0 Dunas do Jalapão - Blog da Ana - 1000 dias

Dunas do Jalapão - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Dunas do Jalapão

Brasil, Tocantins, Mateiros

A Serra do Espírito Santo se erodindo, alimentando as dunas do Jalapão - TO

A Serra do Espírito Santo se erodindo, alimentando as dunas do Jalapão - TO


Hoje fomos visitar duas das principais atrações do Jalapão: o Maciço do Espírito Santo e as Dunas. Há aproximadamente 40 minutos da cidade de Mateiros, a entrada para a trilha do Espírito Santo é bem sinalizada, possui uma área de estacionamento e apenas um pequeno trecho de areia que um carro baixo pode querer agarrar.

Fiona nos espera no pé da Serra do Espírito Santo, no Jalapão - TO

Fiona nos espera no pé da Serra do Espírito Santo, no Jalapão - TO


Só a estrada para lá já é um desbunde. Chapadas imensas com paredões coloridos entre cerrados, capins dourados e sempre vivas.

A vastidão do Jalapão - TO

A vastidão do Jalapão - TO


A subida da chapada leva em torno de meia hora, a trilha é um pouco íngreme e vai ziguezagueando a encosta, com bancos para descanso e até cordas bem colocadas para auxiliar na subida e principalmente com as pedras soltas na descida. Lá em cima são mais 3 quilômetros de caminhada até o mirante. No alto vemos uma grande planície cerrada, vistas para todos os lados até cruzarmos efetivamente o chapadão para o outro lado da montanha e começarmos a avistar as dunas.

Serra do Espírito Santo e dunas do Jalapão - TO

Serra do Espírito Santo e dunas do Jalapão - TO


O processo de erosão do maciço Espírito Santo está acontecendo em uma velocidade impressionante, o que parece quase um desastre da natureza, ao mesmo tempo forma uma das paisagens mais maravilhosas do Jalapão. Uma montanha escarpada colorida de vermelho, amarelo e branco, tons mais escuros e veias desgastadas pelo vento que a deixam com um visual similar à do Grande Cânion dos Estados Unidos.

No mirante do Espírito Santo, ponto de observação das dunas do Jalapão - TO

No mirante do Espírito Santo, ponto de observação das dunas do Jalapão - TO


O desgaste desta encosta arenítica forma abaixo delas as famosas dunas do Jalapão, nossa próxima parada. São mais 15 minutos de carro até a entrada das dunas, em frente ao único bar que você verá do lado esquerdo da estrada. A tiazinha do bar vem abrir as porteiras e cobrar 5 reais por pessoa e dar as dicas de qual trilha seguir. Ali encontramos uma família do interior de São Paulo que está morando em Palmas, Lúcio, Daniela e seus filhos Felipe e Enzo. Eles estavam em uma caminhonete 4 x 2 e pediram resgate caso atolassem no areal. É claro! Vamos que vamos! Lúcio passou voando nas areias mais fofas, teve que ter braço forte e não precisou de resgate nenhum! Carros baixos já teriam problemas.

As famosas dunas avernelhadas do Jalapão - TO

As famosas dunas avernelhadas do Jalapão - TO


Uma trilha de uns 500m nos levam a um dos cenário mais sensacionais da região. As dunas avermelhadas sugerem finalmente a imagem de deserto que fazemos do Jalapão. Um riacho que logo à frente vai encontrar o Rio Novo, forma um pequeno oásis na base das dunas. Ali vemos ao vivo e a cores o processo geológico de formação das dunas e erosão do maciço. Aquilo que a terra leva milhões de anos para construir e alguns chegam e conseguem destruir em minutos.

As famosas dunas avernelhadas do Jalapão - TO

As famosas dunas avernelhadas do Jalapão - TO


O Naturatins, órgão governamental que trabalha junto ao ICM-Bio e à Secretaria de Meio Ambiente, fiscalizando e orientando, colocou uma placa na base das dunas solicitando que o paredão não seja utilizado para subidas ou descidas nas dunas. Este deslizamento de areia está causando o processo de assoreamento do riozinho abaixo dela e por conseqüência, do Rio Novo. Ainda assim chegamos lá e o paredão estava todo pisado, de cima abaixo, de um lado a outro. Pena ver que ainda existem pessoas sem consciência ambiental e o mínimo de respeito.

Explorando as dunas do Jalapão - TO

Explorando as dunas do Jalapão - TO


Esperamos que esta consciência mude, para que as gerações futuras possam ter o mesmo privilégio de chegar a um lugar em que o tempo é contado em cada grão de areia em que pisamos.

As planícies do Jalapão vistas do alto da Serra do Espírito Santo, no Jalapão - TO

As planícies do Jalapão vistas do alto da Serra do Espírito Santo, no Jalapão - TO

Brasil, Tocantins, Mateiros, Parque, Dunas, Mirante, parque nacional, deserto, Jalapão

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Fervedouro e as tradicionais bananeiras, próximo à Mateiros, região do Jalapão - TO

Firmeza

Post seguinte Cachoeira da Velha, no Rio Novo, no Jalapão - TO

Camping, praia e cachoeira

Blog do Rodrigo Visitando as dunas do Jalapão - TO, com a Serra do Espírito Santo ao fundo

Maravilhas Terrestres do Jalapão

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet