0 Entre Barcas e Florestas - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Entre Barcas e Florestas - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Entre Barcas e Florestas

Chile, Chaitén, Puerto Montt, Ancud

De ré, embarcando em balsa para cruzar a Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile

De ré, embarcando em balsa para cruzar a Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile


Hoje, uma semana depois de chegarmos a Villa O’Higgins, na extremidade sul da Carretera Austral, era o dia de finalizarmos nossa jornada por essa tão famosa estrada do Chile. Partindo da cidade de Chaitén, nosso objetivo era chegar a Puerto Montt, a mais importante cidade chilena dessa parte do país e ponto inicial (no nosso caso, final!) da Carretera Austral.

A Carretera Austral no parque de Pumalín, região de Chaitén, sul do Chile

A Carretera Austral no parque de Pumalín, região de Chaitén, sul do Chile


Preparando-se para embarcar em balsa para cruzar a Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile

Preparando-se para embarcar em balsa para cruzar a Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile


Ao todo, foram cerca de 1.250 km de rípio, asfalto e trechos de balsa na estrada principal, além de muitos quilômetros de estradas secundárias que nos levaram a lugares como Caleta Tortel e Valle Los Aventureros. Na verdade, de balsa, pelo menos até ontem, só havia tido um trecho, aquele que sai de Puerto Yungay e nos leva aos últimos 100 km de rípio até Villa O’Higgins. Como nós fizemos esse trecho ida e volta, só pelo prazer de chegar ao final da estrada (e conhecer a maravilhosa natureza de Villa O’Higgins, claro!), passamos duas vezes pela mesma balsa. Em compensação, no dia de hoje, foram três trechos distintos de balsa. E nem estou falando da quarta balsa, aquela que nos levou de Puerto Montt até a ilha de Chiloé, já no final do dia e num trecho que já nada tem a ver com a Carretera Austral. Enfim, passamos mais tempo navegando do que dirigindo...

Balsa para cruzar a Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile

Balsa para cruzar a Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile


De balsa, navegando na Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile

De balsa, navegando na Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile


A estrada por aqui é muito mais movimentada do que lá no sul, onde tomamos a outra balsa. Por isso, pelo número limitado de vagas e horários restritos das balsas, é fundamental fazer a reserva do espaço para o carro com antecipação. Nem adianta querer aparecer na hora para ver se sobrou algum cantinho. Nós compramos nossas passagens e fizemos o reserva para a Fiona ainda ontem e hoje partimos de Chaitén seguros de que havia lugar para nós.

Navegando na balsa de Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile

Navegando na balsa de Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile


Navegando na balsa de Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile

Navegando na balsa de Caleta Gonzalo, no parque Pumalín, trecho da Carretera Austral no sul do Chile


As duas primeiras balsas do percurso são para atravessar a Caleta Gonzalo e o Fiordo Largo. A primeira é uma passagem curta, não mais que 15 minutos de navegação, mas a segunda travessia é, de longe, a mais longa da Carretera Austral, algo perto de 2h 30 min navegando. A primeira, inteiramente dentro dos limites do parque Pumalín, e a segunda, pelo menos o embarque ainda é dentro do parque. O governo chileno deseja construir mais um trecho da Carretera Austral que contorne esses dois trechos de balsa, mas ele passaria bem no meio do parque. Essa é mais uma das batalhas do milionário e ecologista americano Doug Tompkins, que não quer de maneira nenhuma que a estrada atravesse o seu parque. Ele argumenta que o roteiro atual é o ideal e que os danos ecológicos causados pela nova estrada não compensariam o empreendimento. Até agora, pelo menos, ele vai vencendo mais essa disputa, para alegria de ecologistas de todo o mundo.

Nosso roteiro de hoje terminando a Carretera Austral. saímos de Chaitén, passamos pelo parque Pumalín e três balsas até Puerto Montt. Depois, mais uma balsa até a ilha de Chiloé, onde fomos para Ancud

Nosso roteiro de hoje terminando a Carretera Austral. saímos de Chaitén, passamos pelo parque Pumalín e três balsas até Puerto Montt. Depois, mais uma balsa até a ilha de Chiloé, onde fomos para Ancud


Esperando nossa balsa em Fiordo Largo, a mais longa travessia da Carretera Austral, no sul do Chile

Esperando nossa balsa em Fiordo Largo, a mais longa travessia da Carretera Austral, no sul do Chile


Nós saímos bem de manhã de Chaitén, não porque o horário da nossa reserva na balsa era cedo, mas porque ainda queríamos passear no parque e fazer a Trilha dos Alerces, como descrevi no post anterior. Dentro do parque, estradas muito bem cuidadas, mas de rípio, construídas de maneira a influenciar o mínimo possível a flora e fauna da região. Nós fizemos nossa trilha, tiramos fotos da paisagem dentro do parque, mas tratamos de chegar no horário lá no porto de embarque, em Caleta Gonzalo.

Balsa chega em Fiordo Largo, a mais longa travessia da Carretera Austral, no sul do Chile

Balsa chega em Fiordo Largo, a mais longa travessia da Carretera Austral, no sul do Chile


Ciclistas desembarcam enquanto carros esperam a hora de embarcar na balsa de Fiordo Largo, no sul do Chile

Ciclistas desembarcam enquanto carros esperam a hora de embarcar na balsa de Fiordo Largo, no sul do Chile


Aí, entramos todos de ré no barco e, carros devidamente estacionados, passamos a aproveitar o visual exuberante ao nosso redor. água verde, calma e gelada do mar em um canal estreito cercado por encostas íngremes cobertas de mata densa e verdejante. Mas, como disse antes, a travessia é curta e logo estamos novamente dentro do carro esperando o desembarque.

A Fiona aguarda a sua ves de embarcar na balsa que vai atravessar o Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile

A Fiona aguarda a sua ves de embarcar na balsa que vai atravessar o Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile


A Fiona embarca na balsa que vai atravessar o Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile

A Fiona embarca na balsa que vai atravessar o Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile


O curto trecho de estrada entre as duas travessias de balsa é feita em comboio, velocidade baixa para se evitar atropelamentos silvestres. Quando chegamos ao Fiordo Largo, a fila espera pacientemente a balsa que vem do norte trazendo aqueles que agora iniciam seus percursos na Carretera Austral. Quando ela chega, os primeiros que saem são os ciclistas, prontos para enfrentar os mais de 1.000 km a sua frente. Depois saem os carros e, aí sim, entramos na mais longa das balsas da estrada. Agora sim temos tempo para apreciar a natureza ao nosso redor ou até para dar uma cochilada.

Na balsa que atravessa o Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile

Na balsa que atravessa o Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile


Uma das muitas cachoeiras nas encostas que cercam o Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile

Uma das muitas cachoeiras nas encostas que cercam o Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile


Sentados no convés, observamos as salmoneiras, cercados no mar para criação de salmões, uma das atividades econômicas que mais crescem aqui no sul do Chile. De novo, o estreito canal é cercado por encostas íngremes. Lá no alto, bem alto, montanhas nevadas alimentam as dezenas de cachoeiras que escorrem por aquelas mesmas encostas. Difícil ver, ou mesmo imaginar, por onde passaria a estrada planejada pelo governo. Pelo menos aqui de baixo, e com o que podemos ver a partir do barco, o caminho mais sensato é mesmo esse da balsa.

Criação de salmões no Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile

Criação de salmões no Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile


Criação de salmões no Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile

Criação de salmões no Fiordo Largo, na Carretera Austral, sul do Chile


Já eram quase seis da tarde quando chegamos ao outro lado do Fiordo largo e a sensação era de que tínhamos deixado a Carretera Austral para trás. Não sei se pelo trânsito, pela paisagem, pelos sinais cada vez mais claros de ocupação humana, o fato é que aquilo já não mais parecia a famosa estrada que atrai viajantes do mundo inteiro. Mas, enfim, tecnicamente ao menos, ainda percorríamos sim a Carretera Austral. Foram quase outros 50 km de rípio em alta velocidade, numa espécie de quase corrida com os outros motoristas, até a próxima balsa. Para essa não é preciso fazer reserva. Ela vai e volta entre as duas margens da Caleta la Arena o dia inteiro. Tudo o que é preciso é um pouco de paciência na fila.

Observando as belezas do Fiordo Largo, a mais longa travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile

Observando as belezas do Fiordo Largo, a mais longa travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile


Fiordo Largo, a mais longa travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile

Fiordo Largo, a mais longa travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile


Para nós, foi o tempo de ver e admirar o sol que chegava cada vez mais perto da lnha do horizonte. Ao embarcar e fazer o pequeno percurso, um lindo entardecer se desenhava nos céus do sul do Chile, nossa emocionante despedida da estrada em que ficamos por mais de uma semana.

Navegando no Fiordo Largo, a mais longa travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile

Navegando no Fiordo Largo, a mais longa travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile


Montanhas altas, onde nascem diversas cachoeiras, cercam quase toda a extensão do Fiordo Largo, no sul do Chile

Montanhas altas, onde nascem diversas cachoeiras, cercam quase toda a extensão do Fiordo Largo, no sul do Chile


Do lado de lá, o asfalto da localidade de Puelche. Depois, uma estrada de 45 km ao longo do litoral até a cidade de Puerto Montt. Aí sim, o pôr-do-sol perfeito, nosso astro-rei se escondendo lentamente atrás do Oceano Pacífico já perto das 21:00. Nossa, fazia tempo que não assistíamos a um belo pôr-do-sol sobre o mar! Uma bela lembrança para o fim de um dia e de uma estrada!

Navegando no Fiordo Largo, a mais longa travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile

Navegando no Fiordo Largo, a mais longa travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile


Travessia de balsa do Fiordo Largo, quase chegando ao início da Carretera Austral, no sul do Chile

Travessia de balsa do Fiordo Largo, quase chegando ao início da Carretera Austral, no sul do Chile


Sim, porque ali estavam as luzes de Puerto Montt, a cidade onde, oficialmente, começa a Carretera Austral. A partir de agora, mudamos o nosso foco, que passa a se chamar Chiloé. Esse é o nome da maior ilha do litoral chileno, um local com arquitetura, cultura e culinária próprios, quase um país dentro de outro país. Foi para lá que seguimos diretamente, as luzes de Puerto Montt ficando rapidamente para trás.

Fim de tarde em Caleta La Arena, a última travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile

Fim de tarde em Caleta La Arena, a última travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile


Fim de tarde em Caleta La Arena, a última travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile

Fim de tarde em Caleta La Arena, a última travessia de balsa da Carretera Austral, no sul do Chile


Foram outros 60 km até o ponto onde embarcamos na quarta balsa do dia. Esse é um porto movimentado, praticamente todo o trânsito entre a ilha e o continente passando por aqui. Tanto que que já passavam das 11 da noite quando pegamos nossa balsa. Balsa moderna, com direito até a wifi. Navegando pela internet, quase nem percebemos a navegação de verdade pelo mar. Chegamos à ilha e enfrentamos os últimos 30 km de estrada da longa jornada de hoje. Finalmente, chegamos ao nosso destino, a cidade de Ancud, a maior da ilha de Chiloé. Amanhã, enquanto a Carretera Austral já se torna uma coisa do passado, temos um mundo novo para começar a explorar!

Final (ou começo) da Carretera Austral, o sol se põe perto das 21:30, quando quase chegávamos a Puerto Montt, no sul do Chile

Final (ou começo) da Carretera Austral, o sol se põe perto das 21:30, quando quase chegávamos a Puerto Montt, no sul do Chile


Final (ou começo) da Carretera Austral, o sol se põe perto das 21:30, quando quase chegávamos a Puerto Montt, no sul do Chile

Final (ou começo) da Carretera Austral, o sol se põe perto das 21:30, quando quase chegávamos a Puerto Montt, no sul do Chile

Chile, Chaitén, Puerto Montt, Ancud, Parque, Estrada, Patagônia, Carretera Austral, Pumalín, Chiloé

Veja todas as fotos do dia!

Não nos deixe falando sozinhos, comente!

Post anterior Gigantescos alerces em trilha no parque de Pumalín, região de Chaitén, na Carretera Austral, sul do Chile

Tompkins, Pumalín, Alerces e o Conservacionismo

Post seguinte A baía de Ancud vista do Forte San Antonio ilha de Chiloé, no sul do Chile

Chiloé

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet