0 Encontro com os Tubarões-Touro - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Encontro com os Tubarões-Touro - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Encontro com os Tubarões-Touro

México, Playa del Carmen

A Ana e a Marina veem vários tubarões touro durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

A Ana e a Marina veem vários tubarões touro durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Dois motivos nos trouxeram de volta à Playa del Carmem, quarenta minutos ao norte de Tulum e, portanto, no sentido contrário da nossa jornada, que é o sul. O primeiro deles foi encontrar as expedições argentinas, conforme relatei no post anterior. O segundo, a possibilidade de um mergulho que nunca tínhamos imaginado fazer: nadar cara a cara com o temido Tubarão-Touro.

Mergulho em naufrágio próximo à Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Mergulho em naufrágio próximo à Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Ainda em Tulum, ficamos muito amigos da Marina, a irmã do Luis, que foi nosso instrutor no curso de full cave diver. Ela tem uma loja de mergulho na cidade e, na verdade, foi com ela que eu tinha entrado em contato perguntando sobre o curso. Ela nos direcionou ao Luis, mas acabamos ficando amigos também. Como sabíamos que haveria um dia de folga no nosso curso, tentamos agendar um mergulho “mais normal” com ela e o sugerido, para nossa surpresa, foi esse mergulho com tubarões-touro.

Mergulho em naufrágio próximo à Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Mergulho em naufrágio próximo à Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Esse é um mergulho razoavelmente comum, aqui na região de Cancún, pelo menos na temporada. Acontece que a temporada já está no fim e, para piorar, nesses últimos dias foi feito um esforço por pesquisadores para taggear os tubarões. Perseguidos, os animais sumiram e muito poucos vinham sendo observados. De qualquer maneira, valia a tentativa e nós nos prontificamos a ir com ela. Este ano eles vem sendo vistos justamente na região de um naufrágio e, portanto, mesmo que eles não aparecessem, apenas a visita ao antigo barco afundado já valeria a pena.

Interior de naufrágio em mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Interior de naufrágio em mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Acontece que São Pedro não estava ajudando, enviando o vento norte, que tornava o mar muito agitado. Os barcos partem de uma praia em Playa del Carmen e, com o mar assim, nenhum deles estava “aportando”. Então, no nosso dia de folga, fomos mergulhar em mais cenotes, conforme relatei em outro post. Mas nós não desistimos dos touros! Aproveitamos nossa ida à Playa para encontrar os argentinos e combinamos com a Marina de, caso o tempo melhorasse, ela entrar em contato conosco para realizarmos o mergulho.

O sempre presente lion fish, durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

O sempre presente lion fish, durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Cardume de peixes durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Cardume de peixes durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


No primeiro dia, nada! O vento continuou e nós fomos encontrar os “viajeros” e curtir um pouco do agito em Playa, sempre com ótimos restaurantes na 5ª Avenida e gente do mundo inteiro caminhando por suas ruas. A ideia era viajar no dia seguinte, finalmente tomar nosso rumo à Belize, mas resolvemos dar uma última chance.

Mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Enorme carangueijo em mergulho próximo à Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Enorme carangueijo em mergulho próximo à Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Pois é, quem não arrisca, não petisca. E nós petiscamos! O vento diminuiu e a Marina veio nos encontrar. Iríamos mergulhar com os touros! Quer dizer, só faltava combinar com eles... Logo de manhã, já encontramos a Marina, vinda diretamente de Tulum com os tanques de ar e fomos para a praia de onde saem os barcos. O agito das ondas estava no limite, mas os barcos estavam saindo. Quem retornava àquela hora dizia que os touros já não mais estavam no naufrágio, ou então, que tinham avistado um ou dois, bem de longe. De qualquer maneira, partimos. Na pior das hipóteses, um belo naufrágio para ser explorado.

Atracadouro improvisado em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Atracadouro improvisado em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


A Ana se veste para mergulho em praia de Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

A Ana se veste para mergulho em praia de Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Os tubarões-touro, que chegam quase aos quatro metros e aos 300 quilos, as fêmeas maiores do que os machos, são uma das poucas espécies conhecidas por atacar o homem, junto com o tubarão branco e o tubarão tigre, espécies maiores. Quase sempre, esses ataques se dão perto de estuários de rios ou mesmo, muitos quilômetros rio adentro. Os touros se dão bem em água doce também! São conhecidos por frequentar o lago Nicarágua, aquele que cerca a ilha de Ometepe, onde estivemos há pouco mais de um ano. Para chegar até lá, enfrentam as corredeiras de rio e saltam exatamente como salmões sobre as pequenas cachoeiras.

Uma arraia durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Uma arraia durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Uma arraia durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Uma arraia durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Mas, enfim, quase todos os ataques são em águas turvas, de pouca visibilidade, onde podem atacar de surpresa. Em águas claras como as de Cancún, os ataques são raríssimos, sempre por conduta inapropriada do ser humano. A conduta normal é que eles se aproximem curiosos e depois de uma olhada mais de perto, partam para buscar sua comida de verdade. Nos dois casos de ataques relatados por aqui, as vítimas eram banhistas nadando em área de reprodução dos animais, e não com mergulhadores.

Antes de chegar ao naufrágio no fundo, a Marina já aponta tubarões-touro, em mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Antes de chegar ao naufrágio no fundo, a Marina já aponta tubarões-touro, em mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Nós seguimos para o local do mergulho com os dedos cruzados. E os deuses do mergulho nos ouviram! A ideia era cair na água e descer rapidamente para o fundo, para vencer a forte corrente que existe por lá. Na metade da descida, ainda antes de chegarmos ao naufrágio, eles já começaram a aparecer, a Marina os apontando excitadamente. Não era um, ou dois, mas mais de dez!

Tubarão touro se aproxima durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Tubarão touro se aproxima durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Lindos! Formosos! Nadando com classe e desenvoltura! Por quase quinze minutos eles nos rodearam, chegando a cerca de oito metros de distância. Atrás da câmera fotográfica e do equipamento de mergulho, nós temos aquela sensação de sermos intocáveis, quase que como se estivéssemos ali apenas por realidade virtual, assistindo a um grande cinema em 3D. então, tudo o que eu fazia era tentar chegar mais próximo, ver aqueles maravilhosos animais de perto. Foi absolutamente incrível!

Ilusão de ótica: peixe de 20 cm e 200 gramas parece ter o mesmo tamanho de um tubarão de 2 metros e 200 quilos, durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Ilusão de ótica: peixe de 20 cm e 200 gramas parece ter o mesmo tamanho de um tubarão de 2 metros e 200 quilos, durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


A Ana e a marina ficaram mais perto do barco, mas eu avancei um pouco. O único cuidado era olhar para todos os lados. Ninquém quer ter um tubarão desses nas costas, hehehe. Em alguns momentos chegarm a ser quatro, ao mesmo tempo, no meu campo de visão. Acho que os maiores chegavam aos 2,5 metros, aquela cara típica de tubarão. Mas como nadam bonito! Que classe! Foi emocionante!

Peixe parece fugir assustado de tubarão touro, durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Peixe parece fugir assustado de tubarão touro, durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Arraia e tubarão touro durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Arraia e tubarão touro durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Quando os tubarões deram uma folga, pudemos aproveitar um pouco do naufrágio também, fazendo uma penetração e nadando entre os cardumes que fizeram do barco a sal casa. Depois, deixamos que a corrente nos levasse pelo areal, torcendo para encontrar os touros novamente. E encontramos! Dessa vez, eles ficaram um pouco mais longe, mas a gente também se divertiu com arraias e até com uma insistente rêmora, que teimava em nadar conosco. Rêmora é aquele peixe que gruda nos tubarões. Acho que ela achou que nós fôssemos um touro e veio investigar mais de perto. Nunca tinha visto uma tão de perto. Encima ca cabeça, parece que ela tem uma sola de sapato antiderrapante. É justamente por ai que ela gruda nas suas vítimas.

Uma insistente rêmora nada próxima de nós durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Uma insistente rêmora nada próxima de nós durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Rêmora nada próxima da Ana em mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Rêmora nada próxima da Ana em mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México


Houve ainda um segundo mergulho, com muitos peixes, caranguejos, lagostas, camarões e moreias; Muito lindo também. Mas depois daquele emocionante encontro com os touros, sinceramente, já não precisávamos mais de nada. Vamos levar essa lembrança espetacular de Playa del Carmen, nosso encontro com os temíveis tubarões-touro.

Dupla de tubarões touro nada próxima de nós durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Dupla de tubarões touro nada próxima de nós durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

México, Playa del Carmen, Mergulho, tubarão

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior Encontro com os viajantes argentinos dos projetos Travesia Wawamericu e Latinoamerica Sonrie, em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Encuentro de Viajeros

Post seguinte Em busca de ar, depois de ir a 25 metros de profundidade no cenote Pit, em Tulum, no Yucatán, sul do México

Big Blue

Blog da Ana Tubarão touro se aproxima durante mergulho em Playa del Carmen, no litoral do Yucatán, no México

Mergulhando com Tubarões Touro!

Comentários (4)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 25/03/2015 | 06:45 por Letícia Pimenta

    Ah legal Rodrigo.
    Imagino quebtenha sido. Sou apaixonada por tubarões !
    Poderia passar contato da Marina?
    É..a minha experiência sera apenas com tubaroes-lixa.
    Terei até agosto para analisar isso rs

    Resposta:
    Oi Leticia

    Não tenho o contato dela aqui comigo, mas o nome da loja é Scuba Tulum. Não deve ser difícil achar na internet

    Essa experiência com os tubarões-touro foi realmente fantástica! Até Agosto vc terá tempo de treinar mais um pouco para mergulhar com eles sem problemas. Vale muito a pena. mas eles não estão por lá todo o ano. A temporada é mais ou menos nessa época que a gente mergulhou

    Um abraço

  • 21/03/2015 | 23:49 por Letícia Pimenta

    Rodrigo, parabéns pelo post !
    Gostaria de saber se para mergulhar com os tubarões, há requisitos de quantidade de mergulhos, e qual a profundidade. Pois a minha credencial é Open (18 metros).

    Obrigada!

    Resposta:
    Oi Leticia

    Legal que tenha gostado do post!

    Então, teoricamente, se vc já tem sua credencial, poderá sim mergulhar com tubarões, desde que eles estejam na profundidade para qual vc foi credenciada. O nosso mergulho foi numa profundidade próxima dos 20 metros...

    Agora, na prática, para mergulhar com tubaróes-touro, o ideal é que vc já tenha mergulhado com outros tipos de tubarões, mais inofensivos, só para já sentir segurança e agir com calma lá embaixo. São animais maravilhosos e, num mergulho com visibilidade, eles não representam perigo. Para nós, foi uma experiência incrível, inesquecível e amocionante.

    Abs

  • 01/12/2013 | 21:59 por Simone

    Parabéns, fantástica cobertura! obrigada pela experiência compartilhada!

    Resposta:
    Olá Simone

    Pois é, esse mergulho com os tubarões-touro foi um dos mais emocionantes que fizemos aqui no Caribe. Uma experiência assim tem de ser compartilhada.

    Um abraço

  • 20/03/2013 | 15:10 por Tod

    Adoro e acompanho sempre as fotos e os relatos sobre a viagem. Maravilha. Obrigado por compartilharem. Um abraço

    Resposta:
    Olá Tod

    Que bom que vc gosta e acompanha. Comentários como o seu são sempre um estímulo para nós, para que continuemos a escrever, fotografar e compartilhar essa incrível experiência com todos vocês.

    Muito obrigado!

    Um abraço

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet