0 Cânion do Talhado - Blog da Ana - 1000 dias

Cânion do Talhado - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Cânion do Talhado

Brasil, Alagoas, Piranhas, Sergipe, Canindé do São Francisco

passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas

passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas


Vamos hoje conhecer a principal atração da região do Xingó, o Cânion do Rio São Francisco. O passeio já é um esquemão, Catamarãs lotados partem de um píer com mais de 120 pessoas de 3 em 3 horas. Odiamos este tipo de excursão, sem tempo e desavisados caímos como dois patinhos na lagoa, literalmente.

Nosso catamarã lotado no passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas

Nosso catamarã lotado no passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas


Durante a navegação passamos por áreas em que a guia do barco dizia ser o leito natural do rio e de tempos em tempos entrávamos em lagos, regiões alagadas mais amplas. Eu confesso, não entendo nada de represas ou engenharia, mas a quem ela quer enganar dizendo ser o leito natural? O rio subiu pelo menos uns 60m de altura, fazendo que alguns pontos tenham até 150m de profundidade, como ela pode afirmar isso? Vi um quadro, óleo sobre tela, retratando a cachoeira que ficava no local onde foi construída a barragem. Lindíssima, grandiosa e mesmo com o belo quadro digo ser ainda inimaginável, visto que hoje no lugar dela vemos milhões de toneladas de concreto. O impacto ambiental deve ter sido imenso, algo que não deve nem ter sido contabilizado quando se deu a sua construção. Fato é que a hidrelétrica está lá, trouxe “progresso” e hoje cumpre seu papel no fornecimento de energia à região.

Usina de Xingó, no rio São Francisco, entre Sergipe e Alagoas

Usina de Xingó, no rio São Francisco, entre Sergipe e Alagoas


Outro cenário difícil de imaginar é o Grandioso Cânion do São Francisco antes da represa. Se hoje já encontramos trechos com paredes de mais de 30m de altura, imaginem antes? Deveria ser o cânion mais profundo do Brasil! Desculpem, eu poderia apenas descrever o passeio, mas é difícil ver tão de perto a grandiosidade da natureza e não ficar abismada com as interferências humanas nesta paisagem.

passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas

passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas


O catamarã nos leva pela represa, rio e lagos até o conhecido Cânion do Talhado, local onde o rio estreita entre paredes imensas de rochas que parecem talhadas a mão.

Nadando nas águas verdes do rio durante passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas

Nadando nas águas verdes do rio durante passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas


Paisagem maravilhosa, sobre as verdes águas do São Chico. Eu achava que elas seriam mais transparentes, mas é claro, depois fui entender que ali na represa elas ficam mais turvas, tanto pelo processo de decomposição das árvores que foram inundadas, até pelo próprio represamento da água. Na parte baixa do rio, onde as águas são correntes, elas são mais transparentes e também mais frias.

Árvores alagadas na represa de Xingó durante passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas

Árvores alagadas na represa de Xingó durante passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas


No Talhado há uma parada de uma hora em um píer construído em uma reentrância do cânion. Todos descem ali, pegam suas bóias, bisnagas e salva-vidas e vão para a área de banho, um verdadeiro piscinão de ramos! O pior é que descobri depois que ali, justamente por ser uma espécie de baiazinha, a água não circula muito... pelo menos a água não ficou amarela.

Área para banho durante passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas

Área para banho durante passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas


Pessoal, não desanimem! Mesmo com o piscinão de ramos e muitos metros a menos no cânion, a paisagem é belíssima e o passeio vale a pena. Dica: não economizem na cerveja para agüentar o barco-lotação e entrem no clima, vocês podem conhecer pessoas ótimas e super animadas durante o passeio.

Amizade com família campineira durante passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas

Amizade com família campineira durante passeio de catamarã no rio São Francisco em Canindé do São Francisco, divisa de Sergipe e Alagoas

Brasil, Alagoas, Piranhas, Sergipe, Canindé do São Francisco, cânion, Rio São Francisco, Xingó, hidrelétrica, Talhado

Veja todas as fotos do dia!

Não se acanhe, comente!

Post anterior Igreja em Laranjeiras - SE

Laranjeiras e Piranhas

Post seguinte Navegando no rio São Francisco, próximo à Piranhas - AL

Rota do Cangaço

Blog do Rodrigo Descendo o rio para visitar a Toca do Angico, próxima à margem sergipana do rio São Francisco

Mistérios do Angico

Comentários (4)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 05/03/2016 | 10:20 por RAIMUNDO NONATO GOMES JUNIOR

    A intervenção com a construção mudou a paisagem de parte dos canyons, o que permitiu a navegação no leito do riacho talhado. Parte deste canyon continua com sua paisagem original. Venham conhecer e fazer um turismo diferente onde só ouvirás o canto dos pássaros e o sussurrar do vento num cenário totalmente natural.

  • 24/09/2015 | 13:07 por Djan Magalhães

    Adorei as fotos de vocês, muito bonito os lugares que passaram, conheço alguns deles porém visto de outra lente ficou bem diferente, costumo fazer viagem mas não tão grandiosas como as suas pois tenho duas princesinhas que não aguenta tanto tempo longe de casa.

    Parabéns pelas fotos porque quando formos só levamos essas boas memórias.

  • 19/02/2013 | 18:22 por sandra maria

    oi..adorei sua sinceridade sobre o passeio estamos indo pra Mcéio mes q vem...
    e esse passeio esta na minha lista de visita.... qdo procurei me informar sobre o local tbm chequei a penssar como vc,até então não sabia q tinha mas gente com os mesmos sentimentos o homem destroi tudo com suas mãos, mas é o progresso né? vou frzr esse -passeio sim... mas penssando no que vc falou: como sera que era antes da usina? qual autura tinha essas paredes essas serão minhas perguntas caladas.... um grd bju sandra

    Resposta:
    É Sandra, o homem está mudando muito o mundo, espero que ele (o mundo) aguente! Agora parece que vem aí a transposição das águas do Rio São Francisco... que dureza. São várias pessoas que pensam assim, como eu e você, falta é falarmos e ajudarmos a dar voz à essa preocupação. Beijos e boa viagem!

  • 12/12/2012 | 00:05 por emylli

    achei muito bonito o rio catamaran e um bom lugar para se fazer um passeio com a familia!!!!ameeiiii;)

    Resposta:
    O Cânion do Talhado é um lugar é maravilhoso mesmo Emylli! É só entrar no clima da festa do barco e aproveitar! ;-)
    Bjs!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet