0 Explorando o Vale do Pati! - Blog da Ana - 1000 dias

Explorando o Vale do Pati! - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Explorando o Vale do Pati!

Brasil, Bahia, Vale do Pati (P.N. Chapada Diamantina)

Vista do Vale do Pati do alto do Morro do Castelo, na Chapada Diamantina - BA

Vista do Vale do Pati do alto do Morro do Castelo, na Chapada Diamantina - BA


O Vale do Pati pode ser visto como uma grande cidade rural, que um dia possuiu mais de 7 mil moradores, uma sede administrativa, escola, igreja e ruas totalmente em função da produção de café. Após a crise de 1929 a produção de café praticamente se extinguiu e com isso a cidade se esvaziou. No Pati moram hoje 11 famílias, quase todas aparentadas pelo que conseguimos descobrir. O João abre a igrejinha sempre que recebe novos visitantes, um ritual bacana para os andarilhos e aventureiros. No altar desta igreja se encontram diversas imagens que foram presenteadas por peregrinos e amigos da Igreja Senhor do Bonfim.

A Igrejinha do Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

A Igrejinha do Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA


Hoje a situação dos moradores do Vale do Pati está indefinida, pois com a formação do Parque Nacional da Chapada Diamantina a área deveria ser desocupada. Porém estas 11 famílias lá instaladas possuem as suas raízes e a história de seus antepassados plantadas profundamente nestas terras. Eles não querem deixá-las e aos nossos olhos não teria motivo algum para tal, sendo que não devastam mais para o plantio e todos fornecem hoje, uma infra-estrutura que o Parque Nacional não fornece: hospedagem, alimentação, manutenção de trilhas e todo o apoio que o turista necessita. Por que o Parque não formaliza a situação destas famílias, mantendo-os na área como prestadores de serviço, que já o são? Enfim, é uma idéia, não conhecemos todos os meandros da situação, mas estamos torcendo para que ela se resolva da melhor forma para todos.

Descendo o rio Pati, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

Descendo o rio Pati, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA


Hoje foi um dia de pouca caminhada, andamos apenas uns 10km descendo o rio e subindo morros para explorar ainda mais de perto as belezas do Vale do Pati. Depois de um belo alongamento e um café da manhã delicioso que Lúcio preparou saímos para a trilha, digo ruas, do Pati. O dia amanheceu encoberto e por isso ao invés de subirmos o Morro do Castelo e depois subirmos pelo Rio Pati e Cachoeira do Funil fizemos o inverso. Torcendo para que mais tarde o sol se abrisse para termos a vista do vale do alto do morro.

Fazendo alongamento antes da caminhada, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

Fazendo alongamento antes da caminhada, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA


Começamos descendo o Rio Pati, conhecendo suas cachoeiras e a principal delas, a Cachoeira do Funil. Belíssima, mas sem dúvida alguma a mais gelada que pegamos aqui na Bahia. Refrescados nesta fresca e nublada manhã, seguimos descendo o rio até encontrar a trilha para o Morro do Castelo.

A Cachoeira do Funil, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

A Cachoeira do Funil, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA


Subimos muito, segundo Lúcio é uma trilha muito parecida com a trilha do Morro da Gávea-RJ, aquela que não pudemos fazer por que estava chovendo. O castelo é um lugar meio mágico, assim que chegamos no alto damos de cara com uma baita boca de caverna!

Entrada da Gruta do Castelo, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

Entrada da Gruta do Castelo, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA


Atravessamos a gruta e encontramos ainda dois mirantes de onde podemos avistar todo o Vale do Pati, os Gerais do Rio Preto e os Gerais do Vieira. Vimos até a Cachoeira do Calixto lá de cima. Simplesmente maravilhoso!

Vista do Vale do Pati do alto do Morro do Castelo, na Chapada Diamantina - BA

Vista do Vale do Pati do alto do Morro do Castelo, na Chapada Diamantina - BA


Um almoço tardio com direito até a saladinha de rúcula com tomate cereja (chique demais!) e começamos a nossa caminhada de volta. O ritmo da caminhada estava bom, mas nos demos ao luxo de aproveitar bem cada vista, cada parada, cada conversa. O Lúcio além de ótimo guia e chef de cozinha é um companheiro e tanto para todos os assuntos, música, política, educação, meio ambiente... o que você quiser. Já começava a baixar o sol e nós subindo a estrada que nos levava da casa do Seu Wilson, onde nem pudemos parar, até a Igrejinha. Uma ladeira interminável me surpreendia a cada passo, já que sem luz eu não conseguia avistá-la tão bem.

Vista de um dos mirantes do Morro do Castelo, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

Vista de um dos mirantes do Morro do Castelo, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA


Há pouco menos de 1 km da Igrejinha, ainda no alto, tivemos uma visão linda dos vagalumes dominando o vale. Chegamos ao lado do cemitério e fomos recebidos por dois cariocas que também estavam rodando o vale. Quer dizer, rodando uma pinóia, eu estava aqui me sentindo a exploradora, forte, caminhando um monte todos os dias... o que? Um deles, Adriano é ciclista, veio para a competição que teve na Chapada semana passada. Guilherme é um ultra-maratonista que já fez provas básicas de 217km! Só para aquecer eles fizeram a trilha da Fumaça por baixo, subiram a fenda e cruzaram até o Capão em apenas um dia. É, tem louco para tudo!

Casas ao lado da grejinha, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

Casas ao lado da grejinha, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA


Dia maravilhoso, só poderia terminar muito bem. Um belo macarrão ao pesto com castanha de caju, de dar água na boca e um colchão macio e quentinho nos esperando para sanarmos todas as dores e cansaços dessa empreitada.

Observando a Cachoeira do Calixto ao longe, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

Observando a Cachoeira do Calixto ao longe, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

Brasil, Bahia, Vale do Pati (P.N. Chapada Diamantina), trilha, cachoeira, Trekking, Igrejinha, Morro do Castelo, Gruta do Morro do Castelo, Mirante, Funil, parque nacional, Chapada Diamantina

Veja todas as fotos do dia!

Quer saber mais? Clique aqui e pergunte!

Post anterior Local onde o rio cai para formar os 380 metros da Cachoeira da Fumaça, próximo à vila do Capão, na Chapada Diamantina - BA

Da Fumaça ao Pati

Post seguinte Observando o Cachoeirão, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

Cachoeirão e os Gerais

Blog do Rodrigo Equilibrando-se num dos mirantes do Cachoeirão, no Vale do Pati, na Chapada Diamantina - BA

Cachoeirão por Cima

Comentários (1)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 01/12/2010 | 22:54 por Mario Sergio Silveira

    Olá filhos, consegui me atualizar um pouco. Não tenho tido tempo de entrar, mas é bom ver as aventuras, os lugares.É muito bom quando fazemos o que gostamos, não? Abração, divirtam-se.

    Resposta:
    É uma delícia! Sempre com muitas novidades! esperamos sua visita!
    Beijos
    Ana

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet