0 Sunrise Airways - Blog da Ana - 1000 dias

Sunrise Airways - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Sunrise Airways

Haiti, Cap-Haitien, Citadelle

Abordando nosso voo particular entre Port-au-Prince e Cap-Haitien, no norte do país

Abordando nosso voo particular entre Port-au-Prince e Cap-Haitien, no norte do país


Quando programamos a nossa ida ao Haiti uma das únicas coisas que sabíamos é que queríamos conhecer Port-au-Prince, no sul, e os arredores da cidade de Cap-Haitien, no norte do país. Assim sendo começamos a pesquisar como fazer a viagem da capital à Cap-Haitien. A notícia que tínhamos era de que as estradas estavam péssimas e que a viagem levaria quase um dia. Hoje com as estradas quase novas, em ônibus a viagem dura entre 6 e 8 horas.


Exibir mapa ampliado

Enfim, pesquisamos no mestre google e chegamos à Sunrise Airways, entramos no site, compramos as passagens e tínhamos tudo resolvido. Chegado o dia da viagem, eis que somos recebidos na companhia aérea com a pergunta: “Como vocês compraram as nossas passagens?” E naturalmente respondemos, “pelo site na internet!”, já com medo de ter algo errado com a reserva. Eis que ganhamos um sorriso especial e uma cara de surpresa, “vocês foram os nossos primeiros clientes online!”. UAU! Que máximo! Estreamos o site e venda online da companhia aérea! Eles estavam tão felizes com o feito que resolveram nos presentear com um desconto de 25% para a nossa próxima compra na companhia! Só mais um bom motivo para voltarmos ao país!

Ainda em Port-au-Prince, esperando o nosso voo para Cap-Haitien, no norte do país

Ainda em Port-au-Prince, esperando o nosso voo para Cap-Haitien, no norte do país


Já não bastasse essa recepção calorosa, ainda tivemos um vôo super especial, já que éramos os únicos passageiros à bordo. O serviço privativo incluiu uma visita à cabine dos pilotos, liberação para tirarmos fotos de qualquer assento e o principal, um sobrevôo sobre a Citadelle, a maior fortaleza do Caribe!

voo entre Port-au-Prince e Cap-Haitien, as duas principais cidades do Haiti

voo entre Port-au-Prince e Cap-Haitien, as duas principais cidades do Haiti


Pouco antes de chegar à Cap-Haitien, sobrevoando a colossal Citadelle, a maior fortaleza do Caribe

Pouco antes de chegar à Cap-Haitien, sobrevoando a colossal Citadelle, a maior fortaleza do Caribe


Os pilotos são dominicanos para a minha sorte, então pude me comunicar em espanhol e fazer quaisquer perguntas. A questão que mais me instigava era sobre a famosa foto da fronteira dos dois países. Nós estávamos relativamente longe da fronteira e não poderíamos vê-la de cima, mas eles confirmaram... aquela cena é clara e deprimente. Daqui de cima vemos que o país é majoritariamente marrom e cinza, rios correm com suas margens desprotegidas e a terra parece sem vida.

Sobrevoando o interior do Haiti, no voo entre a capital Port-au-Prince e Cap-Haitien, no norte do país

Sobrevoando o interior do Haiti, no voo entre a capital Port-au-Prince e Cap-Haitien, no norte do país


A minha alegria foi que a paisagem começou a mudar assim que começarmos a cruzar as montanhas do norte, verde! Florestas! Não são nenhuma Floresta Amazônica, mas elas ainda existem no país... ainda há esperança! Ao longe, no alto das montanhas estava bela e majestosa, a Citadelle! O piloto ainda contornou a fortaleza bem próximo para podermos tirar algumas fotos, sensacional! Sabe lá como faremos para chegar até aqui, tão alto, amanhã!

Pouco antes de chegar à Cap-Haitien, sobrevoando a colossal Citadelle, a maior fortaleza do Caribe

Pouco antes de chegar à Cap-Haitien, sobrevoando a colossal Citadelle, a maior fortaleza do Caribe


Quem diria que chegaríamos ao Haiti e seríamos VIPs dessa maneira? Foi uma bela recompensa por sairmos do lugar comum e nos aventurarmos pelo país menos turístico das Américas!

Abordando nosso voo particular entre Port-au-Prince e Cap-Haitien, no norte do país

Abordando nosso voo particular entre Port-au-Prince e Cap-Haitien, no norte do país

Haiti, Cap-Haitien, Citadelle, Transporte, Citadelle, Fortaleza, Sunrise Airways

Veja todas as fotos do dia!

Participe da nossa viagem, comente!

Post anterior Veículos do batalhão de engenharia do Brasil, na base da ONU em Port-au-Prince, no Haiti

Brasil no Haiti

Post seguinte Barco na vega na orla de Cap-Haitien, cidade na costa norte do Haiti

La Belle Cap-Haitien

Blog do Rodrigo Arquitetura colorida no centro de Cap-Haitien, cidade na costa norte do Haiti

Cap-Haitien

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet