0 Fogo no Céu - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Fogo no Céu - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Fogo no Céu

Hawaii, Big Island-Volcano

De uma distância segura, admirando a erupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

De uma distância segura, admirando a erupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí


Eram dez e meia da noite quando o céu se abriu sobre a cidade de Volcano e as estrelas começaram a aparecer. Não esperamos novo sinal! Em poucos minutos, já estávamos a bordo do nosso jipão entrando no vizinho parque nacional. A esta hora, absolutamente ninguém na portaria, mas como é padrão nos Estados Unidos, os parques não fecham e podemos entrar a qualquer momento, mesmo de madrugada. Aliás, para quem entra essa hora, nem se cobra entrada. No nosso caso, essa vantagem não temos, pois o passe anual que compramos quando chegamos ao país já nos dá direito de entrar em todos os parques nacionais dos Estados Unidos.

A luz do Kilauea ilumina a noite no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

A luz do Kilauea ilumina a noite no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí


Não demorou muito e chegamos ao mirante. Mesmo antes de chegar lá, já percebíamos o clarão no céu. Agora era real: poderíamos ver um vulcão em atividade! Ao invés de encontrarmos o local cheio como estava há apenas poucas horas, mesmo com o tempo nublado, agora ele estava completamente deserto. E com o céu estrelado!

Eupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

Eupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí


A poucos quilômetros dali, o lago de lava ardia em chamas e iluminava a coluna de fumaça que se erguia sobre ele. Uma fumaça de cor alaranjada, acesa. Prestando a devida atenção, podíamos até ouvir os estrondos que vinha de lá. Foi de dar um frio na espinha!

De uma distância segura, admirando a erupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

De uma distância segura, admirando a erupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí


Enfrentando o frio que fazia, passamos mais de uma hora por lá, sós, nós e a deusa dos vulcões. Posamos para fotos, admiramos aquele espetáculo da natureza, imaginamos como seria se pudéssemos chegar mais perto, divagamos sobre a incrível força dos elementos, concluímos sobre a insignificância das pessoas perto das forças da Terra, desejamos voltar no tempo e ver a fonte jorrar a incríveis 600 metros de altura, agradecemos ao destino e aos céus a chance de estar lá naquele momento.

Um pouco antes da meia noite, observando a erupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

Um pouco antes da meia noite, observando a erupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí


Para quem fica hipnotizado por uma fogueira ou encantado por uma lareira, estar perto de um vulcão cuspindo fogo é uma emoção difícil de se descrever. Entre tantos atrativos que o Havaí oferece, esse talvez seja o maior deles: a chance de ver um vulcão em erupção com segurança. De certa forma, elas são mais civilizadas por aqui. Basta não estar no seu caminho (e elas avisam muito bem qual será!), pois elas são igualmente destrutivas, que se pode admirá-las de camarote.

Eupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

Eupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí


Atualmente, para poder ver a lava mais de perto, é preciso fazer um voo de helicóptero ou então, pagar 150 dólares a um guia que o levará, através de terrenos particulares, fora do parque, até o ponto onde a lava está escorrendo. Infelizmente, não tivemos essa oportunidade, que além de dinheiro, nos demandaria tempo que não temos. Mas poder admirar a aquela fumaça iluminada pela lava que vimos hoje foi igualmente especial. Só podemos agradecer essa chance incrível!

Um pouco antes da meia noite, observando a erupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

Um pouco antes da meia noite, observando a erupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

Hawaii, Big Island-Volcano, Parque, vulcão, volcano, Big Island, Kilauea

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior A contínua batalha entre as deusas dos vulcões e do mar, em pintura no museu do Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

A Batalha Milenar

Post seguinte Chegando à Green sand Beach, ou praia das areias verdes, no sul da Big Island, no Havaí

Na Praia de Areias Verdes

Blog da Ana Eupção do Kilauea, no Volcanoes National Park, em Volcano, na Big Island, no Havaí

Vulcões Havaianos

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 25/12/2012 | 07:35 por Sotero

    Prezados Rodrigo e Ana Achei extraordinarias as imagens da aproximação que voces fizeram do vulcão e da lava endurecida. Imagino os sentimentos de voces que estão pessoalmente nesse lugar. Desejo um Feliz Natal para voces. Por inpiração em suas viagens estou na Chapada Diamantina. Procurei seu relato sobre este lugar mas nao encontrei. Em qual data posso encontrar. Muitas Felicidades a voces. E muito obrigado por estar compartilhando conosco fatos e fotos que nos permitem conhecer lugares que nem sequer imaginamos existir. Deus vos abençoe sempre

    Resposta:
    Olá Sotero

    Só mesmo estando lá perto para entender a emoção de ficar tão próximo de um vulcão em erupção. É mesmo de se arrepiar!

    Que lugar excelente que vc escolheu para viajar! Sempre recomendo a Chapada Diamantina para todas as pessoas que conheço que querem viajar para o Brasil. é um dos lugares mais especiais do nosso país.

    Nós estivemos aí sim, durante esses 1000dias. Infelizmente, nosso site ainda tem alguns bugs e esse é um deles. estivemos aí em Novembro de 2010 e passamos vários dias explorando todo o parque. Tem vários posts sobre a Chapada. Vc pode encontrar os relatos nesse link:

    http://www.1000dias.com/rodrigo/201011/?p=3

    Ao rever os posts, fiquei com uma saudade danada!!!

    Aproveite bastante esse paraíso e mande notícias!

    Um feliz ano novo, com muita saúde e viagens

    Abraços

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet