0 Dificuldades e o Visto - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Dificuldades e o Visto - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Dificuldades e o Visto

Brasil, Amapá, Macapá

Kite surfing no Rio Amazonas, em Macapá - AP

Kite surfing no Rio Amazonas, em Macapá - AP


Hoje tiramos o dia para ficar no quarto, ar condicionado ligado, trabalhando e relaxando. Faz tempo que ansiávamos por isso. E aqui, precisando ver e resolver tantas coisas na internet, esperar pelo visto e cansados da correria dos dias anteriorres, foi o lugar perfeito para "tal dia".

Treinamento da Polícia Militar na orla em Macapá - AP

Treinamento da Polícia Militar na orla em Macapá - AP


Mas o tal relaxamento foi só físico, pois mentalmente estivemos muito ocupados! É tudo tão mais fácil quando podemos chegar nos lugares simplesmente dirigindo a Fiona. Só que existe um negócio chato chamado "fronteira". Aí, já não basta ter rodas. É preciso também vencer a burocracia. Bom, para obter o visto de entrada na Guiana já tínha feito tudo o que podia e só estava na torcida. Agora, meu "problema" era outro. Não mais as fronteiras, mas o oceano. Nosso projeto inclui todos os países e possessões do Caribe e para lá a Fiona não vai. Quase também não há problemas de vistos. Não, aqui a questão é outra! É simplesmente muito caro viajar para as ilhas caribenhas, uma à uma. Falo das passagens de avião. Lá dentro, a gente se vira, nem que tenha de passar um pouco de fome, hehehe.

Polícia Militar aproveira a 'maré baixa' do Rio Amazonhas para treinamento de cadetes, em Macapá - AP

Polícia Militar aproveira a "maré baixa" do Rio Amazonhas para treinamento de cadetes, em Macapá - AP


A dificuldade está em fazer o mais inteligente itinerário possível, dentre as dezenas de companhias aéreas, minimizando preço. Partir de onde? Com qual companhia? Quais ilhas de cada vez? Por exemplo, voar da Venezuela é caríssimo. Um montão de taxas! Até uma "taxa sobre luxo" existe. Barato é sair da Colômbia ou Panamá. Mas quem disse que suas companhias aéreas voam para as ilhas que queremos? E, para complicar, temos que pensar aonde deixar a Fiona nessas idas ao Caribe. Por exemplo: voar da Guiana, nem pensar. Dizem ser impossível encontrar lugar em Georgetown para deixar nosso carro. Faroeste total!

Cadetes da PM correm pelas ruas de Macapá - AP

Cadetes da PM correm pelas ruas de Macapá - AP


Bom, foi essa a minha diversão por algumas horas. E no final, apenas possibilidades, nada fechado. Estamos imaginando voar do Suriname para Trinidad e Tobago, de lá para San Martin (e as muitas ilhas-países à sua volta) e Antígua e Barbuda. Seriam uns dez países numa perna só, sem contar as três Guianas. Bom, tudo re-planejado, a única coisa resolvida foi esperar chegarmos ao Suriname para decidir. Afinal, não vamos comprar passagens antes de acharmos lugar seguro para a Fiona, né?

Na orla do rio Amazonas, em Macapá - AP

Na orla do rio Amazonas, em Macapá - AP


Meio da tarde, corpo descançado e cabeça quente, saímos para arejar, caminhando um pouco na orla e almoçando um Tucunaré na Manteiga, de frente para o Amazonas. Olhar essas coisas grandes da natureza sempre me acalma. Olho para eles e imagino o "grau de preocupação" do Amazonas, do sol ou da lua com os meus problemas. Absolutamente nenhum! Amanhã, o que quer que aconteça, o rio vai continuar a correr e o sol vai continuar a nascer. Inspirado por eles, por seu "despreendimento", relaxo...

Observando a orla em Macapá - AP

Observando a orla em Macapá - AP


Na volta para a pousada, duas boas notícias: a carta do seguro da Fiona (email) chegou. Não tão detalhada como eu queria, mas chegou. Chegou também a liberação da nossa entrada na Guiana. O próprio Jeff, cônsul honorário francês em Macapá me deu a notícia.

Belo fim de tarde na orla em Macapá - AP

Belo fim de tarde na orla em Macapá - AP


É, amanhã, o sol vai nascer, o Amazonas continuará a correr e nós seguiremos a longa estrada para Oiapoque, extremo norte do Amapá, fronteira com a Guiana Francesa.

Brasil, Amapá, Macapá,

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior Fortaleza de São José, em Macapá - AP

Macapá!

Post seguinte Muitos igarapés e bela paisagem no trecho asfaltado da viagem entre Macapá e Oiapoque - AP

Viajando para Oiapoque

Blog da Ana Na orla do rio Amazonas, em Macapá - AP

Tempo ao tempo

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet