0 Isla de la Juventud - Blog da Ana - 1000 dias

Isla de la Juventud - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Isla de la Juventud

Cuba, Nueva Gerona

Navegando na Isla de la Juventud, em Cuba

Navegando na Isla de la Juventud, em Cuba


A Isla de La Juventud é famosa não apenas pela sua participação na história, mas também pela qualidade de seus mergulhos, motivo que nos trouxe até aqui. Hoje o dia começou cedo, pegamos um avião as 7h da manhã para Isla de La Juventud e chegando lá fomos direto para o Hotel Colony, há 45 minutos de carro de Nueva Gerona, capital da província no norte da ilha.

Embarcando no avião que nos levaria de Havana à Nueva Gerona, na Isla de la Juvendud, em Cuba

Embarcando no avião que nos levaria de Havana à Nueva Gerona, na Isla de la Juvendud, em Cuba


O Hotel Colony é o principal centro turístico da ilha, com uma infra-estrutura imensa, piscina e um Centro de Mergulho que recebe turistas e mergulhadores do mundo inteiro. As informações que trocamos com outros mergulhadores foram de que o Hotel era caro e tinha um serviço péssimo, então decidimos ficar hospedados em uma casa de família em Nueva Gerona, que além de mais barato nos proporcionaria mais interação com a cultura local. De fato o atendimento que recebemos na recepção do dive Center não foi das melhores, os custos que haviam nos informado estavam errados (ficaram mais altos) e a informação completamente torta.

Mergulhadores brasileiros deixaram suas marcas no barco de mergulho na Isla de la Juventud, em Cuba

Mergulhadores brasileiros deixaram suas marcas no barco de mergulho na Isla de la Juventud, em Cuba


Eu já estava completamente de bode, pois pela infecção de ouvido eu não poderia mergulhar. Vir até aqui e ficar no barco é quase uma tortura, mas o que não tem remédio... Entramos no barco e saímos para o “nosso” primeiro dia de mergulho. Conversando com o dive master durante as duas horas de navegação o Rafa descobriu que o primeiro dia de mergulho é de avaliação, portanto feito em pontos rasos e bem básicos. Peraí, informação nova e indignante para um grupo que veio de longe e com o tempo cronometrado para aproveitar ao máximo o lugar. Conversaram com o cara e ele até concordou que eles poderiam baixar dos 18m, como todos eram experientes e credenciados para tal.

Lagostas fresquinhas na Isla de la Juventud, em Cuba

Lagostas fresquinhas na Isla de la Juventud, em Cuba


Os principais pontos de mergulho na Isla de La Juventud estão na Punta del Francês, são mais de 50 pontos cadastrados, com ótima visibilidade, paredes e arrecifes coralíneos. São duas horas de navegação ida e duas horas de volta. No caminho o nosso barco, que já era lento, fez algumas paradas estratégicas para pescar o nosso almoço. Lagostas frescas, saídas na hora! Deliciosas, mas confesso que saindo num barco de mergulho eu prefiro vê-las lindas em suas caverninhas embaixo d´água do que na panela.

Hora do almoço no nosso barco na Isla de la Juventud, em Cuba

Hora do almoço no nosso barco na Isla de la Juventud, em Cuba


Todos caíram para o seu primeiro mergulho no ponto 5, Paraíso de las Esponjas, e eu fiquei no barco, acompanhada pelo capitão, o marinheiro e uma boa Bucaneiro, enquanto eles preparavam o almoço. Aproveitei para conversar e pegar mais informações sobre a ilha, suas praias e sítios históricos, já que amanhã, enquanto eles mergulham, eu não vou ficar aqui sendo torturada.

Com o Rafa e a Laura, prontos para mergulhar na Isla de la Juventud, em Cuba

Com o Rafa e a Laura, prontos para mergulhar na Isla de la Juventud, em Cuba


A parada para o almoço foi em uma praia paradisíaca de areias brancas e aquele azul caribenho que peculiar a esta região do globo. Lá conheci o único morador da praia que cuida da estação ecológica que dá informações sobre as espécies encontradas no local, como jacarés e pássaros, além da história dos piratas que passaram por aqui. Drake e seus colegas passaram por aqui e até um pirata meio holandês meio brasileiro teve sua passagem registrada por estas águas!

Navegando em dia de céu azul na Punta Frances, na Isla de la Juventud, em Cuba

Navegando em dia de céu azul na Punta Frances, na Isla de la Juventud, em Cuba


O segundo mergulho foi no ponto 48, La Corona de La Reina. Eu aproveitei para ler, descansar e fechar a programação do dia seguinte. Laura, Rafa e Rodrigo retornaram do mergulho sem muita animação, esse povo está ficando exigente! Também, depois de Austrália, Galápagos não é fácil de agradar! Rsrs! Infelizmente eu acho que a experiência não foi das melhores, a recepção que tivemos, somada ao tempo de navegação e à seleção de pontos “básicos” feita corroboraram para a decisão deles de não mergulhares amanhã. Ou simplesmente não quiseram me deixar sozinha no passeio por terra amanhã! Rsrs!

Mergulho na Punta Frances, na Isla de la Juventud, em Cuba

Mergulho na Punta Frances, na Isla de la Juventud, em Cuba


Plá, nosso táxi particular, veio nos buscar no fim de tarde e pegamos estrada novamente para Nueva Gerona, à casa do nosso cicerone Villamás. No caminho fechamos com ele o tour para o dia seguinte, que será nosso motorista e guia, já que alugar um carro ficaria ainda mais caro. A expectativa que tínhamos para o mergulho na Isla era grande e ficou frustrada. Nosso dive master já nos fez um convite para voltarmos, já deixando tudo programado que ele poderá nos levar para os melhores pontos da região. Além disso, ficou reforçada a vontade de voltar à Cuba para conhecer o paraíso do mergulho, Jardines de La Reina, um live aboard vip no paraíso cubano do mergulho, este sim mais protegido e intocado.

Magnífico pôr-do-sol na Isla de la Juventud, em Cuba

Magnífico pôr-do-sol na Isla de la Juventud, em Cuba

Cuba, Nueva Gerona, Mergulho, dive, Isla de la Juventud, Hotel Colony

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Propaganda pró-revolução nas ruas de Camaguey, em Cuba

Viva La Revolución!

Post seguinte A Ana segura um filhote de jacaré em criadero na Isla de la Juventud, em Cuba

Um Dia na Isla de los Pinos

Blog do Rodrigo Já na água, pronto para mergulhar na Isla de la Juventud, em Cuba

Do Aeroporto Para as Profundezas

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet