0 Viajando no México - Blog da Ana - 1000 dias

Viajando no México - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Viajando no México

México, Monterrey

Chegando perto da fronteira EUA-México, na região de Laredo, ao sul de San Antonio, no Texas

Chegando perto da fronteira EUA-México, na região de Laredo, ao sul de San Antonio, no Texas


Sempre que contamos que estamos viajando pelas três Américas uma das perguntas mais frequentes é “Vocês cruzam todo o México? Não é perigoso?”. Vejamos, a maioria das notícias internacionais do Brasil, afora dos recentes temas da Copa do Mundo e das Olimpíadas, é sobre a pobreza e a violência nas favelas brasileiras, tráfico de drogas, as UPPs e a ação do exército invadindo as favelas para lutar contra os traficantes. O Brasil não parece nada seguro por este ponto de vista, mas, bem ou mal, 200 milhões de brasileiros vivem no país, seguem suas vidas e uma minoria vivencia essa violência dos noticiários. Aqui no México não é diferente. O país é imenso, tem cidades lindas em todas as regiões e a violência está localizada em alguns estados onde os cartéis de drogas têm maior influência.


Visualizar Roteiro no México em um mapa maior

Na nossa passagem pelo México rumo aos Estados Unidos passamos por uma destas regiões, na costa do Pacífico, onde estão os Cartéis de Sinaloa, Michoacan e Guerrero, bem conhecidos por suas atrocidades. Em Guadalajara chegamos a estar bem perto de um grande motim onde os traficantes queimaram mais de 20 ônibus pela cidade depois de terem um de seus líderes preso pelo exército mexicano. Chegamos pela única estrada que dá acesso à cidade que eles não fecharam, não vimos nada e só fomos saber do ocorrido no dia seguinte através dos jornais. Agora chegamos novamente ao México em uma das áreas mais temidas pelos viajantes e inclusive por todos os mexicanos, o nordeste do país. Entramos pelo estado Taumalipas e cruzamos para Nuevo León, área comandada pelos Zetas, que dominam praticamente todo o Golfo do México até a península do Yucatán.

É fácil apontarmos os problemas mexicanos, mas esquecemos de que todo este circo está armado, pois o México é o vizinho do maior consumidor de drogas do mundo, os Estados Unidos.

Cruzando a fronteira entre EUA e México, em Laredo, no Texas. Lá estão as bandeiras de Canadá e Estados Unidos, mas onde está a do Brasil?

Cruzando a fronteira entre EUA e México, em Laredo, no Texas. Lá estão as bandeiras de Canadá e Estados Unidos, mas onde está a do Brasil?


O exército mexicano está em uma verdadeira guerra contra o narcotráfico e assim que cruzamos a fronteira é clara sua a presença nas ruas. Cruzamos com vários caminhões e jipes carregados de soldados, todos com suas metralhadoras em punho, encapuzados e alertas para qualquer movimento. Aqui vemos que o exército está realmente trabalhando, tiro o chapéu para estes meninos que, treinados, se enchem de coragem para defender o seu país de uns dos cartéis de drogas mais armados e organizados do mundo.

Números recentes mostram que 12.400 homicídios registrados em 2012 foram relacionados diretamente à guerra entre cartéis. Em resumo os traficantes estão se matando e nós temos que tratar de não estar no meio. Não há mistério, nós nascemos e crescemos em um país onde aprendemos a lidar com insegurança e aqui a regra não é diferente: não viaje durante a noite e fique o mais distante da fronteira possível. Dormimos em Laredo, a cidade fronteiriça do lado americano, para no dia seguinte dirigirmos pouco mais de 5 horas até a capital do estado de Nuevo León, Monterrey.

Depois de 9 meses viajando pelos países do primeiro mundo do nosso continente, sentimos um pouco do choque cultural que um americano deve sentir quando cruza a fronteira para o mundo latino pela primeira vez. Ele sai do seu mundo planejado e quase perfeito, de ruas limpas, cidades organizadas e se depara com a nossa realidade latino-americana. Sujeira, pobreza, desorganização, milhares de fios de luz, telefone, televisão passando de um lado ao outro da rua, com ou sem postes (vulgos gatos), falta de sinalização de tráfego, excesso de sinalização das bibocas dos centros de comercio, gente atravessando a rua em qualquer hora e qualquer lugar, uma loucura. Enfim, chegamos à nossa querida América Latina!

De volta ao visual das ruas latinas, em Monterrey, no México

De volta ao visual das ruas latinas, em Monterrey, no México


Um choque de realidade é sempre bem vindo, temos que lembrar que a maior parte do mundo é assim, pelo menos do nosso mundo. Um mundo que, apesar de todas as dificuldades, tem cor e sabor, tem personalidade, cultura e uma história incrível. Um mundo com alma onde as pessoas são autênticas, venturosas e transpiram alegria sem medo de viver e ser feliz! Bienvenidos a México!

De volta ao México! (em Monterrey, no norte do país)

De volta ao México! (em Monterrey, no norte do país)

México, Monterrey, fronteira, Estrada, roteiro, roadtrip, segurança

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior O magnífico River Wak, no centro de San Antonio, no sul do Texas, nos Estados Unidos

2 dias em San Antonio

Post seguinte Torre de igreja em Monterrey, no norte do México

Monterrey e Potrero Chico

Blog do Rodrigo De volta ao México! (em Monterrey, no norte do país)

De Volta ao México!

Comentários (3)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 13/06/2013 | 20:13 por Ramon

    Minha dica é tirar suas férias na Praia do Rosa SC , visite o website:

    http://www.praiadorosa.blog.br .

    Resposta:
    Já conhecemos, adoramos e ainda iremos passar por aí nessa viagem Ramon! Nos vemos! Beijos!

  • 08/03/2013 | 14:30 por jandivaldo ornelasde assis

    Excelente Blog,gostei bastante dessa reportagem,parabéns!!!

    Resposta:
    Obrigada Jandivaldo, algumas coisas tem que ser ditas, né? rs! Abs!

  • 24/02/2013 | 17:40 por Rubens Werdesheim

    Nada mais justo , pega daqui , solta de lá... Com certeza a organização do 1º mundo salta aos olhos, assim como a sua frieza.E com mais certeza ainda a bagunça da América Latina é imperiosa assim como o seu calor humano.A.C. Jobim ao ser perguntado sobre como era viver em NY respondeu : "É bom , mas é uma merda." Então perguntaram : E no Brasil? "No Brasil, viver no Brasil ?É uma merda ,mas é muito bom !!!"

    Resposta:
    Adorei a frase do mestre, ídolo mor, Tom Jobim! É mais ou menos isso mesmo, Rubens! kkk! O fato é que o ser humano se acostuma, ôh bicho adaptável! Rs!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet