0 Ruínas de Pucara - Blog da Ana - 1000 dias

Ruínas de Pucara - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Ruínas de Pucara

Argentina, Tilcara, Humahuaca

Vegetação espinhosa em El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina

Vegetação espinhosa em El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina


A Quebrada de Humahuaca é um imenso cânion formado pelo degelo das altas montanhas da puna andina no norte da Argentina. Cada uma das cidades possui atrativos históricos e paisagens belíssimas, fazendo com que seja uma famosa rota turística nacional. Os museus históricos e arqueológicos também são destacados, principalmente em Tilcara onde foi encontrado um imenso sítio arqueológico, as Ruínas de Pucara.

Reconstrução das moradias pré-incaicas em El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina

Reconstrução das moradias pré-incaicas em El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina


Pucara em quéchua quer dizer “fortaleza” ou fortificação. Uma imensa cidade pré-colombiana onde chegaram a viver em torno de 1500 pessoas. Com suas paredes construídas de pedras, telhados com vigas de tronco de cardón e argila, a estrutura e organização é muito parecida com as fortalezas que vemos de outras civilizações antigas. Casas grudadas umas nas outras, ruas estreitas, apenas para pedestres, um centro religioso com uma bela vista para o vale. A atividade principal desse povo era o pastoreio de llamas e a agricultura, na estrutura pode-se ver também os currais e as plantações. As ossadas encontradas sempre em posição fetal, em urnas redondas, unidas à outros bens como roupas e pertences pessoais, demonstram que este povo provavelmente acreditava em uma ligação entre a vida física e espiritual.

El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina

El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina


Grande parte da estrutura foi restaurada, mas ainda podemos ver o sítio original, como foi encontrado pelos primeiros arqueólogos no início do século 20, que se dedicaram a escavar e estudar a civilização que aqui viveu. Não foram encontradas muitas respostas sobre qual foi a origem e o fim deste povo. As ruínas, no entanto, forneceram dados que ajudaram os estudiosos a responder muitas questões sobre o modo de vida naquela época. No topo do monte foi construída uma espécie de pirâmide em homenagem aos dois arqueólogos que iniciaram os estudos deste sítio, esta porém, não tem nada a ver com a arquitetura original.

A pirâmide de El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina

A pirâmide de El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina


Não muito longe dali encontramos outro tipo de monumento, este natural, o Cânion Garganta del Diablo, uma das fontes de água da cidade de Tilcara. Um estreito rio corre por uma pequena e profunda quebrada que nos tempos de seca sofre com os fortes ventos que encanam no vale. Vale seco e espinhoso, toda e qualquer planta ou gramínea é perigosa. Ao mesmo tempo, toda e qualquer vista é recompensante, menos a de quase ver o seu marido cair 40m parede abaixo.

Um minuto depois dessa foto na Garganta del Diablo, em Tilcara - Argentina, quase rolei desfiladeiro abaixo

Um minuto depois dessa foto na Garganta del Diablo, em Tilcara - Argentina, quase rolei desfiladeiro abaixo


Adentramos o cânion em uma das principais trilhas que o margeia, seguindo o canal d´água que vai para a cidade. Havia uma placa dizendo “vertigo”, não sabemos se era o carinhoso nome dado à trilha ou um sinal de atenção aos turistas desavisados. Caminhamos beirando os desmoronamentos de pedras e enquanto eu aguardava o Rodrigo dar a volta e chegar ao mirante para fotografá-lo, assisti em câmera lenta o desequilíbrio dele na beira do precipício.

As montanhas coloridas vistas do alto de El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina

As montanhas coloridas vistas do alto de El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina


Minha reação foi ficar brava, pois ele sempre quer ficar mais perto da beirada. Enquanto caminhava em sua direção lembrava da vez em que meu pai deu palmadas na minha irmã, quando motoqueiros a cercaram na rua enquanto ela andava de bicicleta e caiu. A culpa não foi dela, mas a reação dele foi ficar bravo e lascar-lhe um belo tapa no bumbum. No meu caso, eu tentava avaliar se a minha vontade de dar uns tapas no Rodrigo era justa ou não, e eu cheguei a conclusão que sim, pois ali a culpa foi toda e completamente dele! Chegando lá, mal pude expor a minha indignação, pois ele estava com as mãos repletas de espinhos! Sim, ele teve que escolher entre o precipício e os espinhos. Embora pareça, a escolha não foi assim tão difícil, meteu a mão naquele chão pouco receptivo e logo se equilibrou. Graças à Deus, ou à Garganta del Diablo!

Na Garganta del Diablo, em Tilcara - Argentina

Na Garganta del Diablo, em Tilcara - Argentina


Passado o susto, continuamos a explorar o cânion, subindo em direção ao estacionamento aos quase 3000m de altitude. No carro retirei os espinhos mais expostos, mas adivinhem se ele me deixou usar os conhecimentos de primeiros socorros e tirar os que restaram?

Trilha no estreito canyon da Garganta del Diablo, em Tilcara - Argentina

Trilha no estreito canyon da Garganta del Diablo, em Tilcara - Argentina


Pegamos estrada em direção à Salta, porém escolhi o caminho aparentemente mais curto e como sempre o mais bonito! Pegamos a estrada de Jujuy, passando por El Carmen que vai a Salta por “La Cornisa”. Uma serra estreita, a estrada mais parece uma auto-pista para ciclistas, e que auto-pista! São em torno de 80km entre curvas e paisagens espetaculares.

Voltando da Garganta del Diablo, em Tilcara - Argentina

Voltando da Garganta del Diablo, em Tilcara - Argentina


Confesso que se a conhecesse antes e com tempo, teríamos nos programado para dois dias de bike maravilhosos. As subidas não são tão íngremes, as descidas são agradáveis e grande parte da estrada é na sombra. A vista para o Dique “XXX” é maravilhosa do alto da serra. Cenas campestres foram dando aquele ar bucólico à viagem, enquanto eu entrava no clima e ficava verde com tantas curvas.

Chegando pela Corniza em Salta - Argentina

Chegando pela Corniza em Salta - Argentina


Chegamos à Salta no final do dia e nos hospedamos em um hotel em frente à Praça 9 de Julho, onde fica o maior burburinho turístico e comercial. Uma salada e deliciosas empanadas foram o nosso almoço tardio, que logo nos embalaram para um sono pregado e merecido.

Chegando em Salta - Argentina

Chegando em Salta - Argentina


Autofoto em El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina

Autofoto em El Pucará, em Tilcara, na Quebrada Humahuaca - Argentina

Argentina, Tilcara, Humahuaca,

Veja mais posts sobre

Veja todas as fotos do dia!

Faz um bem danado receber seus comentários!

Post anterior Cerimônia e homenagem à Pachamama, em Humahuaca - Argentina

Pachamama

Post seguinte Cristo no alto do Cerro San Bernardo, em Salta - Argentina

Inspira... Expira...

Blog do Rodrigo Explorando a Garganta del Diablo, em Tilcara - Argentina

Espinhos ou Precipício?

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet