore

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet