0 Cartagena - Blog do Rodrigo - 1000 dias

Cartagena - Blog do Rodrigo - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

Arquitetura Bichos cachoeira Caverna cidade Estrada história Lago Mergulho Montanha Parque Patagônia Praia trilha vulcão

paises

Alaska Anguila Antártida Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Falkland Galápagos Geórgia Do Sul Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Islândia Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Uruguai Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Rio De Janeiro Há 2 anos: Rio De Janeiro

Cartagena

Colômbia, Cartagena

Passaendo no centro histórico de Cartagena, na Colômbia

Passaendo no centro histórico de Cartagena, na Colômbia


Por muito tempo era Cartagena a cidade mais importante dessa parte do mundo. Muitas das riquezas produzidas ou mineradas em todo o norte da América Espanhola eram embarcadas por aqui rumo à Espanha e à Europa. E muitas das manufaturas trazidas do velho continente entravam na América do Sul por Cartagena.

Entrando na cidade murada em Cartagena, na Colômbia

Entrando na cidade murada em Cartagena, na Colômbia


Toda essa riqueza atraia atenções indesejadas também. Cartagena foi, por dois séculos, alvo preferencial dos piratas ingleses e corsários franceses. Alguns dos mais famosos deles passaram por aqui, em busca do ouro, prata e outras riquezas espanholas. A reação da cidade foi ir se fortificando ao longo dos séculos, construíndo grandes muralhas e fortes. Os piratas continuavam atacando, às vezes com sucesso, às vezes sem, enquanto os muros continuavam crescendo.

Centro histórico de Cartagena, na Colômbia

Centro histórico de Cartagena, na Colômbia


Por fim, depois de tantas pilhagens, a cidade finalmente tinha defesas praticamente inexpugnáveis. Foi quando enfrentou, em meados do séc XVIII, um dos seus maiores testes: uma mega-invasão organizada pela Inglaterra, raivosa de uma aliança entre Espanha e França. Foi uma batalha feroz em que uma frota muito mais forte e um número maior de soldados ingleses sucumbiu às belas defesas da cidade. Não fosse por isso, talvez hoje Venezuela e Colômbia falassem inglês...

Bandeiras da Colômbia e de Cartagena (em Cartagena, na Colômbia)

Bandeiras da Colômbia e de Cartagena (em Cartagena, na Colômbia)


Caminhando pelo centro histórico de Cartagena, na Colômbia

Caminhando pelo centro histórico de Cartagena, na Colômbia


Bom, além dos piratas a riqueza também trouxe muita glória à Cartagena, sob a forma de palácios, igrejas e uma rica arquitetura colonial. Boa parte dessa arquitetura está entre os muros da cidade, no chamado centro antigo. Caminhar hoje por suas estreitas ruas de pedra observando as casas com suas varandas e sacadas, algumas em charmosa decadência, outras renovadas e transformadas em hotéis e restaurantes é um deleite para os olhos e o espírito.

Botero, na Plaza San Domingo, na cidade murada de  Cartagena, na Colômbia

Botero, na Plaza San Domingo, na cidade murada de Cartagena, na Colômbia


Passaendo no centro histórico de Cartagena, na Colômbia

Passaendo no centro histórico de Cartagena, na Colômbia


Esse, no meu modo de ver, é a principal atração turística de Cartagena. Simplesmente andar sem rumo pelas ruas do centro, se perder naquela labirinto, descobrir praças e esquinas charmosas no meio da cidade e, depois, tentar achar o caminho de volta para aquele restaurante com cara saborosa que tínhamos passado em frente no dia anterior.

O famoso Café del Mar, em Cartagena, na Colômbia

O famoso Café del Mar, em Cartagena, na Colômbia


Finalmente, um Curaçau Blue, nas muralhas de Cartagena, na Colômbia

Finalmente, um Curaçau Blue, nas muralhas de Cartagena, na Colômbia


Foi isso o que fizemos nesses dias em que a cidade parou para comemorar sua independência. O risco de levar um banho de espuma diminuiu bastante nesses últimos dias e pudemos então levar a nossa Nikon para tentar captar um pouco da beleza local.

Vinho e vista magnífica no apartamento do Eligio em Cartagena, na Colômbia

Vinho e vista magnífica no apartamento do Eligio em Cartagena, na Colômbia


O incrível pôr-do-sol sobre a baía de Cartagena, na Colômbia, visto do 20o andar, no apartamento do Eligio

O incrível pôr-do-sol sobre a baía de Cartagena, na Colômbia, visto do 20o andar, no apartamento do Eligio


Outro programa foi visitar um amigo que fizemos em uma das noites de salsa no Esquina Sandiegana. Um venezuelano há muito autoexilado por aqui, sem mais aguentar as estrepolias do Chavez. Ele nos chamou para almoçar em seu apartamento, no vigésimo andar de um prédio no bairro de Manga, ao lado aqui do centro e bem perto do porto. Vista maravilhosa da baía de Cartagena, principalmente no fim de tarde. Tudo isso ajudado por um camarão delicioso e vinho de ótima qualidade. Muito jóia!

Com o Eligio e a Melisa depois do almoço com camarão e vinho e vista maravilhosa de Cartagena, na Colômbia

Com o Eligio e a Melisa depois do almoço com camarão e vinho e vista maravilhosa de Cartagena, na Colômbia


O skyline de Boca Grande, a Miami de Cartagena - Colômbia

O skyline de Boca Grande, a Miami de Cartagena - Colômbia


Outro programa foi ir conhecer o bairro de Boca Grande que, de longe, até parece Miami. De perto, é mais parecido com João Pessoa, na Paraíba. Se bem que as praias da capital paraibana são mais bonitas! O forte de Cartagena é mesmo sua hstória e arquitetura no centro histórico, e não os banhos de mar. O mar caribenho daqui está "disfarçado" pelas águas do caudaloso rio Magdalena, que desemboca no oceano aqui perto. Mas não é preciso ir muito longe para encontrar praias mais belas. Uma hora de barco ou de carro, mas ainda não tivemos a chance de conhecer a Praia Branca, uma das mais famosas das redondezas.

Praia do bairro de Boca Grande, em Cartagena, na Colômbia

Praia do bairro de Boca Grande, em Cartagena, na Colômbia


Quem sabe mais no fim da semana. Amanhã não vai ser, pois é quando tudo reabre e vamos nos concentrar nas burocracias para conseguir embarcar a nossa Fiona para o Panamá. Logo logo dou notícias!

Artesanato no centro histórico de Cartagena, na Colômbia

Artesanato no centro histórico de Cartagena, na Colômbia

Colômbia, Cartagena,

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Desfile de 'carnaval' nas festas de independência de Cartagena, na Colômbia

Cidade em Festa

Post seguinte Brigando com o vento e com a enorme bandeira de Cartagena, no alto do Castillo San Felipe, em Cartagena, na Colômbia

A Luta com a Burocracia

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet