0 Temimina, Núcleo Caboclo - Blog da Ana - 1000 dias

Temimina, Núcleo Caboclo - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Temimina, Núcleo Caboclo

Brasil, São Paulo, Petar

Entrada da caverna Temimina, no PETAR

Entrada da caverna Temimina, no PETAR


O PETAR possui hoje mais de 300 cavernas catalogadas, destas menos de 20 estão abertas para visitação. Está em andamento o plano de manejo que promete para o final do ano a abertura de diversas atrações, já exploradas anteriormente, mas que não tinham estrutura e regulamentação para a proteção do meio ambiente e das formações. O parque é dividido em 4 núcleos: os Núcleos Santana, Ouro Grosso e Casa de Pedra próximos à Iporanga e o Núcleo Caboclo, em Apiaí, 36km de Iporanga.

Caminho entre Apiaí e Iporanga

Caminho entre Apiaí e Iporanga


Em 2003 estive acampando no Núcleo Caboclo com um grupo de amigos e fizemos a principal trilha do núcleo, trilha do Alemão para a caverna Temimina. Foram horas de caminhada, uma ladeira que não acabava mais debaixo de chuva e guiados pelo Seu Ernesto, o guia mais antigo ali da região que tinha acabado de completar 80 anos. O Seu Ernesto tornou a nossa experiência na trilha muito mais interessante, pois nos mostrava e explicava cada pegada, cada planta, cada cheiro. Foram em torno de 3 horas de caminhada pra chegar à caverna e mais de 3h para voltar.

O Rodrigo ainda não conhecia a Temimina, embora já tenha virado este parque de ponta cabeça quando veio para cá há uns 20 anos, por isso decidimos dirigir até o Núcleo Caboclo. Contando a história da minha primeira visita ao parque, o pessoal da Parque Aventura conseguiu agendar o Edson como nosso guia por ele ser de Apiaí e, não por acaso, filho do Seu Ernesto!

Formação do Porta-retrato, na caverna Santana, no PETAR

Formação do Porta-retrato, na caverna Santana, no PETAR


Eu estava preocupada, pois chovia muito mais e eu lembrava como era cansativa a caminhada. Depois de longas conversas com o Edson descobri que a trilha que faríamos hoje não era a mesma, era outra mais curta, mas nem por isso mais fácil. Nossa intenção era fazer a Temimina I, ver o chuveiro e a Temimina II, jardins suspensos, mas a “trilha da onça” nos fez repensar e encurtar o roteiro apenas para a primeira parte, não podíamos arriscar pegar a trilha a noite com essa onça por aí.

Depois de uma trilha de verdade, sem escadinhas e auto-pistas, chegamos à boca dela, com clarabóias de onde você enxerga o teto da Temimina II a mais de 100m de altura! Andamos pelo rio, passamos pelo navio pirata, piscinas de travertino e a fábrica de pérolas, formação miniatura de bolinhas perfeitas de calcário. O ponto alto é o chuveiro, que nunca é desligado! Imaginem parte de uma estalactite de 1m de diâmetro que possui um gotejamento tão grande igualzinho a um chuveiro! Esse gotejamento formou embaixo dela uma estalagmite com uns 2m de diâmetro que parece a base do box, isso sim é um chuveirão!

O famoso 'Chuveirão', na Caverna Teminina - PETAR. Foto do Jura, da Parque Aventuras

O famoso "Chuveirão", na Caverna Teminina - PETAR. Foto do Jura, da Parque Aventuras


Com certeza foi ali que os nossos antepassados se inspiraram para construir o primeiro chuveiro. Foi uma pena não podermos conhecer a Temimina II, parte mais alta e seca dessa caverna, mas isso só nos dá mais uma bela desculpa para voltarmos.
Eu lembrava da Temimina, imensa e imponente! Mas é engraçado como a caverna “muda” cada vez que entramos nela. Como estamos em um breu total, cada vez que iluminamos algo novo, olhamos em diferentes ângulos, vamos recriando em nossa mente a imagem daquela mesma caverna.

Entrada da Teminina, no núcleo Caboclos - PETAR. Foto do Jura, da Parque Aventuras

Entrada da Teminina, no núcleo Caboclos - PETAR. Foto do Jura, da Parque Aventuras

Brasil, São Paulo, Petar, trilha, Parque, Caverna

Veja todas as fotos do dia!

A nossa viagem fica melhor ainda se você participar. Comente!

Post anterior Formação do Porta-retrato, na caverna Santana, no PETAR

PETAR, CNTP na prática.

Post seguinte Pegada de onça na trilha da Teminina, no PETAR

A Trilha da Onça

Blog do Rodrigo O famoso 'Chuveirão', na Caverna Teminina - PETAR. Foto do Jura, da Parque Aventuras

Mais Fotos de Cavernas

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 24/05/2010 | 15:42 por Paulinha Ribas

    eu n conheço essa!

    Resposta:
    Vale a pena, é muito linda!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet