0 De Volta ao Paraná - Blog do Rodrigo - 1000 dias

De Volta ao Paraná - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

De Volta ao Paraná

Brasil, São Paulo, São Carlos, Paraná, Tibagi

Com o Gêra e o Antônio em São Carlos - SP

Com o Gêra e o Antônio em São Carlos - SP


A manhã começou bem preguiçosa em São Carlos, friozinho gostoso de ficar na cama. Aliás, desde Rio Verde a gente já vem se acostumando com o frio que deve ser nosso companheiro nos próximos meses. Até Ribeirão Preto estava fria!!! Imagina Curitiba... Imagina a Bolívia a 5 mil metros de altura! Brrrrrrrrrr...

Com os sobrinhos João Pedro e Antônio, em São Carlos - SP

Com os sobrinhos João Pedro e Antônio, em São Carlos - SP


De volta à São Carlos, a manhã se estendeu comigo atazanando o Antônio, brincando com a Lola (a cadelinha) e batendo papo com a Lalau. Mais tarde, Gêra e João se uniram à nós mas, infelizmente, era tempo de ir, iniciar a longa viagem até Tibagi, no Paraná.

Cruzando um rio Tietê já bem mais limpo, no interior de São Paulo, próximo à Jaú

Cruzando um rio Tietê já bem mais limpo, no interior de São Paulo, próximo à Jaú


Seguimos pelo interior, passando por cidades como Jaú e Bauru e até pelo rio Tietê, neste ponto bem mais bonito e limpo do que quando cruza a capital do estado. Incrível o poder de renovação da água, um rio que parece morto ganha vida novamente, pouco mais de uma centena de quilômetros à frente. Outro lugar interessante que passamos foi o centro geodésico de São Paulo, marcado por um pequeno monumento sem muitas informações. Bom, estávamos na metade de São Paulo, no meio do caminho de volta ao Paraná!

Cruzando um rio Tietê já bem mais limpo, no interior de São Paulo, próximo à Jaú

Cruzando um rio Tietê já bem mais limpo, no interior de São Paulo, próximo à Jaú


E já era noite quando chegamos à pequena Tibagi, pacata cidade de carnaval muito agitado, principal base para se explorar uma das maravilhas naturais do estado e do país, o canyon do Guartelá. Belo programa para amanhã, após uma confortável noite em quarto aquecido. O sonhos serão facilitados pelo vinho que tomamos antecipando o dia dos namorados e comemorando a volta ao estado de onde iniciamos nossas peripécias há 440 dias!

Brasil, São Paulo, São Carlos, Paraná, Tibagi,

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior Com o Jorge na fazenda em Ribeirão Preto - SP

Passagem na Fazenda

Post seguinte Canyon formado pelo rio Iapó, um dos maiores do mundo, no P.E do Guartelá, região de Tibagi - PR

No Canyon do Guartelá

Blog da Ana Cruzando um rio Tietê já bem mais limpo, no interior de São Paulo, próximo à Jaú

São Carlos a Tibagi

Comentários (5)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 23/06/2011 | 16:47 por Paulinha Ribas

    ei, eu topo rafting nível 6! hehe

    Resposta:
    Então, tá combinado, hein?
    Logo no primeiro verão depois dos 1000dias!
    Bjs

  • 16/06/2011 | 22:48 por Luis

    Eu estava pensando nisto...Mande-me por e-mail os lugares onde vcs passarão. Quem sabe já passamos! Esse rafting deve muito bom. Esta é uma experiência que nunca tivemos. Como viajamos sempre fora de temporada, é difícil encontrarmos grupos nos lugares. E rafting precisa de pelo menos 6. Na verdade nem temos amigos que topam fazer as viagens que fazemos. Mas, vamos lá! Aproveitando a viagem, tem umas caminhadas boas pra fazer na região de Sapopema. Pico Agudo e mais alguns no norte do Paraná.
    Abraço.

    Resposta:
    Olá Luís
    Esse rafting, parace que é pauleira mesmo. Tenho certeza de que gostariam, aventureiros que são. Daqui do Paraná, vamos viajar uns 10 dias pelo interior de SC e RS, aproveitando as serras e o frio. Qualqur dica será muito benvinda!
    Abs

  • 13/06/2011 | 21:36 por Luis

    Guartelá.

    Resposta:
    Isso aí
    Guatelá, de GUARda-TE LÁ! Vc viu a história do nome no meu post?
    Abs

  • 13/06/2011 | 21:35 por Luis

    Fala Rodrigo!
    Acho que já é tarde, mas, aqui vai...
    Vcs devem estar no Quartelá. Se ainda der tempo, façam uma travessia de 1 dia. Ela começa na fazenda São Damasio, passa pela fazenda do Ermitão e termina na fazenda do sr. Bento Aleixo. Vcs descerão o canion, passarão pelo rio e subirão os paredões novamente por outro caminho. É uma bela caminhada. Aqui vai o guia: Alison 42-88133148, 84135657.
    E-mail: paydomato@gmail.com
    Abraço.

    Resposta:
    Oi Luís
    Acho que o melhor que eu posso fazer é te enviar meu roteiro com uns dias de antecedência. Assim, poderia aproveitar melhor as suas sempre boas dicas!
    Ficamos mesmo com vontade de fazer é o rafting nível 6 pelo rio Iapó, atravessando todo o canyon. Mas vamos programar isso para o verão, com as águas mais quentes. Vcs topam?
    Abraços

  • 13/06/2011 | 10:51 por Mariana Gomes

    Oi, Rodrigo! Tudo bem?

    Sou jornalista da Rede Record e farei um documentários sobre a Floresta dos Guarás / MA.

    Li em seu blog algo sobre Apicum-Açu. Gostaria de falar sobre o assunto, é possível?!

    Por favor, entre em contato comigo nos telefones abaixo ou me envie seu número para que possamos conversar melhor, ok?!

    Obrigada e um abraço,

    Mariana Gomes
    Jornalista
    Rede Record - Núcleo de Reportagens Especiais
    Produção Câmera Record
    11 3300 5400
    11 9299 2442
    11 7826 3806
    ID 122*81390

    mfgomes@sp.rederecord.com.br
    programas.rederecord.com.br/programas/camerarecord
    rederecord.com.br

    Resposta:
    Oi Mariana
    Teremos muito prazer em ajudar, sim.
    A Ana já lhe enviou um email com os nossos contatos telefônicos.
    Um abraço

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet