0 Grutas, Cachoeiras e Corredeiras - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Grutas, Cachoeiras e Corredeiras - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Grutas, Cachoeiras e Corredeiras

Brasil, Amazonas, Presidente Figueiredo

Chegando perto da Cachoeira Iracema, em Presidente Figueiredo - AM

Chegando perto da Cachoeira Iracema, em Presidente Figueiredo - AM


Hoje foi dia de explorarmos algumas das atrações ao longo da BR-174, que liga a Amazônia à Roraima. Decidimos ir diretamente para a Cachoeira Iracema, já que na mesma área podemos fazer uma trilha até outra cachoeira, a das Araras, além da existência de várias grutas e formações rochosas interessantes no mesmo trajeto.

Explorando as grutas da região da Cachoeira da Iracema, em Presidente Figueiredo - AM

Explorando as grutas da região da Cachoeira da Iracema, em Presidente Figueiredo - AM


De carro, após passarmos pela portaria e por quatro quilômetros de terra, chegamos bem próximos da Cachoeira Iracema. Aí, numa rápida trilha no meio da mata, passamos por várias grutas em forma de castelos, labirintos e palácios. Muito interessante mesmo, todas fruto da erosão da chuva ao longo de gerações.

Gruta em forma de labirinto, próxima à Cachoeira Iracema, em Presidente Figueiredo - AM

Gruta em forma de labirinto, próxima à Cachoeira Iracema, em Presidente Figueiredo - AM


Logo após as grutas chegamos à caudalosa Iracema, tanta água como na Cachoeira da Neblina, ontem. De novo, um belo espetáculo, de fora da água. Refrescar-se, só se for com a bruma que vem da cachoeira. Encontramos no local um rapaz da Manaus que já havia estado ali dezenas de vezes. Ele nos disse que apenas uma vez havia visto tanta água caindo pela cachoeira. Normalmente, segundo ele, é até possível escalá-la, pelas laterais. Hoje, não dava para chegar nem perto.

Ao lado da Cachoeira Iracema, com muita água, em Presidente Figueiredo - AM

Ao lado da Cachoeira Iracema, com muita água, em Presidente Figueiredo - AM


Seguimos por uma agradável trilha ao lado do rio, por cerca de um quilômetro, corrente abaixo. Lá está a Cachoeira das Araras, uma dupla queda d'água também com grande beleza cênica onde se pode sentir toda a força dos rios amazônicos.

Cachoeira das Araras, em Presidente Figueiredo - AM

Cachoeira das Araras, em Presidente Figueiredo - AM


Nadando contra a correnteza entre as cachoeiras Iracema e das Araras, em Presidente Figueiredo - AM

Nadando contra a correnteza entre as cachoeiras Iracema e das Araras, em Presidente Figueiredo - AM


No caminho de volta, rio acima, já que não pude nadar nas cachoeiras, mergulhei num trecho mais tranquilo do rio. Tranquilo porque não havia quedas d'água ou corredeiras. Mas corrente havia, e muita, já que o rio se estreitava e se aprofundava. Água cor de coca-cola bem refrescante. Trecho bom para quem sabe e gosta de nadar e que esteja bem descansado, pois a corrente não dá descanso. Temos de ficar nadando constantemente para não sermos levados.

Refresco no rio Urubuí, abaixo da Cachoeira Iracema, em Presidente Figueiredo - AM

Refresco no rio Urubuí, abaixo da Cachoeira Iracema, em Presidente Figueiredo - AM


Sastifeita minha vontade de aventura, seguimos um pouco mais e chegamos em outro trecho, dessa vez mais raso, onde era possível sentar-se sobre uma pedra e sentir o rio passar sobre nós. Uma delícia! Cercados pela mata, no meio daquele rio avermelhado e selvagem, ninguém à vista, sensação total de contato com a natureza.

Observando rio cheio de corredeiras em Presidente Figueiredo - AM

Observando rio cheio de corredeiras em Presidente Figueiredo - AM


Os dois devidamente banhados, seguimos para a Fiona e voltamos em direção à Presidente Figueiredo, até as corredeiras do rio Urubuí. As mesmas que tanto tinham nos impressionado anteontem, no nosso primeiro dia na cidade. Dessa vez, estávamos com nossos trajes de banho e decididos a enfrentar aquelas corredeiras.

Enfrentando as corrediras do rio Urubuí, em Presidente Figueiredo - AM

Enfrentando as corrediras do rio Urubuí, em Presidente Figueiredo - AM


Encontrei um nadador local acostumado a descer aquele trecho e pedi que ele me guiasse por entre as pedras. De bermudas e camisa, pelo menos para me proteger um pouco, atirei-me atrás dele nas corredeiras, lá encima. Em poucos segundos, levado pela forte corrente, descemos a pequena cachoeira e muitas corredeiras, num trecho de quase cem metros. Adrenalina total! Adrenalina e algumas topadas aqui e ali. Topadas mais do que recompensadas pela realização do desafio que já me atormentava há dois dias, hehehe.

Descendo de bóia as corredeiras do rio Urubuí, em Presidente Figueiredo - AM

Descendo de bóia as corredeiras do rio Urubuí, em Presidente Figueiredo - AM


Bom, depois da descida, passei um bom tempo me divertindo nas corredeiras mais abaixo. O rio é raso em vários trechos e pequenas pedras fazem ondas no fluxo de água. É possível andar, com cuidado, até elas e ali nos divertir.

Divertindo-se nas corredeiras do rio Urubuí, em Presidente Figueiredo - AM

Divertindo-se nas corredeiras do rio Urubuí, em Presidente Figueiredo - AM


Depois, enquanto fui curtir as dores das topadas, a Ana desceu as corrdeiras de bóia e, em seguida, passou uma boa hora se divertindo nas mesmas corredeiras. Ao mesmo tempo, eu admirava a classe de dois meninos locais que desciam as corrdeiras com a maior classe, corriam sobre os trechos mais rasos e se jogavam sobre as grandes ondas. Cresceram por aqui e conhecem cada centímetro do rio. Para nós, forasteiros, resta tentar imitá-los. E, mesmo assim, ainda ganhar umas topadas...

Enfrentando as corrediras do rio Urubuí, em Presidente Figueiredo - AM

Enfrentando as corrediras do rio Urubuí, em Presidente Figueiredo - AM

Brasil, Amazonas, Presidente Figueiredo, Urubuí, Cachoeira Iracema, Cachoeira das Araras

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior Vistoso Tucano no Centro de Pesquisas de Animais, em Balbina - AM

Floresta, Cachoeiras, Bichos e a Represa

Post seguinte Caminhando em Manaus - AM

Chegando em Manaus

Blog da Ana Ao lado da Cachoeira Iracema, com muita água, em Presidente Figueiredo - AM

Iracema Falls

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet