0 Bryce Canyon National Park - Blog da Ana - 1000 dias

Bryce Canyon National Park - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

Bryce Canyon National Park

Estados Unidos, Utah, Bryce Canyon

Admirando a paisagem gelada do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

Admirando a paisagem gelada do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


A estrada entre o Zion e o Bryce Canyon já dava sinais que a nossa passagem por lá seria das mais geladas da viagem. Ela vai margeando o East Fork Servier River, subindo gradativamente dos 1.773m dos portões do Zion National Park, para os 2.406m do Bryce Canyon. O rio congelado lá fora era um fenômeno que nos impressionava de dentro do quentinho da Fiona, que consegue nos isolar deste univrso gelado que nos cerca, uma ilha de calor e conforto.

A bela paisagem pintada de vermelho, amarelo e branco, no caminho entre o Zion e o Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

A bela paisagem pintada de vermelho, amarelo e branco, no caminho entre o Zion e o Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Paralela, ao leste da estrada, estão as montanhas dentro das fronteiras do parque nacional, que se estendem por quase 50km de norte a sul sobre o Colorado Plateau. No caminho um portal natural de pedras avermelhadas abre o caminho para a terra encantada do Red Rock Cânion, que surge vibrante na paisagem de planícies brancas, cobertas pela neve.

Formações rochosas do Red Rock Canyon, pouco antes de chegar ao Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

Formações rochosas do Red Rock Canyon, pouco antes de chegar ao Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


A esta altura da viagem chegamos a pensar que não veríamos mais nada que realmente nos impressionasse, muitas formações são parecidas, rochas avermelhadas, cânions e afinal, ainda esta semana vínhamos do rei dos cânions, uma das 7 maravilhas do mundo! Certo? Errado! A próxima hora nos comprovou que não existiria, neste caso, melhor situação do que estar completamente enganados!

O sol de fim de tarde ilumina as paredes mais altas do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

O sol de fim de tarde ilumina as paredes mais altas do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Chegamos ao Bryce Canyon sem muitas expectativas, era um final de tarde frio e nublado, com nevascas passageiras e temperatura variando entre -10 e -12°C. A esperança era que amanhã o tempo melhorasse e pudéssemos enfim conhecer o parque. Mas algo nos disse para ir até lá, dar uma olhadinha no que estava por vir. O prêmio por seguir nossos instintos não poderia ter sido melhor!

Chegamos ao Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos, bem na hora mágica das últimas luzes do sol. Fantástico!

Chegamos ao Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos, bem na hora mágica das últimas luzes do sol. Fantástico!


Uma brecha nas nuvens deixou os raios de sol passarem no ângulo perfeito para criar a iluminação mais louca que eu poderia sonhar e em um cenário de outro mundo!

O sol de fim de tarde ilumina as paredes mais altas do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

O sol de fim de tarde ilumina as paredes mais altas do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Centenas, milhares de hoodoos, estreitos pilares de pedras, coloriam a paisagem em tons de amarelo, rosa e alaranjado, cobertos em neve e rodeados por uma paisagem azulada de inverno.

Chegando ao fantástico e gelado Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

Chegando ao fantástico e gelado Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Os Hoodoos estão por toda parte, estas colunas de pedra esculpidas pelo tempo sobre a Claron Formation. Antigos lagos, rios e riachos depositaram layers de minerais ricos em ferro e materiais limosos por mais de 20 milhões de anos, para criar esta camada de rocha que mais tarde foi exposta quando houve a elevação das placas tectônicas, o mesmo evento geológico que formou as Montanhas Rochosas. Desde então as rochas da Claron Formation são esculpidas e desenhadas pela natureza, durante milhões de anos.

A bela paisagem da parte baixa do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

A bela paisagem da parte baixa do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Caminhando entre as peculiares formações rochosas do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

Caminhando entre as peculiares formações rochosas do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Uma estrada cênica percorre 29km no parque, durante o inverno apenas um trecho dela é mantido livre da neve e fica aberto para os visitantes. Os vários mirantes cercam uma das principais atrações do parque, o Bryce Amphitheater, começando pelo Sunrise Point (2.444m), passando pelo Sunset Point (2.438m), Inspiration Point (2.469m) e por último o Bryce Point (2.529m). Percorremos todos eles no final do dia, com o restinho da luz mágica que coloria o cânion.

O Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos, fica a mais de 2.500 metros de altitude

O Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos, fica a mais de 2.500 metros de altitude


Na manhã seguinte pela primeira vez a Fiona não quis pegar, o frio da noite deve ter congelado todos os fluidos nos cabos e motor e ela simplesmente não funcionava. Tentamos 3, 4, 5 vezes até que vimos um guincho vindo resgatar outro carro. Foi falarmos com o guincho para rebocarmos a Fiona que ela pegou, parece até que ouviu! Hahaha!

A magnífica paisagem do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

A magnífica paisagem do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Voltamos ao parque e depois de uma parada rápida no centro de visitantes decidimos fazer a trilha considerada a mais bonita do cânion, alguns arriscam a dizer que é a melhor trilha de 3 milhas do país, a Queens Garden Trail.

Caminhando no espetacular Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

Caminhando no espetacular Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Toda ela está coberta de neve e a maioria dos turistas que andava por ela estava usando os snow shoes, um aparato especial que te dá mais superfície e aderência na neve, ou pelo menos um stopper. Nós, pra variar, colocamos nossas botas, meias-duplas e encaramos a neve a -6°C.

A fantástica paisagem de inverno do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

A fantástica paisagem de inverno do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Pessoas usam snow shoes para caminhar no Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

Pessoas usam snow shoes para caminhar no Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Descemos uma rampa do alto do Sunset Point e caminhamos por 2 horas entre Hoodoos e pedras, cruzando rios congelados e cobertos de neve e tentando decifrar as formas esculpidas pela natureza. O Martelo do Thor, a Rainha no seu jardim, pontes e arcos suspensos e o incrível Sentinela, o mais estreito dos hoodos. Uma lenda dos índios Paiutes, que habitavam a região quando os colonizadores chegaram, diz que os Hoodoos seriam “O Povo Lendário” que o Deus Coyote teria transformado em pedra.

A fantástica paisagem de inverno do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

A fantástica paisagem de inverno do Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos


Fechamos o loop de 5 km subindo para a borda do cânion pelo Sunrise Point e caminhando ainda um trecho pela Rim Trail. Dia branco, mas de cores fantásticas, o vermelho e rosa da pedra contra o branco da neve torna o cenário encantado. O sol começou a aparecer quando já era hora de partirmos, mais uma despedida difícil. No verão este parque de clima árido e quente deve ser outro mundo, que também queremos explorar. Nem preciso dizer que já voltou para a lista.

Visita ao Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

Visita ao Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

Estados Unidos, Utah, Bryce Canyon, Trekking, parque nacional, Bryce Canyon

Veja todas as fotos do dia!

Comentar não custa nada, clica aí vai!

Post anterior No final da tarde, o sol ilumina as montanhas mais altas do Zion National Park, em Utah, nos Estados Unidos

Zion National Park

Post seguinte A visão clássica do Monument Valley, nessa época com neve, no Arizona, nos Estados Unidos

Monument Valley

Blog do Rodrigo Formações rochosas no Bryce Canyon National Park, em Utah, nos Estados Unidos

Bryce, a Floresta Encantada

Comentários (2)

Participe da nossa viagem, comente!
  • 02/04/2014 | 19:06 por Maiquel

    Muito legal! Estou indo com minha esposa para este lugar agora dia 26/04. Vc acredita que iremos pegar neve ainda?

    Resposta:
    Oi Maiquel, não sei o quanto de neve você vai encontrar, mas se você gosta de neve, venho com boas notícias! Segundo este site (http://www.wunderground.com/weather-forecast/US/UT/Bryce_Canyon.html) exatamente no dia 26/04 está prevista a precipitação de neve no Bryce Canyon. Enjoy!!!

  • 21/01/2013 | 10:06 por Helder Ribeiro

    Olha, na minha modesta opinião este é um dos posts que tem as fotos mais bonitas de vocês desde que passei a acompanhar o blog. Fantástico. Meu caso é o contrário do de vocês. Eu fui no verão e agora quero muito voltar no inverno.

    Parabéns,
    Helder

    Resposta:
    Puxa, obrigada Helder! A paisagem ajuda um bocado, pela que a luz não estava das melhores, mas ainda assim o resultado ficou bacana. Visitar o parque no verão deve ser demais, todas as trilhas abertas e muuuitas paisagens para explorar. Belezas diferentes e nós queremos ver todas elas! rsrs! Seguimos juntos! Bjs!

Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet