0 A Última Fronteira - Blog da Ana - 1000 dias

A Última Fronteira - Blog da Ana - 1000 dias

A viagem
  • Traduzir em português
  • Translate into English (automatic)
  • Traducir al español (automático)
  • Tradurre in italiano (automatico)
  • Traduire en français (automatique)
  • Übersetzen ins Deutsche (automatisch)
  • Hon'yaku ni nihongo (jidö)

lugares

tags

arqueologia cachoeira Caribe cidade histórica Estrada mar Mergulho Montanha parque nacional Praia Rio roteiro Trekking trilha

paises

Alaska Anguila Antígua E Barbuda Argentina Aruba Bahamas Barbados Belize Bermuda Bolívia Bonaire Brasil Canadá Chile Colômbia Costa Rica Cuba Curaçao Dominica El Salvador Equador Estados Unidos Galápagos Granada Groelândia Guadalupe Guatemala Guiana Guiana Francesa Haiti Hawaii Honduras Ilha De Pascoa Ilhas Caiman Ilhas Virgens Americanas Ilhas Virgens Britânicas Jamaica Martinica México Montserrat Nicarágua Panamá Paraguai Peru Porto Rico República Dominicana Saba Saint Barth Saint Kitts E Neves Saint Martin San Eustatius Santa Lúcia São Vicente E Granadinas Sint Maarten Suriname Trinidad e Tobago Turks e Caicos Venezuela

arquivo

SHUFFLE Há 1 ano: Há 2 anos:

A Última Fronteira

Canadá, Penticton, Estados Unidos, Washington State, Winthrop

Passaporte italiano da Ana

Passaporte italiano da Ana


Hoje, pela última vez nesta viagem, cruzamos a fronteira de entrada nos Estados Unidos. Saímos do Canadá por Osoyoos, uma fronteira menos movimentada entre a British Columbia e o Estado de Washington, mas não com menos infraestrutura. Eu estava tranquila, todas as vezes que cruzamos as fronteiras americanas fomos muito bem tratados e tudo deu certo, não seria agora que algo aconteceria. Já o Rodrigo estava ansioso e um pouco apreensivo e o motivo era eu. Sim, eu. Estou viajando com o meu passaporte italiano e como todos os europeus não necessito de visto para viajar aos EUA, porém só tenho permissão de permanência de no máximo 3 meses.

Passaporte brasileiro do Rodrigo

Passaporte brasileiro do Rodrigo


As últimas idas e vindas entre o Canadá e EUA, incluindo o Alasca, eu fiz com o meu último carimbo de entrada do dia 28/07, quando voltamos das Bermudas. Já sabíamos, portanto que teríamos que parar na inspeção secundária, preencher formulários, responder a várias perguntas, procedimento padrão. O que eu não imaginava é que seríamos parados por tanto tempo, questionados 3, 4 vezes as mesmas perguntas e que teríamos, além do carro, até o nosso site vasculhado. “Desliguem o carro, mãos aonde eu possa ver!”, assim começou e continuou a conversa, tiramos tudo que tínhamos nos bolsos, cintos e até no pingente meu colar queriam saber se tinha algo dentro. Eles foram extremamente rigorosos, mas sem perder o respeito em momento algum. Parece que ficaram mesmo instigados com o fato de uma italiana e um brasileiro estarem sem trabalho, viajando por mais de dois anos em um carro brasileiro aqui, em terras tão distantes e ainda por cima, querendo renovar a permanência nos Estados Unidos por mais 3 meses! (Realmente, faça-me o favor! Rsrs). O Rodrigo, como bom brasileiro, ainda tinha permissão válida por mais 4 meses. Se não renovassem a minha não havia um plano B, voltaríamos ao Canadá, talvez. Voar para fora do país e voltar via Seattle? Quem sabe... Enfim, eu teria apenas uma semana restante nos EUA, eles teriam que renovar, então esta simplesmente não foi uma preocupação que nos atormentou durante a viagem.

Visto de permanência do Rodrigo nos EUA (6 meses de permanência)

Visto de permanência do Rodrigo nos EUA (6 meses de permanência)


Após um belo chá de cadeira, formulários, perguntas e tudo o que reza o almanaque do policial de fronteira padrão, estávamos liberados com o a minha permanência renovada! Fronteiras são um bicho chato mesmo, ficar na dependência da boa vontade e julgamento de policiais, que independente do seu histórico e passado idôneo, podem simplesmente não ir com a sua cara e acabar com aquela viagem tão planejada, economizada e sonhada, é o fim da picada! Assim, além de ter todos os documentos e vistos em dia, o melhor que posso dizer é: mantenha a calma, respire, conte até 100 para não mandar o cara “passear” e relaxe, pois no fim vai dar tudo certo.

Visto de permanência da Ana nos EUA (3 meses de validade)

Visto de permanência da Ana nos EUA (3 meses de validade)

Canadá, Penticton, Estados Unidos, Washington State, Winthrop, fronteira, Osoyoos, passaporte

Veja todas as fotos do dia!

Gostou? Comente! Não gostou? Critique!

Post anterior Os parreirais estão carregados nessa época do ano no Okanagan Valley, no  sul da British Columbia, no Canadá

Okanagan Valley

Post seguinte A valente Fiona enfrenta a neve do North Cascades National Park, no estado de Washington, noroeste dos  Estados Unidos

Neve no North Cascades

Blog do Rodrigo Visto de permanência do Rodrigo nos EUA (6 meses de permanência)

Chateação de Fronteira

Comentários (0)

Participe da nossa viagem, comente!
Blog da Ana Blog da Rodrigo Vídeos Esportes Soy Loco A Viagem Parceiros Contato

2012. Todos os direitos reservados. Layout por Binworks. Desenvolvimento e manutenção do site por Race Internet